Mato Grosso

Coronel assume comando de unidades especializadas da PM

O coronel Carlos Eduardo Pinheiro da Silva é o novo comandante do Cesp (Comando Especializado da Polícia Militar). Ele assumiu a função no final da tarde de segunda-feira (21.01) e agora tem sob sua gestão administrativa e operacional as tropas de elite da PMMT: Bope, Rotam, Ambiental, Trânsito e o Regimento Montado (Cavalaria).

Além de assessor Militar da Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz), função que deixou esta semana para assumir o Cesp, Pinheiro ocupou, entre outras, as de comandante-adjunto do 2ºCR (Comando Regional) de Várzea Grande, comandante do 6ºCR (sediado em Cáceres), corregedor-geral e diretor-geral de Ensino e Instrução.

Para o comandante, a nova função foi um desafio que aceitou com tranquilidade, especialmente por saber que a tropa que agora está comandando é altamente capacitada e trabalha com empenho e dedicação. Sobre as prioridades, Pinheiro disse que uma delas é desenvolver ações que respondam a criminalidade à altura, combatendo ao tráfico de drogas, ao crime organizado, e prendendo foragidos da justiça, entre outras.

Ao deixar o comando do Cesp, o coronel Edvan Manoel de Azevedo agradeceu a oportunidade de liderar as unidades especializadas e a confiança depositada em seu trabalho. Ele fez um balanço das ações dos seis meses de seu comando: quase 1 tonelada de droga e 125 armas apreendidas, além de 121 prisões em flagrante delito e 50 prisões por mandados em aberto.

Leia Também:  Sine MT oferta 2,5 mil vagas de emprego em 28 municípios

Tropas da PM são altamente qualificadas e estão comprometidas com o combate à criminalidade

No pátio do Bope, à frente de parte da tropa das unidades especializadas o comandante-geral da PMMT, coronel Jonildo José de Assis, enalteceu a atuação policial dizendo que ser voluntário para servir em unidade especializada, sem nenhuma vantagem e coberto de maiores responsabilidades, é uma grande prova de comprometimento. “É fazer do trabalho policial militar muito mais que um emprego ou carreira”, completa.

 Comandante-geral da PMMT, coronel Jonildo José de Assis (ao centro), enaltece o trabalho policial e agradece o empenho da nova equipe.

 

 

 

Comentários Facebook

Destaque

Senar-MT lança mais dois cursos que qualificam profissionais para atuar no setor de máquinas agrícolas

Já estão disponíveis no portfólio do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso (Senar-MT) mais dois cursos. O objetivo destes dois novos produtos é qualificar pessoas que vão atuar no setor de máquinas e implementos agrícolas. Aplicação de sólidos utilizando distribuidor autopropelido e Operação de escavadeira hidráulica são os dois novos cursos. Além destes, a instituição oferece mais de 350 outros cursos para capacitar e qualificar o homem do campo.

O Aplicação de sólidos utilizando distribuidor Autopropelido será numa modalidade híbrida e a carga horária será de 24 horas, distribuída em dois módulos – 16 horas de conteúdo EaD e 08 horas presencial.

Este treinamento surgiu em função da necessidade de aprimorar os conhecimentos dos profissionais que já atuam na atividade de operação de máquinas agrícolas. O objetivo é aplicar mais essa tecnologia que é a de aplicar sólidos utilizando o autopropelido.

O conteúdo programático inclui assuntos como:

– Fertilizantes e corretivos com distribuidor autopropelido

– Aspectos legais e de segurança na aplicação de fertilizantes e corretivos

– Aplicação de corretivos e fertilizantes com distribuidor autopropelido

– A agricultura de precisão na distribuição de fertilizantes e corretivos

Leia Também:  Sistema Fecomércio-MT inicia segunda etapa do projeto ‘Movimenta’ em Rondonópolis e Jaciara

– Barra de luzes e o piloto automático na agricultura de precisão

– Distribuidor de corretivos e fertilizantes autopropelido

– Cabine do distribuidor

– Parâmetros da aplicação de corretivos e fertilizantes

– Revisão dos componentes do distribuidor de corretivos e fertilizantes do distribuidor

– Configuração do distribuidor conforme o produto a ser aplicado

– Regulagens e calibrações do distribuidor

– Aplicação do produto

Já a Operação de escavadeira hidráulica é presencial com carga horária de 40 horas. O objetivo é que o participante aprenda a operar a escavadeira hidráulica de acordo com a recomendação do manual do operador. É importante destacar que a escavadeira é uma máquina de grande utilidade para o setor rural e da construção civil e para ser manuseada precisa de profissionais qualificados. O curso capacitará o operador a exercer o trabalho com eficácia e respeito às Normas de Segurança.

Conteúdo programático inclui assuntos como:

– Legislação

– Normas regulamentadoras da atividade

– Saúde e Segurança do Trabalho

– Conceito e histórico da escavadeira hidráulica

– Configuração de uma escavadeira: carro superior e inferior

– Utilização dos implementos de escavadeira hidráulica

Leia Também:  Sine MT oferta 2,5 mil vagas de emprego em 28 municípios

– Importância da cabine do operador

– Verificação dos níveis dos sistemas

– Componentes da escavadeira hidráulica

– Deslocamento operacional da escavadeira hidráulica;

– Operação de escavação

– Movimentação de carga

Crédito: Aline Lima

Colheita de Talentos – Após concluir os cursos do Senar-MT, os participantes têm seus currículos cadastrados no Colheita de Talentos, que é plataforma do Senar-MT que tem como objetivo aproximar as empresas do agro e produtores rurais interessados em contratar profissionais qualificados e as pessoas qualificadas pelo Senar-MT.

Parcerias – para realizar as aulas práticas nos Centros de Treinamentos do Senar-MT conta com dezenas de parceiros. Dentre eles,os abaixo relacionados.

Centro Oeste Máquinas – Massey Ferguson.

Terra Premium – New Holland.

Agrofito – Case.

Jorge Máquinas Agrícolas – Plataforma.

Guimáquina – Jacto.

Grupo Vamos – Fendt.

Fazenda Guarita – Joel Strobel.

Rota Oeste – PC Deer.

Sotreq – PC Caterpillar.

IMA Rondonópolis.

Fazenda Red River – Ronaldo Alves Batista Pinto.

Comentários Facebook
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA