Mato Grosso

Curso vai capacitar agentes para intervenção em unidades femininas

A Diretoria de Ensino Penitenciário abriu inscrições para o curso de Contenção em Unidades Penais Femininas, que será realizado de 4 a 9 de fevereiro, em Cuiabá. As inscrições devem ser feitas até o dia 31 de janeiro.

Serão 60 horas/aula de conteúdos que abordarão aspectos jurídicos da mulher presa e novas regras de condução e algemamento; teoria do uso diferenciado da força e instrumentos de menor potencial ofensivo; imobilizações, práticas de algemamento e conduções; intervenção em unidade feminina e prática de armamento, munições e tiro.

São 40 vagas distribuídas para as sete unidades prisionais femininas do estado: Penitenciária Ana Maria do Couto, em Cuiabá, e as cadeias de Rondonópolis, Colíder, Nortelândia, Cáceres, Nova Xavantina e Tangará da Serra. A seleção das agentes penitenciárias será feita pela direção de cada unidade, respeitando o quantitativo de vagas disponíveis.    

As inscrições serão feitas somente via Internet, com a relação das servidoras escolhidas e formulários das inscrições devidamente preenchidos, em e-mail único, para o endereço eletrônico http://espencursos@sejudh.mt.gov.br,  até 31 de janeiro.

Leia Também:  TCE rejeita denúncia e libera prefeitura a gastar R$ 1,8 milhão com insulfilm

A direção da Escola Penitenciária esclarece que as vagas não preenchidas até o dia 31 de janeiro poderão ser remanejadas para outras unidades. Outras informações: (65) 3644-2353 – Diretoria de Ensino Penitenciário

Comentários Facebook

Agricultura

Mulheres líderes do agro realizam visita técnica à Brasília

Lideranças femininas do setor agropecuário de Mato Grosso embarcaram hoje (10.08) para uma visita técnica em Brasília. Ao longo dos próximos dias, um grupo com 40 mulheres visitará a Confederação Nacional de Agricultura e Pecuária (CNA), a sede do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), o Instituto Pensar Agro (IPA), entre outras instituições na capital federal.

As atividades fazem parte da programação da Academia de Liderança – Mulheres Líderes do Agro, a primeira organizada pelo Senar-MT exclusivamente ao público feminino. Ao todo, serão três encontros, de julho a setembro. Nesta segunda etapa, que ocorre em Brasília, as mulheres conhecerão mais sobre a atuação das instituições visitadas, seus representantes e a estrutura dos poderes executivo, legislativo e judiciário.

A Academia de Liderança reúne produtoras rurais, lideranças sindicais e mulheres que trabalham no setor agropecuário. O objetivo é formar líderes que possam atuar nas mais diversas esferas que envolvem a agropecuária no estado e impulsionar ainda mais o seu desenvolvimento.

No primeiro módulo, que ocorreu em Cuiabá, as participantes aprenderam mais sobre atuação política no agro e autoconhecimento e propósito. Além disso, tiveram a oportunidade de conhecer as áreas de atuação de cada uma das instituições do Sistema Famato: o Senar-MT, Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), Instituto Agrihub, a Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Mato Grosso (Famato) e os Sindicatos Rurais.

Leia Também:  Homem é espancado por populares após agredir mulher em MT

Essa é a primeira visita técnica da Academia de Liderança, após o início da pandemia de Covid-19. “Esse momento foi muito aguardado, a pandemia adiou o nosso projeto, mas finalmente conseguimos realizá-lo e estamos muito felizes em poder reunir e fortalecer as mulheres do nosso setor”, afirmou o superintendente do Senar-MT, Francisco Olavo Pugliesi de Castro, mais conhecido como Chico da Pauliceia.

Comentários Facebook
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA