Acadêmicos da Unic conhecem a sede da Sefaz

Acadêmicos dos cursos de Administração e Ciências Contábeis, da Universidade de Cuiabá (Unic), do campus Beira Rio, visitaram a sede da Secretaria de Fazenda (Sefaz), em Cuiabá. Acompanhados do professor e também servidor da pasta, Emanuel Daubian, os estudantes conheceram um pouco da história da pasta fazendária e aprenderam sobre finanças públicas, cidadania fiscal e combate à sonegação.

A atividade foi organizada e coordenada pelo Programa de Cidadania Fiscal de Mato Grosso e reuniu acadêmicos do 3º semestre dos cursos de Administração e Ciências Contábeis.

Durante a visita, os alunos assistiram uma palestra sobre educação fiscal, onde foram apresentados os papéis dos tributos estaduais e a importância do controle dos gastos públicos O Programa Nota MT também foi apresentado aos acadêmicos que puderam tirar dúvidas sobre a emissão dos documentos fiscais e o porquê de pedir a nota fiscal.

Além da palestra, eles participaram de um bate papo com o secretário adjunto de Receita Pública, Fábio Pimenta. “É uma ação importante, pois é por meio da educação fiscal que conseguimos ampliar nos cidadãos a compreensão de que os tributos possuem um função fundamental para a sociedade”, afirma o ajunto de Receita Púbica, Fábio Pimenta. Em sua fala, o gestor explicou aos acadêmicos as atribuições da Sefaz e as principais ações desempenhadas ao longo de 2019.

O professor de Legislação Tributária e servidor da Sefaz, Emanuel Daubian, afirmou que sempre contou com a parceria do Programa de Cidadania Fiscal, levando os servidores fazendários até às salas de aulas para que conversem com os alunos sobre a administração tributária.

“Essa é a primeira vez que trouxemos uma turma até a Sefaz para conhecer como funciona a administração tributária. É sempre positivo para eles tenham uma outra visão sobre os tributos. Quando você vai dar a aula da disciplina a primeira coisa que falam é que não querem pagar imposto, e no final revertermos esse pensamento mostrando que todo tributo retorna a sociedade em forma de ações de saúde, educação, segurança pública”.

Para o coordenador do Programa de Cidadania Fiscal de Mato Grosso, José Humberto Holanda, a educação fiscal é essencial para a conscientização social sobre a importância do papel dos tributos para uma sociedade mais justa e solidária.

“Queremos mostrar o trabalho que a Sefaz exerce dentro da sociedade, sua importância para o Estado. É muito importante que a gente dissemine as informações para que cada pessoa seja formadora de opinião, mostrando para a sociedade a importância que os tributos têm”.

De acordo com ele, muito além de conhecer a importância social dos impostos, é fundamental que os cidadãos acompanhem os gastos públicos. “É preciso acompanhar, olhar os canais de transparência, participar de audiência públicas isso que é fazer o controle social e que queremos que todos façam”, afirma José Humberto.

Programa Cidadania Fiscal

Instituído em 2015, o Programa Cidadania Fiscal de Mato Grosso tem como principais objetivos: inserir a educação fiscal no planejamento escolar; mobilizar e sensibilizar os gestores públicos para a melhoria da transparência do serviço público; sensibilizar os servidores quanto aos princípios básicos da administração pública e sua relação na melhoria da qualidade de vida da sociedade; disseminar dados e informações sobre a transparência na administração pública; incentivar o cidadão a exercer a cidadania fiscal, mediante o controle social do gasto público; além de incentivar o comprometimento do cidadão no processo de planejamento das ações de governo.

Junto com o Programa foi instituído também o Grupo de Educação Fiscal do Estado (GEFE/MT), coordenado pela Secretaria de Fazenda (Sefaz). O Grupo é responsável por desenvolver as ações da Cidadania Fiscal no Estado.

Comentários Facebook