CUIABÁ

Motoristas podem parcelar débitos do ano de 2019 em até 12 vezes

A Prefeitura de Cuiabá – por meio da Secretaria de Mobilidade Urbana – Semob informa aos motoristas que tiverem débitos relacionados à multas aplicadas por descumprimento às regras de trânsito têm a opção de parcelamento da dívida em até 12 vezes, nas penalidades aplicadas até o mês de dezembro de 2019.

O secretário de Mobilidade Urbana, Antenor Figueiredo destaca que esse tipo de acordo está previsto na Lei Complementar 274/11 onde está previsto que os valores sejam divididos em 12 vezes. “A medida visa facilitar o pagamento do débito por parte dos contribuintes, assim como aumentar a celeridade na emissão de documentos (CRLV)”, pontuou Antenor.

Os agendamentos podem ser feitos pelo telefone 3615-4206 ou pelo watssapp (65) 99610-5784. Foi disponibilizada uma equipe para realizar os atendimentos, onde será explicado o passo a passo que precisa para fazer a negociação.

Devido a pandemia do coronavírus, a fim de evitar aglomerações, os atendimentos presenciais são exclusivos para aquelas pessoas que não tem acesso a internet. Os demais serão resolvidos por meio digital.

Leia Também:  Trabalhadores nascidos em novembro podem sacar o auxílio emergencial

Os interessados devem ter em mãos, os dados do veículo, nome do proprietário e telefone para contato. Os pagamentos poderão ser feitos com cartões de débito ou crédito. O não pagamento de três parcelas consecutivas implicará na rescisão do parcelamento e vencimento extraordinário das demais parcelas. Sendo assim, os débitos passam a ser inscritos na dívida ativa do município.

Os valores serão destinados ao Fundo Municipal de Trânsito e Transportes Urbano (FMTU), que garante a capacitação e o gerenciamento de recursos financeiros e a execução de políticas voltadas ao setor.

Fonte: Carolina Miranda – Secom

Comentários Facebook

CUIABÁ

Em fiscalização orientativa, agentes flagram motoristas estacionados em vagas prioritárias em shoppings e supermercados

Agentes de Trânsito da Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob) flagraram em mais uma operação ‘Tolerância Zero’ realizada na noite desta quarta-feira (12) – motoristas e motociclistas estacionados em vagas reservadas para idosos e pessoas com deficiência (PDC). A ação foi educativa, mas, a partir de 15 de junho – os agentes irão aplicar uma penalidade aos motoristas infratores.

Os locais visitados foram: shoppings, parques e supermercados. Os motoristas flagrados estacionados irregularmente receberam uma cartilha orientativa que aponta os ‘erros’ de ocuparem uma vaga prioritária de estacionamento.

O secretário de Mobilidade Urbana, Juares Samaniego, avisa que a ideia é conscientizar a população para que não usem as vagas reservadas. “Todos os dias, alguns motoristas ou motociclistas irresponsáveis usam vagas prioritárias. Recebemos muitas queixas dos cidadãos com deficiência ou idosos que se veem impedidos de utilizarem essas vagas porque estão sendo ocupadas por aqueles que não necessitam delas. Por enquanto, não estamos aplicando multas, mas em junho iremos começar as autuações a esses motoristas”, explicou.

Estacionar em vagas reservadas aos deficientes e idosos sem credencial pode resultar na remoção do veículo, 7 pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e R$293,47 de multa.
Ação Educativa no Maio Amarelo – A atividade faz parte do calendário de ações do Movimento Maio Amarelo – que é para chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito em todo o mundo. A intenção é colocar em pauta o tema segurança viária e mobilizar toda a sociedade, envolvendo os mais diversos segmentos: órgãos de governos, empresas, entidades de classe, associações, federações e sociedade civil organizada para, fugindo das falácias cotidianas e costumeiras, efetivamente discutir o tema, engajar-se em ações e propagar o conhecimento, abordando toda a amplitude que a questão do trânsito exige, nas mais diferentes esferas.

Comentários Facebook
Leia Também:  Acidente em rodovia de MT mata motorista de Uno; crianças saem ilesas
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA