Política Cuiabá

Arte de marionete e incentivo à leitura nas escolas públicas de Cuiabá

style”text-align:”””””””” center”””””””””>Projeto da Editora Paulus utiliza marionetes para levar diversão e incentivar os alunos das escolas municipais à leitura
Em tempos de divisões com Jogos online, filmes 3D e entretenimento diversos em celulares e computadores de última geração há uma arte que persiste e fascina&nbsp crianças , jovens e adultos ultrapassando séculos, originado do termo francês marionette, ou marionetes- fantoches é uma forma tradicional de apresentação artística. Quem está reforçando esta arte em nosso Estado é a Editora Paulus, coordenada pelos Padres e irmãos Paulinos, que estão há 39 anos em Cuiabá, e o professor Mário Nadaf , vereador da bancada verde na Câmara Municipal&nbsp busca resgatar a cultura em nossa capital .&nbsp
O Superviso de loja , Vanderson&nbsp Gonçalves, da Editora Paulus explica que há três anos a editora desenvolve um trabalho de incentivo a leitura com marionetes, nas escola publicas de Cuiabá . “trabalhamos através da música, poesia e contação de histórias, seguindo uma linha pedagógica que viaja pela leitura, canções e o exercício do imaginário”.
O Professor Mário esteve com Vanderson na Secretaria Municipal de Educação onde apresentou o projeto para levar até as escolas públicas. “Esta é uma forma de incentivo a leitura, principalmente junto às crianças, cultura e educação andando juntas, por isso faço questão de apoiar ’, frisa Mário.&nbsp
A Secretária-adjunta de Educação- Edilene de Souza Machado recebeu a ideia do projeto de forma positiva e se comprometeu&nbsp selecionar algumas escolas de Cuiabá que irão receber a ação.&nbsp “O projeto é muito bom, estaremos direcionando para algumas escolas do município”, afirma a secretária adjunta.&nbsp
No mês de março várias instituição de ensino receberão o projeto com o espetáculo&nbsp ‘ O Circo’.
&nbsp
ESPETÁCULO – O CIRCO
Um convite à valorização da arte e da brincadeira.&nbsp
Por meio da aproximação da criança ao universo do circo, ela vivenciará experiências de alegria, concentração, imaginação e muita expectativa.
O espetáculo tem um apelo artístico, onde cores, sons e luzes criam um cenário cheio de encanto.&nbsp

UM POUCO MAIS DA HISTORIA DE MARIONETES&nbsp
Esta arte há séculos fascina a muitos a história do teatro de marionetes surgiu na França durante a Idade Média. Na época, as marionettes eram chamadas de marion, um diminutivo para o nome próprio Maria. A marionete também era conhecida na cultura japonesa pelo nome de bunkaru, que eram apresentações de fantoches manipulados por varinhas. Esse tipo de utilização das marionetes pelos japoneses teve seu início no ano 1684.&nbsp
Elizângela Tenório&nbsp

Imprimir Voltar Compartilhar:  

Comentários Facebook

Política Cuiabá

CCJR analisa novos projetos nesta quarta

A Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR) da Câmara Municipal de Cuiabá fará mais uma reunião remota na manhã desta quarta-feira (22), a partir das 10h30, para analisar nove projetos de lei de autoria dos próprios parlamentares.

A comissão é presidida pelo vereador Lilo Pinheiro (PDT), tendo como vice-presidente Juca do Guaraná Filho (MDB) e Wilson Kero Kero (Podemos) como membro.

Dentre a pauta, consta o projeto de lei de autoria do vereador Misael Galvão (PTB), presidente do legislativo cuiabano, que apresenta um substitutivo ao processo legislativo nº 1.136/2019 em tramitação na Casa de Leis. O processo em destaque dispõe sobre a classificação de atividades de baixo risco para o desenvolvimento de atividade econômica no município de Cuiabá, em consonância com a Lei Federal que institui a declaração de direitos e liberdade econômica.

Outro projeto que será analisado pela CCJR é o projeto de lei de autoria do vereador Marcelo Bussiki (DEM) que dispõe sobre a isenção das taxas de concursos públicos e processos seletivos municipais aos prestadores de serviço voluntário e dá outras providências.

Será analisado ainda o projeto que torna obrigatório a instalação de dispositivos de sinalização com tradução para dois idiomas em órgãos e prédios da administração municipal, de autoria do vereador Adilson Levante (PSB).

Jean Estevan / Câmara Municipal de Cuiabá

Comentários Facebook
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA