Mato Grosso

Hospital Regional de Sinop encerra semestre com alta produtividade e redução de custos

Publicados

em

O Hospital Regional de Sinop, que desde o início da atual administração está sob a gestão estadual por meio da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT), registrou alta produtividade e redução de custos no primeiro semestre de 2019, em relação ao ano de 2018 – quando ainda estava sob a administração de uma Organização Social privada.

De acordo com o fluxo de internações de urgência, emergência e atendimentos ambulatoriais eletivos, as principais causas de internações são derivadas de traumatologia em ortopedia.

“Nos últimos meses, o Hospital Regional de Sinop contou com o acréscimo de mais de 50 novos funcionários e, atualmente, a unidade funciona em sua capacidade máxima, dispondo de 92 leitos totais e realizando procedimentos eletivos. Quando assumimos a gestão desse hospital, existia material suficiente para apenas um dia de funcionamento; hoje isso não é mais um problema. Foram muitos os avanços”, pontuou o secretário Gilberto Figueiredo.

No período concebido entre janeiro e junho, o hospital atendeu 4.162 pacientes via urgência e emergência; foram registradas 1.375 saídas hospitalares das clinicas e contabilizados 14.180 leitos operacionais – sendo atendidos, no total, 11.600 pacientes (entre as áreas cirúrgica, ortopédica, médica e UTI).

Leia Também:  Visita de Bolsonaro a Mato Grosso terá inauguração e título de cidadão

Apenas na área de ortopedia, foram atendidos 2.832 pacientes no ambulatório, via procedimento eletivo; em cirurgia geral, foram 417; na especialidade de neurologia e neurocirurgia, foram 115 atendimentos. A unidade ainda registrou 1.115 cirurgias, sendo 332 de urgência e 783 eletivas.

Ampliação dos serviços

De acordo com o diretor da unidade hospitalar, Jean Carlos Alencar da Silva, a estimativa para o mês de julho é realizar 300 procedimentos cirúrgicos. “Estamos fazendo muito mais e gastando muito menos. Reduzimos o custo da unidade em 25% e otimizamos os recursos”, destacou Jean.

Neste mês, a unidade passou a realizar o serviço ambulatorial e cirúrgico de otorrinolaringologia – o único a integrar a rede estadual.

A diretoria do hospital ainda enfatiza que a conclusão da nova ala da unidade está prevista para o segundo semestre; o feito que irá proporcionar um salto em qualidade e quantidade de atendimentos. Para fazer frente aos novos serviços, a unidade realizará pregões para a contratação de todos os serviços e insumos fornecidos.

Em razão da demanda da região, o Hospital Regional também deverá abrir a quinta sala cirúrgica. A unidade contava com apenas uma sala em janeiro de 2019; atualmente, já são quatro salas em atividade.

Leia Também:  Primeira-dama testa positivo para Covid-19 e cumpre isolamento em casa

Outro aspecto ressaltado pelo diretor é o trabalho em parceria com os municípios da região norte e outros entes envolvidos diretamente com a saúde pública como, por exemplo, o Ministério Público. “O caminho a percorrer ainda é longo, mas temos a certeza que com seriedade e união de esforços a população seguirá ganhando”, finalizou o diretor.

Comentários Facebook

Destaque

Mato Grosso registra 112.817 casos e 3.262 óbitos por Covid-19

Publicados

em

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde deste sábado (19.09), 112.817 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 3.262 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 617 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 112.817 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 15.756 estão em isolamento domiciliar e 93.026 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 252 internações em UTIs públicas e 272 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 60% para UTIs adulto e em 31% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19, estão: Cuiabá (22.326), Várzea Grande (8.423), Rondonópolis (7.933), Lucas do Rio Verde (5.237), Sorriso (4.820), Tangará da Serra (4.635), Sinop (4.549), Primavera do Leste (3.654), Campo Novo do Parecis (2.553) e Cáceres (2.355).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

Leia Também:  Suspeito de homicídio é preso na cidade de Pedra Preta

O documento ainda aponta que um total de 91.064 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 974 amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional

Na última sexta-feira (18), o Governo Federal confirmou o total de 4.495.183 casos da Covid-19 no Brasil e 135.793 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país contabilizava 134.935 óbitos e 4.455.386 casos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados de sábado (19).

Comentários Facebook
Continue lendo

RONDONÓPOLIS

POLÍTICA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA