AGRONEGÓCIO

Consumo mundial de café atinge volume de 167,58 milhões de sacas

O consumo mundial de café no ano-cafeeiro 2020-2021 deverá atingir o volume físico equivalente a 167,58 milhões de sacas de 60kg, o que representa um acréscimo de 1,9%, em comparação com o consumo registrado no ano-cafeeiro anterior, que foi de 164,43 milhões de sacas. A previsão é da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa).

Neste ano-cafeeiro em curso, a Europa será responsável 32,5% do consumo mundial de café, Ásia & Oceania 21,9%, América do Norte 18,9%, América do Sul 16,2%, África 7,3% e México & América Central 3,2%.

Ranking de consumo

Neste contexto global do consumo de café, um ranking dos seis blocos econômicos, em termos de volume e respectivo crescimento percentual, em relação ao período anterior, demonstra a seguinte performance em ordem decrescente de volume: a Europa, em primeiro lugar, com 54,25 milhões de sacas a serem consumidas, apresentará um crescimento de 1,8%; na segunda posição, vem a Ásia e Oceania, com 36,70 milhões de sacas (1,3% de crescimento); e, na sequência, destaca-se a América do Norte, com 31,77 milhões de sacas (3,7%).

Leia Também:  Polícia cumpre 19 mandados em segunda fase de operação contra grupo criminoso envolvido em roubos e adulteração de veículos

Em quarto colocado nesse ranking, figura a América do Sul, com 27,23 milhões de sacas, volume físico que representa um acréscimo de 1,2% em relação ao período anterior; em quinta posição, o continente Africano, com 12,27 milhões de sacas (2,1%); e, por fim, a região que contempla o México e a América Central, o consumo atingirá 5,36 milhões de sacas, o que representará aumento de 0,7%, também se comparado com o consumo do ano-cafeeiro anterior.

Os números e dados estatísticos da performance do consumo da cafeicultura global são do Relatório sobre o mercado de Café – maio 2021, da Organização Internacional do Café (OIC), instituição representativa da cafeicultura mundial, da qual o Brasil é país-membro.

O relatório encontra-se disponível na íntegra no Observatório do Café, do Consórcio Pesquisa Café, rede integrada de pesquisa coordenada pela Embrapa Café. O ano-cafeeiro para a OIC compreende o período de outubro a setembro. O consumo e a produção mundiais de café são agrupados pela Organização nos seis blocos econômicos citados.

A OIC atribui o incremento do consumo mundial de café ao abrandamento das restrições ligadas à pandemia da covid-19 e as perspectivas de uma recuperação econômica subsequente, além da confiança dos consumidores, fatores que têm sinalizado uma tendência positiva no consumo mundial de café. Assim, conforme a organização, o consumo deverá crescer 2,3% nos países importadores e 1% nos países exportadores.

Leia Também:  Município intensifica fiscalização quanto a exigência do passaporte da vacina e demais protocolos de biossegurança

Comentários Facebook

Agricultura

MT registra novo recorde no Valor Bruto da Produção Agropecuária e consolida a liderança

O Valor Bruto da Produção Agropecuária (VBP) de 2021, estimado com base nas informações de setembro, atingiu R$ 194,54 bilhões em Mato Grosso. Esse montante representa 17,63% do VPB nacional, estimado em R$ 1,103 trilhão, e mantém Mato Grosso como o principal polo brasileiro de produção agropecuária.

Os dados foram divulgados pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento nesta quinta-feira (14.10). Confira aqui. As cifras são superiores às de 2020 (com R$ 171,13 bilhões) e consolidam Mato Grosso no topo do ranking nacional, à frente de estados como Paraná, São Paulo, Rio Grande do Sul e Minas Gerais.

As maiores contribuições para o resultado mato-grossense vieram do milho, soja e da carne bovina. Somente a bovinocultura representou o montante de R$ 27,333 bilhões do VPB nacional e superou o montante de 2020, de R$ 24,721 bilhões.

O presidente da Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat), Oswaldo Pereira Ribeiro Júnior, destaca que, apesar de todos os percalços enfrentados pela pecuária, a atividade “continua surpreendendo e trazendo mais riqueza para o país”.

Leia Também:  Corpo de Bombeiros encerra Operação Abafa Amazônia 2021 com R$ 25,3 milhões em multas aplicadas

O que é VBP

O VBP mostra a evolução do desempenho das lavouras e da pecuária ao longo do ano e corresponde ao faturamento bruto dentro do estabelecimento.

Esse valor é calculado com base na produção da safra agrícola e da pecuária e nos preços recebidos pelos produtores nas principais praças do país, dos 26 maiores produtos agropecuários do Brasil.

Já o valor real da produção, descontada a inflação, é obtido pelo Índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna (IGP-DI) da Fundação Getúlio Vargas.

Com informações do Mapa Foto: Secom – MT

Comentários Facebook
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA