Destaque

Tráfico de drogas, estelionato e aglomeração lideram denúncias no Ciosp em 2020

Mais de 70 tipificações criminais foram denunciadas aos números de emergência da Polícia Judiciária Civil (197) e o Disque Denúncia Nacional (181). Ao todo, de janeiro a dezembro de 2020 foram recebidas 7.963 ligações anônimas. No mesmo período de 2019 somaram 7.643, o que resulta em um acréscimo de pouco mais de 4% de um ano para outro. Os dados são da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT).

No topo da lista como o crime mais denunciado, está o tráfico de drogas, com 2.716 ligações. Em seguida vem estelionato, com 588 queixas e casos de aglomeração relacionados ao novo coronavírus, com 482 denúncias. Os números são recebidos no Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp).

A gerente de denúncias da Sesp, Daise Beckmann Morel Luck, disse que a maioria das reclamações quanto ao Covid-19 são por aglomeração. “Ano após ano percebemos que os crimes de tráfico de droga incomodam bastante a população, contudo, no ano passado, tivemos um número considerável de denúncias por descumprimento das medidas de prevenção ao coronavírus”, enfatizou.

Leia Também:  Governo de Mato Grosso entrega 250 viaturas na próxima sexta-feira (22)

Ainda segundo Daise, as denúncias pelo coronavírus começaram em março, mesmo mês que foram decretadas as medidas de prevenção no Estado. Os meses que registraram o maior número de denúncias foram junho e julho, com 167 e 109 queixas, respectivamente.

Outras denúncias foram feitas em relação a formação de quadrilha (388), maus tratos a animais (343), uso e porte de drogas (338), ameaça (291), roubo (204), homicídio (202), dentre outros. O total de atendimentos do 197 correspondem aos municípios de Cuiabá e Várzea Grande. No interior, as denúncias são direcionadas às delegacias municipais e regionais. Já o 181 recebe denúncias de todo o Estado.

Os canais disponíveis ao cidadão funcionam 24 horas por dia, todos os dias da semana. Após o recebimento da denúncia, a equipe de atendentes encaminha a unidade policial para a verificação e, em seguida, tem início a investigação. A depender da tipificação criminal denunciada, pode ocorrer o flagrante.

O Ciosp recepciona também os números de emergência da Polícia Militar (190), Corpo de Bombeiros Militar (193), Guarda Municipal (153), Trânsito do Município (118), Defesa Civil (199) e Polícia Rodoviária Federal (191).

Leia Também:  Dupla é presa em flagrante vendendo maconha e haxixe em sistema de delivery

Além dos canais disponíveis, o setor dispõe de um número celular com WhatsApp para receber denúncias e informações complementares (fotos e vídeos). O contato é 65 99991-1197. A identidade do denunciante é mantida em sigilo absoluto.

Comentários Facebook

Destaque

Polícia recebe novas informações e checa possível paradeiro do menino Samuel

A Delegacia Especializada de Defesa da Mulher (DEDM) de Rondonópolis (212 km ao sul de Cuiabá) realizou nesta semana diligência para averiguar mais uma informação sobre o possível paradeiro do garoto Samuel Victor Carvalho, desaparecido desde outubro de 2019.

A partir de informações recebidas de Campo Grande (MS), a equipe da DEDM de Rondonópolis passou a apurar os fatos e solicitou apoio da Polícia Civil de Mato Grosso do Sul, que realizou diligências in loco para a verificação do endereço levantado.

No entanto, após a checagem, foi constatado que a informação não procedia e não se tratava do menino desaparecido em Rondonópolis.

A Delegacia Especializada de Defesa da Mulher de Rondonópolis informa que o inquérito policial sobre o caso continua em andamento. Nas investigações foram ouvidas diversas testemunhas sobre os fatos, incluindo vizinhos, familiares, conhecidos da igreja que a vítima frequentava, profissionais da escola onde o menor estudava.

Também foram realizadas medidas de Polícia Judiciária na tentativa de esclarecer os fatos, contudo até o presente momento não existem indícios da prática de outros crimes, portanto, a Delegacia da Mulher continua trabalhando com a hipótese de desaparecimento.

Leia Também:  Governo de Mato Grosso entrega 250 viaturas na próxima sexta-feira (22)

Todas as informações e denúncias em relação ao caso que chegam à delegacia são investigadas e checadas.

A Polícia Civil continua trabalhando no caso e conta com apoio da população com novas informações que possam auxiliar nas investigações. As denúncias podem ser feitas através do 197, ou pelo 66) 3423-1754 e através whatsapp (66) 9 9937-5462.

Comentários Facebook
Continue lendo

RONDONÓPOLIS

POLÍTICA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA