Deputado sugere uso de drones para fiscalizar aglomerações de pessoas na pandemia da Covid-19

A proposição do Delegado Claudinei é para prevenir e evitar o aumento de pessoas contaminadas pelo novo coronavírus

Indicação do deputado Claudinei é para identificar com drone a aglomeração de pessoas-Foto: Assessoria

Para intensificar a fiscalização quanto a aglomeração de pessoas em locais públicos no período da pandemia da Covid-19, o deputado estadual Delegado Claudinei (PSL) propôs em sessão plenária, na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), a utilização de drones para o devido monitoramento. O pedido foi encaminhado para a Secretaria de Segurança Pública de Mato Grosso (Sesp-MT) por meio de indicação de n.º 3.075/2020.

O principal objetivo da proposição é de monitorar os municípios mato-grossenses com alto índice de contaminação pela Covid-19. De acordo com o parlamentar, o estado de Mato Grosso já se tornou o epicentro da pandemia da Covid-19 e desafia os governos estadual e municipais a adotarem medidas enérgicas e excepcionais para frear a velocidade de propagação da doença.

Aglomeração

Foto: Assessoria

“O colapso no sistema de saúde, a falta de profissionais e medicamentos, a busca ativa por leitos de UTIs (Unidades de Terapia Intensiva), é muito preocupante. Precisamos ter alternativas para controlar o aumento de pessoas infectadas. Infelizmente, quando há flexibilidade com a aberturas dos comércios, bares, restaurantes, entre outros locais que contam com fluxo de pessoas, deparamos com a desordem nas regras para frequentarem os locais”, explica Claudinei.

Veja Mais: PSL de Chapada dos Guimarães/MT, lança 2 pré-candidatos a prefeito

Ele conta que ao acompanhar os noticiários sejam de nível regional ou nacional, nota que ainda existem pessoas que não reconhecem o perigo ao estarem em aglomerações e, consequentemente, violarem as recomendações e determinações do governo estadual, Ministério da Saúde e Organização Mundial da Saúde (OMS). “Infelizmente, Mato Grosso já foi notícia em mídia nacional com festas clandestinas durante a pandemia. Isso favorece a propagação da doença. É preciso respeitar o que é imposto pelas autoridades para conter o avanço da pandemia e manter o distanciamento social”, posiciona o parlamentar.

Em relação ao uso de drones para fazer a fiscalização, Claudinei explica que existem alguns equipamentos sob responsabilidade da Sesp-MT e, por isso, solicitou na indicação para que seja distribuído para as instituições das polícias civis e militares. “Estes profissionais da segurança pública, além de realizarem o patrulhamento via terrestre, poderão também utilizar estes drones para identificar com maior agilidade locais com um número grande de pessoas, para que assim, possam realizar a dispersão do público e a devida notificação dos locais”, esclarece o deputado.

Pandemia – Na última atualização do Boletim Epidemiológico do Governo do Estado de Mato Grosso, do dia 27 de julho, já são 45.155 casos confirmados de Covid-19, com 1.664 óbitos.

Comentários Facebook