Destaque

Força Tática intercepta quadrilha especializada em furtos de módulos e conectores de carreta

Equipes da 14ª Companhia de Força Tática em Rondonópolis (a 212 km de Cuiabá) prenderam na noite desta sexta-feira (27.11), três homens por furto e formação de quadrilha, no bairro Distrito Industrial Vetorasso.

A informação via 190 descrevia que os suspeitos tinham acabado de praticar um furto e seguiam sentido a cidade em um veículo Ford Ka prata. Em diligência pela BR 163, os policiais interceptaram os suspeitos.

Dentro do carro estavam dois módulos de carretas e uma caixa com várias ferramentas. Questionados, um dos homens confessou que as peças seriam de duas carretas que estavam estacionadas, sendo uma em ponto de parada e a outra no posto de gasolina.

Ele contou que o modus operandi era sempre o mesmo. Dois ficavam no carro, enquanto o terceiro tirava a peça. Acrescentou que vendia as peças para os mesmos compradores em Cuiabá e Rondonópolis e, que estão na pratica criminosa há um ano.

Os militares foram ainda na casa sobre dois dos suspeitos e encontraram mais dois módulos e três conectores de módulo. Via sistema, fato também confirmado pelos suspeitos, foi conferido que eles estão envolvidos nos furtos ocorridos nos dias 25 de maio e 08 de julho, e Rondonópolis.

Leia Também:  Mato Grosso inicia vacinação contra a Covid-19 e imuniza 10 trabalhadores da Saúde

Os policiais conseguiram encontrar uma das vítimas, o motorista de uma carreta Volvo branca. Ele ainda não tinha percebido a falta da peça.

Comentários Facebook

Destaque

Polícia recebe novas informações e checa possível paradeiro do menino Samuel

A Delegacia Especializada de Defesa da Mulher (DEDM) de Rondonópolis (212 km ao sul de Cuiabá) realizou nesta semana diligência para averiguar mais uma informação sobre o possível paradeiro do garoto Samuel Victor Carvalho, desaparecido desde outubro de 2019.

A partir de informações recebidas de Campo Grande (MS), a equipe da DEDM de Rondonópolis passou a apurar os fatos e solicitou apoio da Polícia Civil de Mato Grosso do Sul, que realizou diligências in loco para a verificação do endereço levantado.

No entanto, após a checagem, foi constatado que a informação não procedia e não se tratava do menino desaparecido em Rondonópolis.

A Delegacia Especializada de Defesa da Mulher de Rondonópolis informa que o inquérito policial sobre o caso continua em andamento. Nas investigações foram ouvidas diversas testemunhas sobre os fatos, incluindo vizinhos, familiares, conhecidos da igreja que a vítima frequentava, profissionais da escola onde o menor estudava.

Também foram realizadas medidas de Polícia Judiciária na tentativa de esclarecer os fatos, contudo até o presente momento não existem indícios da prática de outros crimes, portanto, a Delegacia da Mulher continua trabalhando com a hipótese de desaparecimento.

Leia Também:  Fiocruz admite possível atraso na produção da vacina

Todas as informações e denúncias em relação ao caso que chegam à delegacia são investigadas e checadas.

A Polícia Civil continua trabalhando no caso e conta com apoio da população com novas informações que possam auxiliar nas investigações. As denúncias podem ser feitas através do 197, ou pelo 66) 3423-1754 e através whatsapp (66) 9 9937-5462.

Comentários Facebook
Continue lendo

RONDONÓPOLIS

POLÍTICA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA