Mato Grosso

Delegado Geral da Polícia Judiciária Civil toma passe nesta quarta-feira

O delegado Mário Dermeval Aravéchia de Resende será empossado no cargo de delegado geral da Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso, nesta quarta-feira (16.01), às 9h30, no Auditório da Diretoria Geral da PJC, em Cuiabá.

O ato de nomeação do novo delegado geral foi publicado no Diário Oficial do Estado no dia 11 de janeiro. Mário Resende foi escolhido pelo governador Mauro Mendes para o cargo de delegado geral, por meio de uma lista tríplice apresentada pelo Sindicato dos Delegados de Polícia.

Mário Resende foi o primeiro colocado, com 112 votos, na votação ocorrida no dia 3 de dezembro de 2018. O novo delegado geral ocupava o cargo de diretor de Execução Estratégica na gestão de seu antecessor, delegado Fernando Vasco Spinelli Pigozzi, que encerrou dois anos na administração geral da Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso, no dia 31 de dezembro de 2018.

O novo delegado geral da PJC é natural de Dracena, interior de São Paulo, casado e pais de duas filhas. Ingressou na Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso em 2003, tendo completado 16 anos de efetivo exercício no cargo de delegado de polícia, dos quais 10 anos foram no interior do Estado. Foi delegado em Alta Floresta e em municípios da fronteira Oeste. Atuou na Corregedoria de Polícia Civil e Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO).

Leia Também:  Passageira de ônibus é presa novamente transportando drogas

Serviço

Evento: Posse do delegado geral da Polícia Judiciária Civil 

Data: 16/01 (quarta-feira)

Horário: 9h30

Local: Auditório da Diretoria Geral da PJC, localizado na Avenida Coronel Escolástico, nº 346, bairro Bandeirantes, em Cuiabá.

Comentários Facebook

Agricultura

Mulheres líderes do agro realizam visita técnica à Brasília

Lideranças femininas do setor agropecuário de Mato Grosso embarcaram hoje (10.08) para uma visita técnica em Brasília. Ao longo dos próximos dias, um grupo com 40 mulheres visitará a Confederação Nacional de Agricultura e Pecuária (CNA), a sede do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), o Instituto Pensar Agro (IPA), entre outras instituições na capital federal.

As atividades fazem parte da programação da Academia de Liderança – Mulheres Líderes do Agro, a primeira organizada pelo Senar-MT exclusivamente ao público feminino. Ao todo, serão três encontros, de julho a setembro. Nesta segunda etapa, que ocorre em Brasília, as mulheres conhecerão mais sobre a atuação das instituições visitadas, seus representantes e a estrutura dos poderes executivo, legislativo e judiciário.

A Academia de Liderança reúne produtoras rurais, lideranças sindicais e mulheres que trabalham no setor agropecuário. O objetivo é formar líderes que possam atuar nas mais diversas esferas que envolvem a agropecuária no estado e impulsionar ainda mais o seu desenvolvimento.

No primeiro módulo, que ocorreu em Cuiabá, as participantes aprenderam mais sobre atuação política no agro e autoconhecimento e propósito. Além disso, tiveram a oportunidade de conhecer as áreas de atuação de cada uma das instituições do Sistema Famato: o Senar-MT, Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), Instituto Agrihub, a Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Mato Grosso (Famato) e os Sindicatos Rurais.

Leia Também:  Médica veterinária morre em grave acidente na BR-163

Essa é a primeira visita técnica da Academia de Liderança, após o início da pandemia de Covid-19. “Esse momento foi muito aguardado, a pandemia adiou o nosso projeto, mas finalmente conseguimos realizá-lo e estamos muito felizes em poder reunir e fortalecer as mulheres do nosso setor”, afirmou o superintendente do Senar-MT, Francisco Olavo Pugliesi de Castro, mais conhecido como Chico da Pauliceia.

Comentários Facebook
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA