Destaque

Cronograma de vacinação dessa semana inclui segundas doses de Astrazeneca, Pfizer e Coronavac

A Secretaria Municipal de Saúde divulgou ontem (17/10) o cronograma de vacinação contra a COVID-19 dessa semana. Nesta segunda-feira (18) está programada a segunda dose da vacina astrazeneca para vacinados ate 22 de julho.

Os locais de vacinação são: ESF André Maggi, ESF Pedra 90, ESF Padre Rodolfo, ESF Serra Dourada, ESF Canaã, ESF Ipiranga, ESF Mathias Neves, ESF Itapuã, ESF Cardoso, ESF Alfredo de Castro, C.S Conjunto S. José,C.S Cohab,ESF Vila Olinda,ESF Iguaçu e ESF Bom Pastor. O horário para atendimento será de 08h às 10h30 e de 13h às 16h.

Ainda haverá sistema de drive thru na Universidade Federal de Rondonópolis (UFR) das 8h às 11h e atendimento na Central de Vacinação das 14h às 20h.

Na terça-feira (19) o cronograma prevê a aplicação da segunda dose da Pfizer para vacinados em até 21 de agosto, primeira dose para adolescentes acima de 12 anos e a terceira dose para pessoas idosas (acima de 60 anos que tenha tomado a segunda dose há seis meses). Os locais de vacinação também será os mesmos do dia anterior.

Leia Também:  Polícia cumpre prisão contra padrasto que abusava sexualmente de 4 enteadas menores de idade

Na quarta-feira (20) a Secretaria Municipal de Saúde prossegue com a primeira dose para adolescentes acima de 12 anos e a terceira dose para pessoas acima de 60 anos. Haverá também a segunda dose da Pfizer para vacinados até 22 de agosto. Os locais e horários de atendimento também serão os mesmos.

Ainda nesta semana, entre os dias 18 a 22 de outubro haverá a segunda dose da Coronavac nos seguintes locais: ESF Padre Miguel, ESF Parque das Rosas, ESF Monte Líbano e ESF Industrial nos horários de atendimento das 08h às 10h30 e de 13h às 16h.

Fonte: Jéssica Estellen – GCOM

Comentários Facebook

Brasil

Decreto cria verbas para pagar Auxílio Brasil de R$ 400 em dezembro

A edição extra do Diário Oficial da União (DOU) de terça-feira (7) trouxe o texto da medida provisória (MP) 1.076 de 2021, que antecipa o pagamento do novo valor do Auxílio Brasil – programa social de distribuição de renda que substitui o antigo Bolsa Família.

O instrumento cria um benefício extraordinário que complementa as parcelas já previstas do Auxílio Brasil para o valor de R$ 400 divulgado pelo governo. A manobra ocorre devido à necessidade de promulgação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) dos Precatórios, que deverá ser fatiada e que possibilitará a alocação de recursos para o pagamento integral do Auxílio Brasil.

Segundo o calendário de pagamentos já divulgado pela Caixa, os créditos relativos à parcela de dezembro do Auxílio Brasil serão recebidos a partir da próxima sexta-feira (10).

Mais cedo, o presidente Jair Bolsonaro comentou sobre a PEC dos Precatórios e afirmou que o instrumento não é “calote”, mas uma forma viável de realocar dívidas em prol de uma revisão justa de benefícios sociais.

Leia Também:  Onze motoristas são presos por embriaguez ao volante durante Operação Lei Seca

“[A PEC dos Precatórios] não é um calote, muito pelo contrário. É uma renegociação, um alongamento de dívida para quem tinha mais de R$ 600 mil para receber do governo. É isso que nos permite um saldo, um espaço, para potencializar com justiça o programa”, disse o presidente durante a cerimônia de assinatura da concessão de frequências do 5G no Palácio do Planalto.

Comentários Facebook
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA