Baixada Cuiabana

Crianças são encontradas em situação de abandono em ponto de venda de drogas

Três crianças que estavam em situação de abandono em decorrência do tráfico de drogas foram resgatadas pela Polícia Civil com apoio do Conselho Tutelar, na tarde de terça-feira (13.10), em uma residência no bairro Jardim Renascer, em Cuiabá.

As crianças, de 10, 2, e 1 anos de idade, foram encontradas durante cumprimento de mandado de busca e apreensão realizado pela equipe da Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE). A ordem judicial foi expedida pela 13ª Vara Criminal da Capital com base em investigações da DRE que apontavam a traficância de drogas praticadas por um casal no endereço.

Quando chegaram ao local, os policiais da DRE encontraram os três menores de idade em situação de abandono. Questionada, a filha mais velha disse que os pais saíram cedo de casa e não retornaram A menina também demonstrou através de desenhos a atuação do padrasto com a venda de entorpecentes e da mãe que guardava e fazia uso da droga.

Em buscas na residência, não foi encontrado nenhum material ilícito, porém a casa apresentava forte odor de entorpecente. As crianças foram entregues a equipe do Conselho Tutelar que fez o registro da ocorrência na Delegacia Especializada de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente (Deddica).

Leia Também:  PM descobre quadrilha de golpe na internet, apreende R$ 7 mil e tira droga de circulação

“Tudo indica que os responsáveis pelas crianças saíram cedo para atuar com a venda de drogas. Desta forma, os policiais acionaram a equipe do Conselho Tutelar perante a situação dramática e caótica em que àquelas crianças estavam vivendo”, explicou Vitor Hugo Bruzulato Teixeira, delegado titular da DRE.

Comentários Facebook

Baixada Cuiabana

Homem é detido depois de bater e ameaçar esposa grávida de 8 meses em Cuiabá

Policiais militares do 24º BPM prenderam nesta quinta-feira (22.10) um homem por violência doméstica, no bairro Pedra 90, na capital. A vítima, sua esposa, está grávida de oito meses e não seria a primeira vez que é agredida e ameaçada pelo companheiro.

Os policiais foram acionados e quando chegaram à residência, encontraram a mulher com hematomas pelo corpo. Ela contou que foi mantida em cárcere privado, mas conseguiu fugir.

Disse que teria trocado a fechadura da casa para impedir que o agressor tivesse acesso ao imóvel, porém, ao descobrir, o homem pulou o murro e iniciou uma nova sequência de agressões, inclusive na barrida, quando a vítima pediu ajuda de vizinhos que acionaram a PM.

O acusado foi rendido e algemado próximo da casa tentando fugir do flagrante.

Comentários Facebook
Leia Também:  Polícia Civil identifica um dos autores de furtos no centro de Rondonópolis
Continue lendo

RONDONÓPOLIS

POLÍTICA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA