Baixada Cuiabana

Homem perde controle de moto, bate em canteiro de via e morre em MT

Fonte: Lapada Lapada

Um homem ainda não identificado morreu num acidente registrado na noite deste domingo (26) na Rodovia Mário Andreazza, no trajeto de acesso ao Residencial José Carlos Guimarães, em Várzea Grande. Ele pilotava uma motocicleta Honda XRE de 300 cilindradas de cor branca e perdeu o controle do veículo.

A principal hipótese é que ele transitava pela avenida em alta velocidade e não conseguiu fazer a curva de uma rotatória que acesso conjunto habitacional. A moto e o condutor caíram sobre a grama da rotatória. Populares acionaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que enviou uma ambulância ao local. No entanto, os médicos socorristas constataram que homem já estava morto.

Após o acidente, dezenas de pessoas se aglomeraram no local e gravaram fotos e vídeos que foram compartilhadas em grupos de WhatsApp. Em um dos vídeos é possível ouvir relatos de que outros acidentes com morte também já foram registrados no mesmo trecho. Os mesmos populares que gravaram os vídeos dizem que o motociclista transitava em alta velocidade e perdeu o controle na rotatória. Quem mora na região reclama da falta de iluminação e dos condutores que trafegam em alta velocidade pelo local.

Com a confirmação da morte, os trabalhos de perícia no local ficam sob a responsabilidade da Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada em Delitos de Trânsito (Deletran), e da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec), responsável por encaminhar o corpo ao Instituto Médico Legal (IML) para exames de necropsia.

Leia Também:  Tráfico de drogas, estelionato e aglomeração lideram denúncias no Ciosp em 2020

Comentários Facebook

Baixada Cuiabana

Estado notifica Prefeitura a aguardar rotas do BRT para evitar desperdício de dinheiro público

O governador Mauro Mendes notificou o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, a suspender temporariamente a renovação da frota de ônibus da Capital até que seja concluído o Plano Funcional da implantação do BRT. A previsão é que o plano seja finalizado em até 90 dias.

A notificação foi enviada na última segunda-feira (04.12), e visa evitar prejuízos à mobilidade urbana de Cuiabá e desperdício de recursos públicos, uma vez que “será definida uma nova estrutura das linhas de ônibus e padrões dos veículos que irão atender o sistema Bus Rapid Transit – BRT”.

O ofício enviado à Prefeitura é amparado em nota técnica elaborada pela Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra).

De acordo com a nota técnica, como haverá a retomada do processo de implantação dos corredores estruturais de transporte coletivo para a instalação do BRT, em substituição ao VLT, novas ações estão sendo encaminhadas para adequar toda a rede de transporte coletivo ao novo modal.

“Uma dessas ações consiste na elaboração do Plano Funcional onde, entre outros, será definida a nova estrutura das linhas de ônibus e o padrão dos veículos que deverão compor as frotas, tanto das concessões municipais em Cuiabá e Várzea Grande, bem como da concessão do sistema metropolitano Cuiabá-Várzea Grande”, diz trecho do documento.

Leia Também:  Prefeito anuncia que vacinação contra a Covid-19 começa na quarta-feira (20) em Cuiabá

Desta forma, conforme a Sinfra, é recomendado que as prefeituras de Cuiabá e Várzea Grande, assim como a Agência Estadual de Regulação dos Serviços Públicos Delegados de Mato Grosso (AGER), suspendam temporariamente a renovação da frota até que seja concluído o Plano Funcional que está sendo desenvolvido na secretaria.

“Esta ação busca minimizar os custos futuros com a desmobilização de parte da frota atual, uma vez que a frota do BRT será adquirida pelo Governo do Estado e entregue aos municípios e à AGER e que, posteriormente, serão incorporados nos respectivos contratos de concessão”, afirmou a Sinfra.

Além disso, a Secretaria de Infraestrutura explicou que o plano funcional da integração entre ônibus e BRT deverá prever algumas linhas com atendimento direto entre regiões distintas, usando a infraestrutura do corredor exclusivo em determinados trechos.

“Ou seja, parte da frota a ser renovada no âmbito das concessões atuais, tanto das Prefeituras quanto da AGER/MT, deverá dispor de carros com características distintas do modelo aplicado atualmente, quais sejam a adoção de veículos com piso baixo e com porta em ambos os lados, afim de operar simultaneamente dentro e fora dos corredores estruturais”, finaliza a nota técnica.

Leia Também:  Tráfico de drogas, estelionato e aglomeração lideram denúncias no Ciosp em 2020

Fonte: Secom – MT | Foto: Ilustrativa – Agência Brasil

Comentários Facebook
Continue lendo

RONDONÓPOLIS

POLÍTICA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA