Fachada da Prefeitura recebe iluminação na cor verde em homenagem aos profissionais da Saúde

Arquivo

Quem passar pelo Palácio Alencastro no período da noite, vai perceber uma iluminação diferenciada na fachada. O prédio da Prefeitura de Cuiabá ganhou um brilho especial no tom verde como forma de chamar a atenção para a importância da atuação dos profissionais da Saúde nesse momento de enfrentamento da pandemia do coronavírus.

O verde é a cor que ajuda a promover o equilíbrio interno e a diminuir o estresse. Na terapia das cores, essa cor possui uma ação refrescante e calmante, ajudando a promover o bem-estar físico e mental. Além disso, ajuda a estimular a imunidade, sendo indicada para combater doenças infecciosas.

De acordo com o prefeito Emanuel Pinheiro, a homenagem é simples e pequena, mas tem um único propósito, despertar a atenção da população sobre as ações que vem sendo executadas pela Prefeitura na adoção de medidas, muitas vezes drásticas e consideradas duras por muitos. “O momento que estamos passando tem que ser enfrentado em conjunto. Tanto o poder público como a população tem um importante papel no controle e na prevenção de novos casos do Covid-19. Estamos trabalhando diuturnamente para garantir a saúde e a vida da nossa população cuiabana”, assegurou Pinheiro.

“A prioridade é adotar todas as medidas necessárias para garantir a saúde e a vida da população. Estamos preocupados com os cenários vindouros, mas estamos tomando tidas as precauções a fim de preparar a Capital para enfrentar esse grave momento de pandemia do coronavírus”, concluiu.

 

 

Medidas

 A Prefeitura de Cuiabá, pautada no cuidado com à população, vem adotando uma série de medidas drásticas para evitar que a propagação da infecção se alastre na capital, uma das medidas foi a criação de um comitê de enfrentamento ao Covid 19, suspensão das aulas na rede municipal, fechamento do comércio (à exceção de estabelecimentos citados no Decreto 7.851/2020), a proibição do corte de fornecimento de água por 60 dias, suspensão das atividades em grupo nos CRAS e CREAS, limitação do Restaurante Popular a 50 pessoas por vez, suspensão do passe livre e da tarifa social de 23/03 a 05/04, suspensão do transporte público, higienização dos ônibus no ponto final de cada linha e disponibilização de álcool em gel nos terminais e estações, fechamento de feiras e ainda a determinação para execução do home office para os servidores públicos, excetuando-se os profissionais da Saúde. 

  

Comentários Facebook