Agricultura

Aprosoja percorre 5 mil quilômetros nas BR’s 155/158, 163 e Transamazônica

Política Agrícola e Logística

Aprosoja percorre 5 mil quilômetros nas BR’s 155/158, 163 e Transamazônica

Estradeiro é o mais extenso realizado até hoje; foco é avaliar situação das principais rotas de escoamento dos grãos de MT

 

Aprosoja

04/12/2018

A Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja) e o Movimento Pró-Logística começaram, na quarta-feira (28), o último Estradeiro de 2018. O diferencial desta caravana é sua extensão: pela primeira vez, o grupo percorrerá de forma contínua 5 mil quilômetros, passando pelas BR’s 155/158, 163 e a Transamazônica (a BR-230).
O objetivo principal do Estradeiro é fazer uma verificação in loco da situação das principais rotas de escoamento dos grãos de Mato Grosso e, posteriormente, elaborar relatórios para serem encaminhados aos órgãos competentes pelas obras de manutenção e pavimentação das vias.
Hoje, a BR-155/158 é a principal rodovia de escoamento da produção da Região Leste de Mato Grosso. Já a BR-163 é a mais utilizada pelas regiões Norte e Oeste. Até o momento, o grupo passou por Primavera do Leste, Paranatinga, Ribeirão Cascalheira, Vila Rica, Santana do Araguaia e Marabá (PA).
“Até o momento verificamos alguns problemas na MT-020 e MT-130 com trechos com alguns buracos, mas com estabilidade na trafegabilidade. Já na MT-109, também conhecida como “estrada do guardanapo”, o trecho está tão péssimo que tivemos que fazer outro caminho, já que havia caminhão atolado impedindo que outros carros conseguissem acessar a via”, explicou o presidente da Aprosoja, Antonio Galvan.
Outra parte em estado crítico, segundo o diretor executivo do Movimento Pró-Logística, Edeon Vaz Ferreira, é o da MT-322, que liga a BR-158 à região de Espigão do Leste (ou Baianos). “Os produtores estão tendo muitas dificuldades de trafegar nesta via por absoluta falta de conservação do trecho. Foi um trecho muito complicado de atravessar desta vez e existe uma necessidade urgente de manutenção. Agora, com este período chuvoso, será impossível dessa manutenção ocorrer, porém vamos recomendá-la em nosso relatório”, destacou.
O grupo segue viagem até o dia 05 de dezembro, passando ainda por Novo Progresso, Altamira, Santarém, Itaituba, Moraes Almeida Sinop e Cuiabá. Durante a caravana, a Aprosoja e o Movimento Pró-Logística também têm realizado seminários com agricultores da região, para ouvir as demandas e principais gargalos logísticos de cada município.

Comentários Facebook

Agricultura

Mulheres líderes do agro realizam visita técnica à Brasília

Lideranças femininas do setor agropecuário de Mato Grosso embarcaram hoje (10.08) para uma visita técnica em Brasília. Ao longo dos próximos dias, um grupo com 40 mulheres visitará a Confederação Nacional de Agricultura e Pecuária (CNA), a sede do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), o Instituto Pensar Agro (IPA), entre outras instituições na capital federal.

As atividades fazem parte da programação da Academia de Liderança – Mulheres Líderes do Agro, a primeira organizada pelo Senar-MT exclusivamente ao público feminino. Ao todo, serão três encontros, de julho a setembro. Nesta segunda etapa, que ocorre em Brasília, as mulheres conhecerão mais sobre a atuação das instituições visitadas, seus representantes e a estrutura dos poderes executivo, legislativo e judiciário.

A Academia de Liderança reúne produtoras rurais, lideranças sindicais e mulheres que trabalham no setor agropecuário. O objetivo é formar líderes que possam atuar nas mais diversas esferas que envolvem a agropecuária no estado e impulsionar ainda mais o seu desenvolvimento.

No primeiro módulo, que ocorreu em Cuiabá, as participantes aprenderam mais sobre atuação política no agro e autoconhecimento e propósito. Além disso, tiveram a oportunidade de conhecer as áreas de atuação de cada uma das instituições do Sistema Famato: o Senar-MT, Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), Instituto Agrihub, a Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Mato Grosso (Famato) e os Sindicatos Rurais.

Leia Também:  Vacina contra Poliomielite está disponível em todas as unidades básicas de saúde

Essa é a primeira visita técnica da Academia de Liderança, após o início da pandemia de Covid-19. “Esse momento foi muito aguardado, a pandemia adiou o nosso projeto, mas finalmente conseguimos realizá-lo e estamos muito felizes em poder reunir e fortalecer as mulheres do nosso setor”, afirmou o superintendente do Senar-MT, Francisco Olavo Pugliesi de Castro, mais conhecido como Chico da Pauliceia.

Comentários Facebook
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA