Campanha ‘Liga Anti Mosquito’ reforça combate ao Aedes aegypti em Cuiabá

Gustavo Duarte

As ações de combate ao mosquito Aedes aegypti – transmissor da dengue, zika e chikungunya recebeu reforço pelo 6º ano consecutivo em Cuiabá,por meio da ‘Campanha Liga Anti Mosquito’. O lançamento da campanha que é fruto de uma parceria entre o Grupo Pereira (responsável pelos Supermercados Comper) e a Secretaria de Saúde – SMS de Cuiabá aconteceu nesta sexta-feira (14), no Comper do CPA I, com a presença do diretor da Vigilância em Saúde, Benedito Oscar Fernandes de Campos, técnicos da Vigilância Epidemiológica e de Zoonose e Agentes de Combate a Endemias.

Ao todo, a ação que acontecerá ao longo dos próximos 90 dias e terá o envolvimento direto do setor de Educação em Saúde, do Centro de Controle de Zoonoses, ligado à diretoria de Vigilância em Saúde (DIVISA) para capacitar multiplicadores de todas as lojas.

Segundo a responsável pelo departamento de coordenação de eventos do Grupo Pereira, Lidia Pachori a campanha Liga Anti Mosquito envolve ações internas, com palestras e orientações dos técnicos da Secretaria de Saúde, distribuição de material informativo e ações externas ao redor das lojas Comper. O objetivo, segundo ela é conscientizar os clientes quanto aos riscos e doenças que o inseto pode ocasionar à Saúde.

“Como não podemos ir até a casa dos clientes, nossos multiplicadores e fiscalizadores da Liga irão orientar a população dentro e ao redor das lojas, sobre quais os cuidados e formas de prevenção contra esse inseto que transmite essas graves doenças que podem, inclusive, levar a morte. Vale ressaltar que nossos funcionários e gerentes, já receberam todo o respaldo da Secretaria de Saúde e treinamento sobre como agir, especialmente neste ano que já está mais chuvoso que o ano passado e isso aumenta os riscos de proliferação”, enfatizou.

O diretor da Vigilância em Saúde, Benedito Oscar Fernandes de Campos parabenizou a iniciativa do Grupo. Segundo ele, parcerias como essas entre empresas, órgãos públicos e  comunidade são fundamentais para fortalecer o trabalho de conscientização e combate que já vem sendo feito pelo Município.

“A Prefeitura de Cuiabá trabalha incansavelmente na orientação e combate ao Aedes  e ter parcerias como estas da Liga Anti Mosquito reforça ainda mais o trabalho contínuo que o Municipio faz. É gratificante saber que podemos contar com essa parceria que já acontece desde 2015 e que ela seja o espelho para que outros empresários e instituições também se juntem a nós  em prol da prevenção e combate a esse grave vetor”, destacou o diretor.

O Agente de Combate às Endemias – ACE, Hélio Simião reforçou que a parceria contribui para sanar uma característica peculiar que Cuiabá tem em relação aos criadouros do mosquito Aedes aegypti. “Os principais focos de Aedes são encontrados em caixas d’água no baixo e o lixo doméstico, no fundo dos quintais e das lojas. Por isso é tão importante à multiplicação das informações e engajamento de todos nas ações de controle e enfrentamento do Aedes aegypti a rede Comper está de parabéns que essa pareceria perdure anos”, finalizou.

 

Sintomas

 

Dengue

A infecção por dengue pode ser assintomática, leve ou causar doença grave, levando à morte. Normalmente, a primeira manifestação da dengue é a febre alta (39° a 40°C), de início abrupto, que geralmente dura de 2 a 7 dias, acompanhada de dor de cabeça, dores no corpo e articulações, prostração, fraqueza, dor atrás dos olhos, erupção e coceira na pele.

Perda de peso, náuseas e vômitos são comuns. Na fase febril inicial da doença pode ser difícil diferenciá-la. A forma grave da doença inclui dor abdominal intensa e contínua, vômitos persistentes, sangramento de mucosas, entre outros sintomas. Ao apresentar os sintomas, é importante procurar um serviço de saúde.

Chikungunya

Os principais sintomas são febre alta de início rápido, dores intensas nas articulações dos pés e mãos, além de dedos, tornozelos e pulsos. Pode ocorrer ainda dor de cabeça, dores nos músculos e manchas vermelhas na pele. Não é possível ter chikungunya mais de uma vez. Depois de infectada, a pessoa fica imune pelo resto da vida. Os sintomas iniciam entre dois e doze dias após a picada do mosquito. O mosquito adquire o vírus CHIKV ao picar uma pessoa infectada, durante o período em que o vírus está presente no organismo infectado. Cerca de 30% dos casos não apresentam sintomas.

Zika

Cerca de 80% das pessoas infectadas pelo vírus Zika não desenvolvem manifestações clínicas. Os principais sintomas são dor de cabeça, febre baixa, dores leves nas articulações, manchas vermelhas na pele, coceira e vermelhidão nos olhos. Outros sintomas menos frequentes são inchaço no corpo, dor de garganta, tosse e vômitos. No geral, a evolução da doença é benigna e os sintomas desaparecem espontaneamente após 3 a 7 dias. No entanto, a dor nas articulações pode persistir por aproximadamente um mês. Formas graves e atípicas são raras, mas quando ocorrem podem, excepcionalmente, evoluir para óbito, como identificado no mês de novembro de 2015, pela primeira vez na história.

Comentários Facebook