APROSOJA

Cursos de boas práticas em aplicação aérea e terrestre iniciam na próxima semana

Pesquisa e Gestão

Cursos de boas práticas em aplicação aérea e terrestre iniciam na próxima semana

Doze municípios de Mato Grosso recebem o treinamento entre 02 e 11 de julho


Divulgação

26/06/2018

A Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja) realiza, de 02 a 11 de julho, o treinamento “Tecnologia de Aplicação Aérea e Terrestre”, em 12 municípios de Mato Grosso. O curso é uma parceria com a Syngenta e será ministrado pelo professor Ulisses Guimarães, do Departamento de Engenharia Rural da Faculdade de Ciências Agronômicas da Universidade Estadual de São Paulo (Unesp), campus Botucatu. 
 
Os municípios que receberão o treinamento são: Tangará da Serra (02/07), Campos de Júlio (03/07), Sapezal (03/07), Campo Novo do Parecis (04/07), Diamantino (04/07), Tapurah (05/07), Sorriso (05/07), Cláudia (06/07), Alto Garças (09/07), Itiquira (10/07), Jaciara (11/07) e Primavera do Leste (11/07). 
 
O treinamento teórico terá uma hora e abordará tanto aplicação aérea como terrestre. Os temas serão: boas práticas, geração de gotas, cobertura e deposição, risco de deriva e interferências das caldas no desempenho da tecnologia da aplicação. 
 
No caso da parte prática, cada região escolheu previamente se o curso seria focado na aplicação terrestre ou aérea. A duração é de duas horas. No caso da aplicação aérea, os alunos aprenderão sobre calibração da aeronave, ajustes dos parâmetros da pulverização e o risco de deriva. Já na aplicação terrestre, a abordagem será sobre regulagem de bico e barra e risco de deriva. 
 
“O objetivo do treinamento é ensinar e difundir práticas para aperfeiçoar os recursos e reduzir impactos em sistemas de produção agrícola. Poderão participar produtores rurais, aplicadores e pessoas ligadas ao agronegócio”, explica a gerente de Pesquisa e Gestão de Propriedades da Aprosoja, Cristiane Sassagima. 
 
Mais informações – Os interessados poderão tirar dúvidas com os supervisores de projeto de cada região, na sede da Aprosoja em Cuiabá e com os representantes técnicos de vendas da Syngenta nas regiões. O treinamento é gratuito e não é necessário fazer inscrição antecipada. 
 
 
Locais dos cursos:
 

 

Data

Horário

Municípios

Aula teórica

Aula prática

 
 

02/07

14h às 17h

Tangará da Serra

Hangar da Fazenda Jatobá

Faz. Jatobá

 

03/07

8h às 12h

Campos de Júlio

Faz. Simarelli – Grupo Bom Futuro

Faz. Simarelli – Grupo Bom Futuro

 

14h às 17h

Sapezal

Faz. Encantado I

Faz.  Encantado I

 

04/07

8h às 12h

Campo Novo do Parecis

Sindicato Rural

Faz.  Nossa Senhora Aparecida

 

14h às 17h

Diamantino

Faz. Hervalense

Faz.  Hervalense

 

05/07

8h às 12h

Tapurah

Sindicato Rural

Faz.  Verde Vale

 

14h às 17h

Sorriso

Sindicato Rural

Faz.  Bela Vista I

 

06/07

8h às 12h

Cláudia

NAC (Núcleo Avançado de Capacitação)

Parque de Exposição

 

09/07

14h às 17h

Alto Garças

Faz. Prata II

Faz.  Prata II

 

10/07

8h às 12h

Itiquira

Faz. Esperança

Faz.  Esperança

 

11/07

8h às 12h

Jaciara

Faz. Entre Rios

Faz.  Entre Rios

 

14h às 17h

Primavera do Leste

À definir

À definir

 

 

 

Fonte: Ascom Aprosoja


Assessoria de Comunicação

Contatos: Telefone: 65 3644-4215

Email: comunicacao@aprosoja.com.br

Comentários Facebook

APROSOJA

Soja mato-grossense será reconhecida como sustentável por meio de programa da Aprosoja

Fortalecimento Institucional

Soja mato-grossense será reconhecida como sustentável por meio de programa da Aprosoja

Em missão na Europa, comitiva aprova pontos para que Soja Plus seja certificador da procedência dos grãos do Estado


28/11/2018

Em breve, os produtores rurais de Mato Grosso que participam do programa Soja Plus serão reconhecidos formalmente pela Europa como sustentáveis. Em reunião em Bruxelas, na Bélgica, na última quarta (21), o benchmarking do Soja Plus foi aprovado junto à Federação Europeia dos Fabricantes de Rações (Fefac) fazendo com que ele possa ser submetido à plataforma ITC.

“Desta forma, conseguiremos com que o programa Soja Plus seja uma espécie de certificação de sustentabilidade da soja mato-grossense. É um passo importante para os agricultores do Estado, que produzem soja e milho obedecendo rigorosas leis ambientais e trabalhistas”, afirma Antonio Galvan, presidente da Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja).

Em janeiro de 2017, foi assinado em Lisboa (Portugal) um Memorando de Entendimento (MoU, na sigla em inglês) entre a Aprosoja, a Fefac, a Associação Brasileira de Indústria de Óleos Vegetais (Abiove), a Federação Europeia de Óleo Vegetal e Proteínas (Fediol) e a Iniciativa para Comércio Sustentável (IDH). O documento reconheceu o programa Soja Plus como o caminho mais adequado para se reconhecer que a soja mato-grossense é sustentável.

Durante a viagem à Europa, a comitiva brasileira também se reuniu com autoridades políticas da União Europeia. Houve reunião na Embaixada Brasileira em Bruxelas e também no Parlamento Europeu. O objetivo era apresentar aos europeus como a soja é produzida em Mato Grosso. No discurso, o presidente da Aprosoja pediu respeito ao Brasil e ao agricultor brasileiro.

“Aparentemente, sustentabilidade para os europeus é não desmatar, nem desflorestar. E o conceito é muito mais amplo. Deixamos claro que no Brasil trabalhamos com leis rígidas e seguimos o que está definido nelas. Na legislação brasileira, há a possiblidade de desmatamento legal e ainda há muitos estados novos que estão crescendo e precisarão desta área. Nós temos soberania”, frisou Galvan.

O representante da associação acredita que, muito além da sustentabilidade, o interesse da Europa é comercial. “As organizações não-governamentais (ONGs), fomentadas pelos grandes varejistas, levam uma informação distorcida do Brasil para a Europa e, com isso, fazem pressão para que os preços sejam interessantes para eles”, contou. Em outras duas reuniões, em Paris e em Berlim, o contato foi com representantes de indústria de reações, associados da Fefac.

Soja Plus – Desenvolvido em 2011, por iniciativa da Aprosoja, o Soja Plus tem por finalidade a melhoria contínua das condições sociais, de trabalho e ambiental nas fazendas produtoras de soja. Até hoje, foram realizados 240 cursos da Norma Regulamentadora 31, que trata da qualidade de vida no trabalho, e é o pontapé inicial para a entrada no Soja Plus. Até o final do ano de 2018, serão mais de 3600 pessoas capacitadas. São mais de 1200 propriedades que fazem parte do Soja Plus em Mato Grosso.

Participaram da missão na Europa também o vice-presidente da Aprosoja, Fernando Cadore, o delegado por Sorriso, Thiago Stefanello, o diretor executivo, Wellington Andrade, a gerente de Sustentabilidade, Marlene Lima, o senador José Medeiros, o consultor técnico, Wanderlei Dias Guerra, e o diretor geral do Serviço Florestal Brasileiro, Raimundo Deusdara Filho.

 

Fonte: Ascom Aprosoja


Assessoria de Comunicação

Contatos: Telefone: 65 3644-4215

Email: comunicacao@aprosoja.com.br

Comentários Facebook
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA