Política Cuiabá

Sala da Mulher receberá o nome da vereadora Maria Nazareth Hahn

Publicados

em

Câmara Municipal de Cuiabá

A Sala da Mulher da Câmara Municipal de Cuiabá irá receber o nome de Vereadora Maria Nazareth Hahn. A parlamentar exerceu cinco mandatos consecutivos de vereadora nesta Capital, encerrando sua carreira política em 1982. A homenagem partiu da Mesa Diretora do Parlamento Municipal, como forma de reconhecimento aos trabalhos prestados pela parlamentar.
O espaço foi criado com a finalidade de tratar de assuntos ligados às necessidades e empoderamento das mulheres. Ela será coordenada pela primeira-dama do Legislativo Cuiabano, Adélia Galvão.
Nascida na cidade goiana de Caiapônia, em 3 de agosto de 1919, Nazareth era filha de Manoel Carneiro Rezende e de Cecília Camargo de Rezenda. Em 1935 mudou para Cuiabá onde se casou com Wilhelm Hahn, um imigrante alemão formando uma família de quatro filhos: Wilmar Mathias Hahn, Willy Luiz Hahn, Elizabeth Hahn e Sylvio Hans Hahn.
Como vereadora ficou conhecida por seus trabalhos na área social e assistencial, sempre na luta em prol dos menos favorecidos. Ela foi figura decisiva na implantação do bairro Praeiro, auxiliando no assentamento das famílias no local.
Gilson Duarte, eminente vereador seu contemporâneo, registro em suas memórias que o bairro teve em “Maria Nazareth a pessoa que desenrolava todos os assuntos para que pudessem se assentar no local”, e acrescentou que ela, a partir de então, tornou-se uma referência na Casa Legislativa.
Para seu filho Sylvio, ela “sempre foi uma mulher de coragem e sabia agir de forma justa, defendendo com vigor aquilo em que ela acreditava, independente de siglas partidárias”.
Nazareth foi presidente, por duas vezes seguidas, da União dos Vereadores do Estado de Mato Grosso (UVEMAT), participando de encontros de vereadores do Brasil.
Declarando-se cristã, humanitária, a vereadora foi autora de vários projetos de leis e requerimentos que redundaram em benefícios para Cuiabá, medidas majoritariamente voltadas para bairros carentes, para onde destinou obras de saneamento, iluminação, asfaltamento, abertura de ruas, instalação de rede de água e de luz, tendo ainda promovido trabalhos sociais e filantrópicos em Cuiabá, segundo registra anais da Câmara Municipal.
Por seu trabalho em prol da população mais pobre, na gestão do Prefeito Roberto França, a Lei 3955, de 02 de junho de 2000, denominou de Maria Nazareth Hahn o Centro Integrado de Atendimento à Criança e ao Adolescente do bairro Jardim Araçá.
Em 1982, ano que, em Sessão Solene, encerrou sua carreira política, Maria Nazareth foi homenageada pela Rede Globo de Televisão, como símbolo de luta da mulher mato-grossense, em referência ao Ano Internacional da Mulher.
Maria Nazareth Hahn faleceu em Cuiabá, no dia 04 de dezembro de 2004, e, destacam os familiares, como o Apóstolo Paulo, poderia ter dito: Combati o bom combate, completei a carreira e guardei a minha fé.

Etevaldo de Almeida | Câmara Municipal de Cuiabá

Comentários Facebook

Política Cuiabá

CCJR analisa novos projetos nesta quarta

Publicados

em

A Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR) da Câmara Municipal de Cuiabá fará mais uma reunião remota na manhã desta quarta-feira (22), a partir das 10h30, para analisar nove projetos de lei de autoria dos próprios parlamentares.

A comissão é presidida pelo vereador Lilo Pinheiro (PDT), tendo como vice-presidente Juca do Guaraná Filho (MDB) e Wilson Kero Kero (Podemos) como membro.

Dentre a pauta, consta o projeto de lei de autoria do vereador Misael Galvão (PTB), presidente do legislativo cuiabano, que apresenta um substitutivo ao processo legislativo nº 1.136/2019 em tramitação na Casa de Leis. O processo em destaque dispõe sobre a classificação de atividades de baixo risco para o desenvolvimento de atividade econômica no município de Cuiabá, em consonância com a Lei Federal que institui a declaração de direitos e liberdade econômica.

Outro projeto que será analisado pela CCJR é o projeto de lei de autoria do vereador Marcelo Bussiki (DEM) que dispõe sobre a isenção das taxas de concursos públicos e processos seletivos municipais aos prestadores de serviço voluntário e dá outras providências.

Será analisado ainda o projeto que torna obrigatório a instalação de dispositivos de sinalização com tradução para dois idiomas em órgãos e prédios da administração municipal, de autoria do vereador Adilson Levante (PSB).

Jean Estevan / Câmara Municipal de Cuiabá

Comentários Facebook
Continue lendo

RONDONÓPOLIS

POLÍTICA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA