Cuiabá

Apenas Cuiabá e mais sete capitais concederam auxílio emergencial às famílias de baixa renda durante a pandemia

Cuiabá foi uma das oito capitais brasileiras reconhecida pela criação de auxílio emergencial durante a pandemia do novo coronavírus (Covid-19). A marca foi divulgada pelo portal de notícias nacional G1, após levantamento realizado por meio de pesquisa técnica.

“Receber essa notícia me dá muito orgulho. É mais um sinal que cumprimos com o dever de estar do lado da população que mais precisa. Temos a enorme satisfação de ver o trabalho da nossa gestão sendo destacado como referência em um ano tão atípico, marcado pelo sofrimento e pela capacidade de superação, ” comenta o prefeito Emanuel Pinheiro.

O programa emergencial e temporário, denominado “Renda Solidária Cuiabá”, foi criado com o objetivo de oferecer ajuda financeira às pessoas diretamente impactadas pelas dificuldades importas pela pandemia.

Conforme o prefeito, idealizador da proposta, foram beneficiados todos os profissionais autônomos devidamente cadastrados pela Prefeitura de Cuiabá, com mais de 18 anos e residentes há pelo menos três anos na Capital. “Essas pessoas foram as mais afetadas com a crise financeira ocasionada pela pandemia”, justificou.

Leia Também:  Batalhão Ambiental e Sema apreendem 135 quilos de pescado sem documentação

O Renda Solidária totalizou 1.256 trabalhadores contemplados com o recebimento de três parcelas de R$ 500. O auxílio foi pago para as categorias dos feirantes, ambulantes, transporte escolar, carroceiros e catadores de recicláveis.

O investimento foi feito por meio de remanejamento de recursos oriundos da suspensão das verbas indenizatórias do prefeito, vice-prefeito e secretários municipais, além de valores transferidos dos serviços administrativos da Secretaria de Habitação e Regularização Fundiária e também de encargos de tarifas bancárias.

Fonte: Carolina Miranda – Secom

Comentários Facebook

Cuiabá

Semob leiloa veículos apreendidos e não retirados por proprietários

A Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob) informa que foi publicado no Diário Oficial dessa quarta-feira (24), o aviso do leilão de veículos apreendidos e não retirados por seus proprietários dentro dos prazos e forma da legislação pertinente. O trâmite será realizado no dia 17 de março, às 9 horas e será conduzido pela empresa Foco Leilões.

O leilão acontece na modalidade online, classificados como conservados, sucatas aproveitáveis, sucatas aproveitáveis com motor inservível ou sucatas inservíveis. As sessões ocorrerão simultaneamente, com transmissão ao vivo e participação através do site de leilão www.focoleiloes.com.br.

O procedimento é realizado de acordo com as Leis Federais nº 8.078, de 1990, Lei nº 8.666, de 1993, Lei nº. 9.503, de 1997, Lei nº. 13.160, de 2015, Decreto Federal nº. 21.981, de 1932, Resolução Contran nº. 623, de 2016, bem como a legislação afim.

Os veículos a serem levados a leilão poderão ser verificados no site www.focoleiloes.com.br e/ou visitados no pátio da Rodando Legal/Semob – onde encontram-se acautelados, situado na Rua Beira Rio, S/N, Lote A01, Jardim Bela Marina, CEP 78000-000, nos dias 10, 11, 12, 15 e 16 de março. O Edital de Leilão contendo as especificações e as condições de participação, bem como a relação dos lotes está disponível no site www.focoleiloes.com.br.

Leia Também:  Denúncia auxilia condução de homem à delegacia por golpe em site de compra e venda
Comentários Facebook
Continue lendo

RONDONÓPOLIS

POLÍTICA

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA