Policial

Deletran instaura mais de 2 mil procedimentos para crimes de trânsito em Cuiabá e Várzea Grande

Assessoria | PJC-MT

Oitenta por cento (80%) dos inquéritos instaurados pela Delegacia Especializada de Delitos de Trânsito (Deletran) foram para crimes ligados a embriaguez no volante e 16% para homicídios no trânsito.

Em 2018, a Delegacia de Delitos de Trânsito instaurou 2.138 procedimentos para apurar crimes de trânsito. Foram 1.156 inquéritos policiais (como lesões corporais  graves e mortes no trânsito) e 782 termos circunstanciados de ocorrência (TCO). Dos procedimentos, foram concluídos 1.036 Inquéritos e 858 TCO’s.

Os dados são do ano de 2018, que registrou 136 mortes no trânsito de Cuiabá e 70 acidentes com óbito em Várzea Grande. No ano de 2017, foram 106 em acidentes com mortes na Capital e 88 mortes no trânsito da cidade de Várzea Grande.

O aumento foi de 28,30% nos acidentes com morte em Cuiabá. Em Várzea Grande houve redução em 20,45% nos acidentes de trânsito com óbito, conforme análise da Gerência de Inteligência Estratégica da Polícia Judiciária Civil referente aos atendimentos realizados pela Delegacia de Trânsito.  

Leia Também:  Corpo de homem é encontrado com facas cravadas no pescoço em Rondonópolis

“A Deletran terminou o ano de 2018 superando as metas de produtividade e resolutividade de anos anteriores. Entre inquéritos policiais e termos circunstanciados de ocorrência foram quase 2 mil procedimentos investigativos instaurados e encaminhados ao Poder Judiciário para responsabilização criminal dos envolvidos e diminuição da sensação de impunidade que impera no trânsito da região metropolitana”, pontuou o delegado titular da Deletran, Christian Alessandro Cabral.

Dos TCOs instaurados, 73% foram destinados a apurar crimes de dirigir sem habilitação e 14% para crimes de fuga de local de acidente. Os delitos de trânsito, apurados em termos circunstanciados de ocorrências são aqueles considerados de menor potencial ofensivo que vão para o Juizado Especial, como: lesão leve, omissão de socorro, dirigir sem habilitação, fuga de local, alteração de local de acidente, entregar direção de veículo a pessoa inabilitada.

Além dos atendimentos das ocorrências diárias (sete dias da semana, 24 horas por dia), a Deletran participou de 64 operações de fiscalização Lei Seca, média, de mais de uma por semana.

Leia Também:  Polícia Civil cumpre mandados contra grupo envolvido em execução de empresário

“Essas ações impactaram em mais de uma centena de prisões de flagrantes de motoristas embriagados e apreensão de veículos irregulares. Para 2019, a Deletran pretende superar os números de 2018, aumentando os números condutores responsabilizado pela prática de crimes de trânsito”, afirmou Cabral.

O delegado  ressaltou ainda que será intensificada as ações de fiscalização, em especial,  para reprimir a atuação de grupos em redes sociais que divulgam locais de blitzes, prejudicando as atividades de segurança pública.

 “Crime que vem causando sérios prejuízos à segurança como um todo, prejudicando o trabalho preventivo e repressivo”, finalizou Christian Cabral.

 

Comentários Facebook

Destaque

Corpo de homem é encontrado com facas cravadas no pescoço em Rondonópolis

O corpo de um homem foi encontrado na manhã desta quarta-feira (10) com duas facadas cravadas no pescoço em sua residência, na Vila Itamaraty, em Rondonópolis (MT).

Segundo informações, o homem havia acabado de vender uma área na zona rural.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) esteve no local e constatou o óbito.

O caso já está sendo investigado.

Comentários Facebook
Leia Também:  Polícia Civil cumpre mandados contra grupo envolvido em execução de empresário
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA