Mato Grosso

Professores compartilham projetos de química e deixam alunos empolgados

Cerca de 40 alunos do 9º ano e 3º ano do Ensino Médio das Escolas Estaduais Oscar Soares, localizada no município de Juara (a 709 quilômetros a médio-norte), e Francisco Saldanha Neto, de Tabaporã (a 643 quilômetros a médio-norte), participam de um projeto que envolve experimentos químicos cujo foco é auxiliar no aperfeiçoamento do conteúdo através da prática.

Para a estudante Vitória Camile Geraldo, do 9º ano, da EE Francisco Saldanha, o projeto foi positivo, pois ela e os colegas aprenderam coisas novas. “Muito incrível essas aulas, pois aprendemos novos conteúdos. Adorei os alunos da outra escola interagindo conosco, pois aprendemos conversando, brincando. É bom que ocorra mais vezes”, comemora.

Segundo os professores Luiz Eduardo de Juara e Cleiton Alves, foram realizados alguns experimentos simples, mas de grande apelo visual, como sopro mágico, água furiosa, pasta de dente de elefante, sangue do diabo, além de reações sobre ácido e base e demonstração de uma destilação simples.

No entendimento dos professores, ficou notória a importância dessas atividades experimentais no ensino de química como forma de contextualizar os conteúdos e facilitar a aprendizagem.

Leia Também:  Prefeitura decreta toque de recolher em virtude do aumento de casos de covid-19

“É muito importante para que sejam incorporadas tais práticas com mais frequência no processo de ensino de química, pois o intuito é superar ou pelo menos minimizar as dificuldades enfrentadas pela grande maioria dos estudantes em compreender os fenômenos químicos”, assinalam.

Cleiton Alves explica que a ideia surgiu após uma troca de informações com seu colega Luiz Eduardo que topou viajar 145 quilômetros de Juara até Tabaporã para apresentar o projeto. “Como o resultado foi altamente positivo, com certeza, vamos planejar novos projetos na área de química”, assegura.

Comentários Facebook

Destaque

“Temos seringas suficientes para fazer a vacinação de todo o Estado”, tranquiliza secretário de Saúde

Os 141 municípios de Mato Grosso vão começar a receber nos próximos dias as seringas que serão utilizadas no plano de vacinação contra a Covid-19. O material já se encontra em estoque e, de acordo com o secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo, a aquisição suplementar dos insumos, caso necessária, já foi providenciada pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT).

“O Estado já fez um plano operacional. Nós estamos prontos, aguardando apenas a definição do Ministério da Saúde, quanto ao dia em que a vacina irá chegar e da quantidade que será fornecida a Mato Grosso. Todo o planejamento de distribuição já foi realizado. Nós temos seringas, adquiridas pela Secretaria de Estado de Saúde, suficientes para fazer a vacinação de todo o Estado de Mato Grosso e já estamos encaminhando aos municípios”, disse o secretário.

De acordo com Gilberto Figueiredo, a vacinação seguirá o Plano Nacional de Imunização, definido pelo Ministério da Saúde. Porém, a logística, bem como a segurança necessária para a distribuição das vacinas e dos insumos para sua aplicação serão disponibilizadas pelo Governo do Estado, através de seus órgãos.

Leia Também:  Mato Grosso registra 195.988 casos e 4.747 óbitos por Covid-19

Conforme o titular da SES-MT, a Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT), além das Polícias Federal e Rodoviária Federal, e o Ministério da Defesa, farão a escolta dos materiais até os 14 polos de distribuição no Estado.

Nos casos em que for necessário, o Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer) disponibilizará sua frota aérea para dar celeridade à distribuição.

“Fiquem tranquilos, porque nós temos um estoque suficiente para vacinar toda a população. E já fizemos novas aquisições. Então, não vai ser por falta de seringa que nós não vamos fazer a vacinação no Estado. Tão logo as vacinas sejam encaminhadas pelo Ministério da Saúde, todos os 141 municípios receberão as vacinas e também as seringas para promover a vacinação”, pontuou Gilberto.

Comentários Facebook
Continue lendo

RONDONÓPOLIS

POLÍTICA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA