Governo repassou R$ 22 milhões para investimentos na saúde de Rondonópolis

O Governo de Mato Grosso já repassou R$ 22 milhões para investimentos em Saúde no município de Rondonópolis (a 218 km de Cuiabá). A informação foi repassada pelo governador Mauro Mendes, durante visita ao terminal ferroviário da cidade, nesta sexta-feira (14.06).

De acordo com o chefe do poder Executivo, uma parte da quantia, R$ 10 milhões, foi destinada ao pagamento de competências relativas a este ano e o valor restante é referente ao passivo deixado pela gestão anterior. “Estamos conseguindo melhorar bastante a saúde, mas sabemos que temos um longo caminho pela frente”, relatou.  

Ainda segundo Mauro Mendes, a saúde é um grande desafio, que vem sendo trabalhado com seriedade. Ele destacou que o secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo, tem total competência para conduzir os trabalhos.

“Temos um desafio gigante para fazer a saúde funcionar, mas o secretário Gilberto é um dos profissionais mais competentes que eu conheço, temos trabalhando muito. Tivemos que fazer intervenção na Santa Casa de Cuiabá, intervenção em Sinop, ou seja, era um desarranjo para tudo quanto é lado, mas estamos organizando este fluxo”, pontuou.

Na ocasião, o governador relatou que sua gestão tem como objetivo a reestruturação do Estado. “Estamos trabalhando com seriedade, honestidade, e não tenho dúvidas de que vamos consertar e melhorar o Estado de Mato Grosso”, afirmou Mendes.

Melhorias na saúde

Em Rondonópolis, uma das ações anunciadas pela atual gestão foi que as cirurgias de alta e média complexidade voltaram a ser feitas, em maio de 2019, no Hospital Regional de Rondonópolis.

De acordo com os dados de atendimento da unidade, somente no mês maio, foram realizadas 243 cirurgias ortopédicas e 191 internações eletivas nessa especialidade médica.  Além disso, o Hospital realizou 583 atendimentos nas enfermarias para pacientes internados, 907 atendimentos de urgência e emergência, com 63 internações urgentes e 1.373 consultas ambulatoriais; 453 cirurgias, sendo 134 eletivas e 319 de urgência e emergência e 10.758 exames ambulatoriais.

Em Cuiabá, o Governo trabalha para iniciar os atendimentos do Hospital Estadual Santa Casa, que passa por reformas e deve ser reinaugurado no final de junho. Além disso, depois de intervir na unidade, o Estado apresentou uma proposta financeira, homologada durante audiência pública no Centro Judiciário de Métodos Consensuais de Solução de Disputas (Cejusc) do Tribunal Regional de Trabalho 23ª Região, que possibilitou o pagamento de R$3 milhões, destinados à primeira parcela dos salários atrasados dos servidores da unidade filantrópica.

Comentários Facebook