Mato Grosso

Governo planeja trabalhar com Icmbio em ações de infraestrutura e melhoria do Parque Nacional

O Governo do Estado entregará nos próximos 45 dias uma proposta de plano diretor do Parque Nacional de Chapada dos Guimarães para o Instituto Chico Mendes de Conservação e Biodiversidade (Icmbio).

A ação foi decidida em uma reunião realizada em Brasília, na qual estavam reunidos o governador Mauro Mendes, o presidente do instituto Adalberto Sigismundo Eberhard e o secretário de estado de Desenvolvimento Econômico, Cesár Miranda.

No encontro, foi apresentada a possibilidade de parceria, com investimentos em infraestrutura e abertura de novos atrativos, entre eles a trilha na região do Portão do Inferno, um dos pontos de parada de quem passa pela estrada MT-251, em direção a Chapada dos Guimarães.

De acordo com Miranda, a ideia é ter a participação do ICMbio desde e projeto para assim, evitar impasses que prejudiquem o andamento das obras.

“Mostramos que temos planos para fomentar o turismo ecológico e que queremos compartilhar o trabalho de forma harmônica. Isto foi visto com bons olhos pelo presidente do instituto, que se mostrou ansioso para receber os documentos e afirmou ser favorável a estruturação conjunta do plano”.

Leia Também:  Governador confirma pagamento da RGA aos servidores ativos e aposentados em maio

A reunião aconteceu na quarta-feira (20), sendo que no mesmo dia, houve uma agenda com a presidente da Empresa Brasileira de Turismo (Embratur), Teté Bezerra, para discutir sobre futuras parcerias. Na ocasião, estavam presentes apenas o secretário Cesar Miranda e o secretário-adjunto de Turismo de MT, Jefferson Moreno.

Pantanal

Na primeira reunião da atual gestão com a Embratur, a presidente da autarquia disse que pesquisas mostram que o turista internacional tem interesse no Pantanal e que a região é sempre apontada como a principal vocação de Mato Grosso.

Ela também argumentou que existe um grande interesse por parte dos chineses, que demonstram interesse nas belezas naturais e na possibilidade de ter contato com diferentes experiências.

O titular da Sedec acrescentou que no quesito novas experiências, existe peculiaridades da cultura e gastronomia que agregam a este roteiro e certamente chamarão a atenção de quem busca algo novo.

Para Moreno, um dos principais resultados do encontro foi a possibilidade de se ampliar as parcerias com o governo Federal para participação de eventos nacionais e internacionais e ainda a formatação de fun tur e fun press com objetivo de conseguir novos divulgadores e operadores para a região.

Leia Também:  Mato Grosso recebe 60.800 doses de vacinas nesta sexta-feira (14)

Comentários Facebook

Destaque

Mato Grosso registra 382.621 casos e 10.420 óbitos por Covid-19

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde deste domingo (16.05), 382.621 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 10.420 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 691 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 382.621 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 8.634 estão em isolamento domiciliar e 362.030 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 407 internações em UTIs públicas e 316 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 77,23% para UTIs adulto e em 36% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (81.168), Rondonópolis (28.037), Várzea Grande (26.662), Sinop (20.032), Sorriso (13.081), Tangará da Serra (12.674), Lucas do Rio Verde (11.786), Primavera do Leste (10.263), Cáceres (8.088) e Alta Floresta (7.355).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

Leia Também:  Mato Grosso registra 379.928 casos e 10.327 óbitos por Covid-19

O documento ainda aponta que um total de 326.676 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 586 amostras em análise laboratorial.

Comentários Facebook
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA