Cuiabá

Pesquisa Ibope: Abílio tem 48% e Emanuel 40% das intenções de voto em Cuiabá

A pesquisa do Instituto Ibope, divulgada pela TV Centro América na noite desta segunda-feira (23), mostra o candidato Abílio Brunini (Podemos) na frente com 48% das intenções de votos. O candidato à reeleição, Emanuel Pinheiro (MDB), tem 40%.

A margem de erro da pesquisa é de 4% para mais ou para menos, portanto os candidatos estão empatados tecnicamente.

7% declararam que vão votar branco ou nulo e 6% não responderam.

VOTOS VÁLIDOS

Quando contabilizado apenas os votos válidos, quando se exclui os indecisos, brancos e nulos, Abílio tem 56% das intenções de votos e Emanuel 46%.

O Ibope ouviu 602 eleitores entre os dias 21 e 23 de novembro. Ela está registrada na Justiça Eleitoral com o número MT-07435/2020 e tem 95% de nível de confiança.

Fonte: Repórter MT

Comentários Facebook
Leia Também:  PM prende homem com mandado de prisão por estupro de vulnerável

Cuiabá

Primeiros sete profissionais da saúde cuiabanos são vacinados contra a Covid-19

Após quase um ano de pandemia da Covid-19 em Cuiabá, foram vacinadas, na manhã desta quarta-feira (20), as primeiras sete pessoas na campanha “Vacina Cuiabá – sua vida em primeiro lugar”, trazendo esperança de superação deste momento difícil pelo qual passa toda a humanidade.

Receberam a primeira dose da CoronaVac os trabalhadores da saúde: João Acassio de Moraes, 47 anos, maqueiro da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Covid do Hospital São Benedito; Cervantes Caporossi, médico do Hospital Santa Rosa, com 42 anos de experiência em UTI e centro cirúrgico; José Augusto Curvo (Tampinha), 71 anos, médico há 47 anos; Maíra Sandes, médica plantonista do Hospital São Benedito; Dercilio de Souza Ferreira, 49 anos, enfermeiro do Hospital Referência à Covid-19, atuando há 26 anos em pronto atendimento, emergência e UTI; Jakelyne Thayane de Arruda Soares, 28 anos, assistente social no Hospital São Benedito, onde atua com a Visita Virtual aos pacientes internados com Covid-19 e Thuany Meira Girando, 29 anos, enfermeira e coordenadora de enfermagem da UTI do Hospital São Benedito.

Durante o evento de início da campanha de vacinação, o prefeito Emanuel Pinheiro exaltou a abnegação desses profissionais, que se dedicam a salvar vidas. “Homenageio os servidores públicos da Capital em nome dos valorosos guerreiros e guerreiras profissionais da saúde da Capital do estado de Mato Grosso. Quero parabenizar por todo esse comprometimento e por todo esse amor de servir ao público e de se dedicar, num momento tão difícil da humanidade, para que Cuiabá saia à frente e continue sendo uma capital referência no enfrentamento do combate a covid-19”, discursou.

Leia Também:  Polícia Civil cumpre prisão de envolvido em roubo de gado, sequestro e cárcere privado

Emanuel destacou ainda que este dia marca o mais importante, simbólico e emblemático momento da campanha” e agradeceu o empenho da equipe da Secretaria Municipal de Saúde (SMS). “Em nome da secretária municipal de Saúde, Ozenira Félix, da coordenadora do plano municipal de vacinação, Valéria de Oliveira e da supervisora deste plano, Flávia Guimarães, quero parabenizar o trabalho fora de série, diuturno, detalhado, responsável, aplicado e precavido na saúde e na vida de todos os cuiabanos e cuiabanos dessa minha equipe que eu tenho orgulho de liderar como prefeito da capital do Estado de mato Grosso”, enfatizou.

O prefeito informou que, por enquanto, por conta do reduzido número de doses enviadas, serão vacinados apenas trabalhadores da saúde que estão na linha de frente do combate à covid-19. Ao longo desta quarta-feira (20), cerca de 100 trabalhadores da linha de frente da covid-19, que atuam em hospitais públicos e privados, serão vacinados.

Primeiro a ser vacinado em Cuiabá, o maqueiro João Acassio comemorou o fato de ter sido vacinado e relembrou o momento de horror que viveu ao longo de meses socorrendo pacientes com Covid-19. “É desesperador porque você vê as pessoas buscando o ar e já inseguras, falando que estão com medo de não voltar para casa em função de terem contraído a doença. É muito desesperador, a gente viveu um ano de grande aflição em 2020”.

Leia Também:  Mato Grosso tem primeira indígena vacinada contra a Covid-19

O trabalhador da saúde ainda orientou à população que procure se vacinar, quando chegar seu momento na lista de grupos prioritários. “Sei que por ser algo novo, algumas pessoas estão preocupadas e ficam um pouco inseguras na questão de receber essas doses. Mas o que posso dizer como profissional da área da saúde, é que elas precisam sim se imunizar, que possam rever a maneira de se comportar diante de um vírus tão perigoso como esse. Não esperem que essa tragédia chegue às casas delas, nas famílias delas”, alertou.

Fonte: Celly Silva | Foto: Luiz Alves – SECOM Prefeitura de Cuiabá

Comentários Facebook
Continue lendo

RONDONÓPOLIS

POLÍTICA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA