Ordens de serviços são assinadas para obras na Av. dos Trabalhadores e nos bairros Sol Nascente, Guaicurus e Jd. Eldorado

Luiz Alves

O prefeito Emanuel Pinheiro assinou nesta terça-feira (30) duas ordens de serviços para o início de novas obras de infraestrutura viária em Cuiabá. A primeira atende a Avenida Dante Martins de Oliveira (Av. dos Trabalhadores), que passará pelo processo de duplicação. Já a segunda beneficia os bairros Sol Nascente, Guicurus e Jardim Eldorado com os serviços de rede de drenagem de águas pluviais e pavimentação. 

“Assumimos esse compromisso com os moradores dessa região e, hoje, estamos cumprindo. Vamos trabalhar em uma das mais importantes e movimentadas avenidas da cidade, mas sem esquecermos de atender também os moradores dos bairros mais carentes. São obras de qualidade, que valorizam a região e dão mais dignidade para quem reside nessas localidades”, comenta o prefeito Emanuel Pinheiro. 

No caso da duplicação da Dante Martins de Oliveira, a obra recebe o investimento de R$ 2.329.558,39. A intervenção de aproximadamente dois quilômetros abrange o trecho situado entre o Residencial Santa Inês e as proximidades do Centro Integrado de Segurança e Cidadania (Cisc), do bairro Planalto. O trabalho será coordenada pela Secretaria de Obras Públicas e executado pela Construtora Nhambiquaras. 

A duplicação engloba a realização dos trabalhos de construção de todo o sistema de escoamento de águas pluviais, terraplanagem e pavimentação. Além disso, estão previstos os serviços de instalação de meio-fio, edificação de calçadas, e sinalização viária horizontal e vertical. A obra faz parte do programa Minha Rua Asfaltada, desenvolvido pela Prefeitura de Cuiabá desde 2017.

“Assim como acontece em todas todas nossas obras de asfaltamento, vamos utilizar o revestimento do tipo Concreto Betuminoso Usinado a Quente (CBUQ), que é o tipo mais recomendado para intervenções em malha viária. Junto com isso, a construção da rede de drenagem fará com que o escoamento de água funcione com eficiência e a vida útil do pavimento seja ainda mais duradoura”, explica o secretário de Obras Públicas, Vanderlúcio Rodrigue. 

PAVIMENTAÇÃO DE BAIRROS 

Também inclusos no Minha Rua Asfaltada, os bairros Sol Nascente, Guaicurus e Jardim Eldorado recebem o investimento de R$ 2.714.328,49. O montante é suficiente para executar cerca de três quilômetros de rede de drenagem e pavimentação nas três comunidades. Somados a isso, fazem parte também do contrato com a empresa Center Pav a instalação de meio-frio e edificação de todo o calçamento. 

“É um sonho de muitos anos que começa a ser realizado. Foi um compromisso que o prefeito Emanuel Pinheiro fez com nossas comunidades e que está cumprindo. Mais de 50 mil pessoas residem nessa região e, direta ou indiretamente, serão beneficiadas. Cuiabá se transformou nesses últimos quatro anos. Pavimentação não é só embelezamento, mas também é saúde”, avalia o presidente da Associação de Moradores do Sol Nascente, José Carlos.

Respeitando todos os protocolos de de biossegurança, o ato simbólico contou com a participação do presidente da Câmara Municipal, vereador Misael Galvão, e dos vereadores Marcrean Santos e e Toninho de Souza. “O prefeito teve a sensibilidade de estender as obras de pavimentação para essas comunidades. para mim é um orgulho participar desse momento, que demonstra uma gestão humanizada”, disse o Marcrean do Santos. 

ORIGEM DOS RECURSOS

O lançamento das obras foi alcançado por meio da assinatura de contrato com o Banco do Brasil, que resultou no financiamento de R$ 17.823.362,91. Com o valor, o Município também atenderá os bairros Jardim Industriário II, Nova Esperança III e a segunda etapa do Jardim Imperial II, já que a primeira foi asfaltada pela gestão atual.

A operação de crédito formalizada é fruto de um trabalho intenso feito pelo setor de finanças do Município, liderado pelos secretário de Planejamento, Zito Adrien, e de Fazenda, Antônio Roberto Possas de Carvalho. O financiamento já estava previsto no orçamento municipal de 2020 e possui o prazo de 24 meses de carência e 96 meses para amortização.

 

Comentários Facebook