Destaque

Mato Grosso tem sete dos municípios com maior dinamismo no mercado de trabalho do país

Mato Grosso tem sete municípios na lista dos 100 com maior dinamismo no mercado de trabalho do país. O levantamento foi realizado pela Confederação Nacional de Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), a pedido do jornal Estadão, e mostra que as cidades ligadas ao agronegócio ampliaram a quantidade de empregos formais em 2020.

Campo Verde, Querência, Mirassol D’Oeste, Nova Mutum, Sapezal, Sorriso e Barra do Bugres são os representantes estaduais na lista, respectivamente, em 22º, 60º, 67º, 69º, 77º, 95º e 100º lugar. O economista chefe da CNC, Fabio Bentes, responsável pelo estudo, explica que quando é feita a pesquisa pelo crescimento proporcional de emprego estes municípios se destacam.

Para o secretário de Desenvolvimento Econômico de Mato Grosso, César Miranda, para além de bons resultados no campo, o agronegócio também gera emprego e renda nos municípios mato-grossenses. “Os números cada vez mais mostram que há este movimento de mais e melhores empregos nas cidades agropecuárias. E o Governo do Estado investe para melhorar ainda mais, focando em agroindustrialização, em trazer empreendimentos e mais riquezas para todos os cidadãos que vivem nas cidades”, afirma.

Leia Também:  Preso suspeito de perseguir e executar presidente do Sanear

Exemplo de que o agronegócio é sólido em Mato Grosso foi a pandemia da Covid-19, que pouco afetou o setor. A safra estadual de soja no ciclo 2019/2020 teve produção de 35 milhões de toneladas. Demanda chinesa e outros países asiáticos, preços internacionais em alta e desvalorização do câmbio foram fatores que levaram ao bom resultado.

Dos sete municípios na lista da CNC, cinco são destaque na produção de soja: Sorriso é o primeiro produtor, com 2,2 milhões de toneladas nesta safra; Nova Mutum produziu 1,4 milhão de toneladas; Sapezal produziu 1,2 milhão de toneladas, Querência, 1,1 milhão de toneladas e Campo Verde, que produz 753 mil toneladas. Mirassol D’Oeste é um município com aptidão para pecuária e Barra do Bugres tem produção de cana-de-açúcar e usina.

Para o economista Fabio Bentes, o agronegócio tem investido fortemente em tecnologia e isso, teoricamente, deveria torna-lo um setor poupador de mão de obra. “Os números mostram que, mesmo com a tecnologia, o setor tem contratado mão de obra em um esforço para o aumento da produtividade”, afirma.

Leia Também:  Estelionatário é preso em Rondonópolis com produtos comprados pela internet utilizando cartões de diversas vítimas

O levantamento considerou o estoque de emprego formal dos municípios pela Relação Anual de Informações Sociais (RAIS), do Ministério da Economia, e cruzou essas informações com os micro dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) até setembro. Foram excluídos municípios com menos de 5 mil postos formais de trabalho no fim de 2019.

Comentários Facebook

Destaque

Mato Grosso registra 205.162 casos e 4.902 óbitos por Covid-19

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta quinta-feira (21.01), 205.162 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 4.902 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 1.428 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 205.162 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 8.972 estão em isolamento domiciliar e 190.234 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 285 internações em UTIs públicas e 318 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 71,18% para UTIs adulto e em 37% para enfermaria adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (45.058), Várzea Grande (13.748), Rondonópolis (13.561), Sinop (10.865), Tangará da Serra (9.038), Sorriso (8.959), Lucas do Rio Verde (8.309), Primavera do Leste (6.283), Cáceres (4.813) e Nova Mutum (4.290).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

Leia Também:  Detran-MT suspende CNH de 3 mil motoristas infratores

O documento ainda aponta que um total de 174.439 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 573 amostras em análise laboratorial.

Comentários Facebook
Continue lendo

RONDONÓPOLIS

POLÍTICA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA