Destaque

Homem é perseguido e executado por encapuzados dentro da casa de vizinho

Um homem de 34 anos foi encontrado morto no quintal de uma casa, no bairro Mato Grosso, em Alto Garças (km de Cuiabá), na madrugada desta sexta-feira (08). Um grupo de atiradores invadiu a casa onde Ronildo Franco de Oliveira Arcênio estava e atiraram várias vezes contra o homem, que morreu no local.

De acordo com a Polícia Militar, o dono da residência contou que estava dormindo com a família quando ouviu um barulho alto dentro da sua casa. Quando ele foi ver o que estava acontecendo, encontrou Ronildo caído no chão da sua cozinha.

Uma testemunha afirmou que Ronildo estava em uma das casas do bairro bebendo com os amigos, quando um grupo de criminosos encapuzados chegou ao local e começaram a atirar contra ele.

Os bandidos portavam armas longas, aparentando ser calibre 12. Ronildo saiu correndo pelos fundos da residência e foi seguido pelos bandidos. Ele pulou os muros de algumas casas da vizinhança, mas foi surpreendido por um dos criminosos e morto a tiros.

Leia Também:  PM recupera HB20 e detém adolescente por roubo em Rondonópolis

Após o crime, os bandidos fugiram em alta velocidade um carro não identificado. Ainda não se sabe quantos homens praticaram o crime, mas a Polícia acredita que foram ao menos 4 bandidos, já que Ronildo foi cercado rapidamente antes de ser morto.

Também não há informações sobre a motivação do assassinato. O caso será investigado pela Polícia Civil.

Fonte: João Aguiar – Repórter MT

Comentários Facebook

Destaque

Polícia recebe novas informações e checa possível paradeiro do menino Samuel

A Delegacia Especializada de Defesa da Mulher (DEDM) de Rondonópolis (212 km ao sul de Cuiabá) realizou nesta semana diligência para averiguar mais uma informação sobre o possível paradeiro do garoto Samuel Victor Carvalho, desaparecido desde outubro de 2019.

A partir de informações recebidas de Campo Grande (MS), a equipe da DEDM de Rondonópolis passou a apurar os fatos e solicitou apoio da Polícia Civil de Mato Grosso do Sul, que realizou diligências in loco para a verificação do endereço levantado.

No entanto, após a checagem, foi constatado que a informação não procedia e não se tratava do menino desaparecido em Rondonópolis.

A Delegacia Especializada de Defesa da Mulher de Rondonópolis informa que o inquérito policial sobre o caso continua em andamento. Nas investigações foram ouvidas diversas testemunhas sobre os fatos, incluindo vizinhos, familiares, conhecidos da igreja que a vítima frequentava, profissionais da escola onde o menor estudava.

Também foram realizadas medidas de Polícia Judiciária na tentativa de esclarecer os fatos, contudo até o presente momento não existem indícios da prática de outros crimes, portanto, a Delegacia da Mulher continua trabalhando com a hipótese de desaparecimento.

Leia Também:  Homem tenta matar esposa, após ela postar foto nas redes sociais em Rondonópolis

Todas as informações e denúncias em relação ao caso que chegam à delegacia são investigadas e checadas.

A Polícia Civil continua trabalhando no caso e conta com apoio da população com novas informações que possam auxiliar nas investigações. As denúncias podem ser feitas através do 197, ou pelo 66) 3423-1754 e através whatsapp (66) 9 9937-5462.

Comentários Facebook
Continue lendo

RONDONÓPOLIS

POLÍTICA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA