Prefeitura busca Secretaria Nacional de Trabalho para solucionar problemas com pagamento de auxilio emergencial de ex-servidores

Davi Valle

A Prefeitura de Cuiabá, por meio da Secretaria de Gestão entrou em contato com a Secretaria de Trabalho, do Ministério da Economia para auxiliar ex-servidores que relataram dificuldade para receber o auxílio emergencial do Governo Federal, por conta da pandemia do novo Coronavírus. Uma das razões do problema estaria na base de dados do Ministério, que pode estar desatualizada. 

“Após recebermos diversos pedidos de ajuda de ex-servidores que relatavam o mesmo problema de dados desatualizados relacionados a vínculo empregatício, entramos em contato com a Secretaria do Trabalho para intermediar a situação e auxiliar nossos antigos colaboradores no que estiver ao nosso alcance”, relatou a secretária da Pasta, Ozenira Felix. 

Ex-servidores do Município estão com seus pedidos de auxílio negados por constar na base de dados do Governo Federal, vínculo empregatício com a Prefeitura de Cuiabá. De acordo com a titular da Secretaria de Gestão, essas pessoas não constam mais na folha de pagamento do Município. 

Em contato com a Secretaria de Trabalho, do Ministério da Economia descobriu-se que a situação pode estar acontecendo em todo o país. Há duas razões identificadas até o momento, que podem ser a origem da falha: a falta de atualização do cadastro nacional relativo ao ano base de 2019, que sempre ocorre no dia 30/06 e contratos anteriores aos vínculos com a Prefeitura que ainda não foram finalizados.

Sobre a primeira situação, a secretária-adjunta de Gestão, Mariana dos Santos dá mais detalhes. “Quando um servidor é desligado, nós imediatamente atualizamos a sua situação empregatícia, mas a informação só é repassada a Secretária de Trabalho no período estipulado pelo órgão para envio da atualização. Acontece que, este ano, o período para enviar as novas baixas da folha de pagamento foi de 09 de março a 17 de abril, posterior a data de pagamento do auxílio emergencial, ou seja, os dados para pagamento estavam desatualizados e pessoas que já não são mais servidores, ainda constam com vínculo empregatício com a Prefeitura de Cuiabá”, explicou a secretária-adjunta de Gestão.

Até que a situação seja resolvida junto a Secretaria de Trabalho, a recomendação é buscar orientação diretamente pelo site do Ministério da Economia ou pelo telefone 121. A Secretaria de Gestão espera um posicionamento do Ministério da Economia quanto a situação. Enquanto isso, a Pasta também criou um canal específico para auxiliar ex-servidores que estejam com problemas, basta entrar em contato pelo email smge.covid19@cuiaba.mt.gov.br/ ou pelo telefone (65) 3645-6021.

Comentários Facebook