Politica MT

Deputado destina R$ 1 milhão para construção de Escolas nos bairros Alfredo de Castro e Mathias Neves

Foto: Assessoria

O deputado estadual Thiago Silva (MDB) destinou uma emenda parlamentar na ordem de R$ 1 milhão para construção de duas novas escolas estaduais em Rondonópolis. Uma unidade será construída no bairro Alfredo de Castro, a outra no Mathias Neves.

A preocupação do parlamentar com a região é suprir uma demanda de quase 2.000 estudantes, que hoje precisam buscar espaços educacionais fora da região que residem. “Essas duas regiões já contam com uma população de aproximadamente 10 mil habitantes e demanda por escolas é cada vez mais urgente. Sabemos de casos de jovens que estudam quase 10km longe de casa, isso impacta diretamente no aprendizado dos alunos e gera grande preocupação para os pais”.

A boa articulação do deputado, junto à Secretaria de Estado da Educação deve garantir as novas escolas num curto espaço de tempo. A construção das duas escolas já aprovada pelo Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social de Governo (CONDES), órgão vinculado ao Governo do Estado. “Estamos sempre em constantes conversas com a Seduc. A secretária Marioneide Kliemaschewsk tem se mostrado muito sensível a ampliação das unidades de educação e também comprometida com um cronograma de execução. Tenho certeza que essas duas unidades serão inauguradas em breve, pois com a destinação da emenda, a Seduc já vai iniciar o processo de licitação ”.

Veja Mais: Durante live com deputado, CRM-MT pede para população evitar aglomerações e usar máscara

A educação de qualidade é marca registrada do deputado Thiago Silva, que acompanha o legislador desde os tempos na Câmara de Rondonópolis. Durante todo o ano de 2019, primeiro de mandato na Assembleia Legislativa, Thiago procurou destravar obras em unidades que foram abandonadas pelo governo anterior. “Nos primeiros de 10 meses de 2019, conseguimos, junto com Seduc, concluir a reforma da Escola Emanuel Pinheiro, retomamos as obras na Escola Marechal Dutra. A tão esperada reforma total na Escola Adolfo Augusto de Moraes deve acontecer até agosto deste ano. Trabalhamos para fortalecer a educação e recuperar anos descaso promove pela gestão estadual anterior”.

Leia Também:  Projeto quer proibir apologia a maus-tratos contra animais em materiais didáticos nas instituições de ensino em MT

Ainda em 2019 o legislador conseguiu, com o governo de Mato Grosso, a retomada da construção da escola no bairro Maria Tereza, iniciada em 2013. A obras recomeçaram em fevereiro de 2020. Quando estiver concluída, a nova unidade terá capacidade para atender quase mil alunos. O projeto contempla 16 salas de aula, laboratório de informática, quadra coberta, banheiros, vestiários, refeitório e cozinha.

Comentários Facebook

Destaque

Projeto quer proibir apologia a maus-tratos contra animais em materiais didáticos nas instituições de ensino em MT

O deputado estadual Paulo Araújo (Progressistas) apresentou, na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), na última quarta-feira (17), o Projeto de Lei n° 922/20, que visa promover a conscientização das futuras gerações para que se tornem cidadãos comprometidos com a proteção dos animais e com a preservação ambiental.

A matéria proposta trata sobre a proibição de apologia a maus-tratos contra animais em materiais didáticos nos estabelecimentos públicos e privados de ensino no estado de Mato Grosso. A apologia a que se refere seria maus-tratos, como quaisquer imagens, texto ou referência que provoquem repulsa ao leitor ou que faça associação dos animais com atividades de exploração cruel.

“Uma sugestão é que, ao invés de criar materiais didáticos que fazem apologia sobre maus-tratos a animais, o interessante é abordar noções de respeito e proteção aos animais a fim de despertar e promover desde a infância e adolescência a reflexão sistemática sobre o tema do respeito e da proteção que devem ser dispensados continuamente aos animais”, enfatizou Araújo.

Conforme o texto, as editoras deverão se adequar às disposições desta lei no prazo de um ano após o início de sua vigência. O descumprimento estabelecido nesta legislação submeterá aos infratores a multa no valor de dez mil reais. E, em caso de reincidência, o valor da multa será dobrado.

Leia Também:  Empresas de MT poderão ter incentivos ao contratar vítimas de violência doméstica

Em setembro deste ano, o presidente Jair Bolsonaro sancionou uma nova lei, bem mais severa, para combater os crimes de maus-tratos contra animais. A nova lei estabelece pena de dois a cinco anos de reclusão para quem praticar atos de abuso, maus-tratos ou violência contra cães e gatos.

Além disso, o texto também prevê multa e proibição da guarda para quem praticar os atos contra esses animais. A pena será aumentada de um sexto a um terço se o crime causar a morte do animal, o que foi mantido no novo projeto. O termo “reclusão” indica que a punição pode ser cumprida em regime inicial fechado ou semiaberto, a depender do tempo total da condenação e dos antecedentes do réu.

ADRIANE RANGEL / Gabinete do deputado Paulo Araújo | Foto: Freepik

Comentários Facebook
Continue lendo

RONDONÓPOLIS

POLÍTICA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA