Mato Grosso

Secretária de Educação participa da Bett Educar 2019 em São Paulo

A secretária de Estado de Educação, Marioneide Kliemaschewsk, participou, nesta quinta e sexta-feira (16 e 17.05), da segunda reunião integrada entre o Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed) e da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), realizada durante a Bett Educar 2019, em São Paulo, maior evento de Educação e Tecnologia da América Latina.

Na quinta-feira, o principal tema da reunião foi a reestruturação do Fundo Nacional de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb). Representantes do Consed e da Undime discutiram sobre as mudanças envolvendo o fundo. 

Na sexta-feira, a reunião contou com a participação do ministro da Educação, Abraham Weintraub, e do secretário de Educação Básica do MEC, Janio Macedo. O ministro respondeu a vários questionamentos dos secretários. 

Além do Fundeb, os secretários também discutiram sobre a implementação de mudanças curriculares; sistemas integrados de gestão e inovação na Educação; políticas e programas do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) e da Secretaria de Educação Básica do MEC; além das diretrizes e princípios das políticas para a educação básica.

Comentários Facebook
Leia Também:  Mato Grosso recebe 11,8 mil doses da CoronaVac nesta quinta-feira (25)

Destaque

Treze municípios estão com alto risco de contaminação pela Covid-19

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) divulgou, nesta quinta-feira (25.02), o Boletim Informativo n° 354 com o panorama da situação epidemiológica da Covid-19 em Mato Grosso.

O documento mostra, a partir da página 9, que 13 municípios registram alta classificação de risco para o coronavírus. São eles: Cuiabá, Rondonópolis, Várzea Grande, Primavera do Leste, Sinop, Nova Xavantina, Sorriso, Barra do Garças, Poconé, Cáceres, Pontes e Lacerda, Nova Mutum e Cotriguaçu.

Ainda de acordo com informações do Boletim, outras 25 cidades foram classificadas na categoria de risco moderado para a Covid-19. São elas: Alta Floresta, Juruena, Confresa, Carlinda, Vila Bela da Santíssima Trindade, Paranatinga, Colíder, Tangará da Serra, Paranaíta, Mirassol D’Oeste, Peixoto de Azevedo, Alto Araguaia, Brasnorte, Arenápolis, Campo Novo do Parecis, Lucas do Rio Verde, Chapada dos Guimarães, Juara, Canarana, São Félix do Araguaia, Sapezal, Marcelândia, Conquista D’Oeste, Glória D’Oeste e Serra Nova Dourada.

O sistema de classificação que aponta o nível de risco é definido por cores: muito alto (vermelho), alto (laranja), moderado (amarelo) e baixo (verde). De acordo com a definição dos riscos, é necessária a adoção de medidas restritivas para o controle da propagação do coronavírus nas cidades.

Leia Também:  Estado encaminha projeto para manter pagamento de verba adicional aos profissionais da Saúde

Os indicadores de classificação de risco são atualizados duas vezes por semana, às segundas e quintas-feiras, e os resultados são divulgados nos Boletins Informativos da SES.

Recomendações aos municípios

Por meio do Decreto Estadual nº 522, de 12 de junho de 2020, o Governo de Mato Grosso faz diversas recomendações aos municípios classificados com risco baixo, moderado, alto e muito alto de contaminação pelo coronavírus.

As orientações para os municípios classificados como risco baixo são: evitar circulação de pessoas pertencentes ao grupo de risco, conforme definição do Ministério da Saúde; isolamento domiciliar de pacientes em situação confirmada de Covid-19 e quarentena domiciliar de pacientes sintomáticos em situação de caso suspeito para de Covid-19, entre outras.

Para os municípios classificados com o risco moderado de contaminação pelo vírus, o Governo recomenda a implementação e manutenção de todas as medidas previstas para o nível de risco baixo, além de quarentena domiciliar para pessoas acima de 60 anos e grupos de risco definidos pelas autoridades sanitárias; suspensão de aulas em escolas e universidades.

Leia Também:  Governador prorroga novamente o vencimento do IPVA em Mato Grosso; confira as datas

Já para os municípios classificados com alto risco de contaminação pela doença, as recomendações anteriores são mantidas e acrescentadas novas orientações como: proibição de qualquer atividade de lazer ou evento que cause aglomeração; proibição de atendimento presencial em órgãos públicos e concessionárias de serviços públicos e adoção de medidas preparatórias para a quarentena obrigatória.

Fonte: Secom – MT | Foto: Arquivo GCOM – Prefeitura de Rondonópolis

Comentários Facebook
Continue lendo

RONDONÓPOLIS

POLÍTICA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA