Politica MT

Deputado articula compromisso do governo de liberar verbas para obras em Juruena


Deputado Dilmar Dal Bosco em reunião com governador Mauro Mendes sobre asfaltamento da MT-170, em Juruena

Foto: Daniel Meneguini / Gabinete Parlamentar

Comitiva de Juruena (900 Km da capital) coordenada pelo prefeito Manoel Garça Branca (DEM), reuniu na tarde dessa quarta-feira (15), no Palácio Paiaguas, o presidente da Câmara de Juruena, vereador Samuel do Upa (DEM) e os vereadores: Alessandro Gomes (PSC) e Joana Darque Pedretti Efigenio (PT); o secretário de obras, Elci Felix, a secretária de Assistência Social, Ana Paula e o secretário de administração e finanças, Erivelto Ziger, onde estiveram apresentando ao governador Mauro Mendes (DEM) demandas para o município.

Por meio do encaminhamento feito pelo deputado estadual Dilmar Dal Bosco (DEM), em pauta, a liberação de recursos financeiros para Juruena, destinados para implantação de sete quilômetros de asfalto, na MT-170, em frente ao Frigorifico Golden, interligando com o asfalto que vem de Cotriguaçu, na MT-174; uma patrola em conjunto com outros equipamentos e a tão sonhada construção do CRAS – Centro de Referência da Assistência Social, que está orçado em aproximadamente R$ 711 mil reais.

Prefeito Manoel salientou que a reunião foi muito produtiva e que o governador se comprometeu em enviar recursos financeiros para iniciar diversas obras. “Reunião muito produtiva com o governador Mauro Mendes, junto com o nosso deputado Dilmar, tanto que nem esperávamos, foi de última hora que Dilmar conseguiu essa agenda com o governador, fiquei muito grato pela atenção do governador que vai nos enviar os recursos para que possamos dar início em diversas obras como a pavimentação da MT-170 e a construção do nosso tão sonhado CRAS, e também, já sinalizou sobre o asfaltamento de diversas ruas da cidade”, finalizou Garça Branca.

Leia Também:  Faissal volta a cobrar a reforma e manutenção da Rodovia MT-437

Governador Mauro Mendes, deputado Dilmar Dal Bosco, Janaina Riva, deputado federal Nelson Barbudo e comitiva de Juruena

Foto: Daniel Meneguini / Gabinete Parlamentar

Governador Mauro Mendes disse que vai intensificar a destinação das demandas solicitadas através do deputado Dilmar Dal Bosco para Juruena.  “Nós acertamos hoje, aqui, com o prefeito, que vamos asfaltar os 7 km de asfalto da MT-170, o projeto já está sendo entregue na Sinfra, também foi solicitado o envio de uma patrola e alguns equipamentos, o que também, estaremos analisando com muito carinho, além da construção do CRAS no município, uma obra orçada em R$ 711 mil reais, que já iremos repassar esse valor para que o prefeito possa construir essa obra”, comentou Mendes.

Deputado Dilmar Dal Bosco disse que Juruena, neste mandato do prefeito Garça Branca, irá receber diversas obras de infraestrutura para que o município desenvolva ainda mais. “Juruena eu tenho carinho especial e quando o prefeito Manoel e o presidente da Câmara, Samuel, me pediram essas demandas, não pude deixar de conversar com o governador, que prontamente se dispôs e irá enviar os recursos solicitados, para que deem início as obras, quem ganha com isso é a população, que terá mais qualidade de vida”, finalizou Dilmar.

Leia Também:  Com empenho de deputado, Mirassol D’Oeste receberá mais de R$ 2 milhões para pavimentação

Presidente da Câmara Municipal de Juruena, vereador Samuel do UPA disse que o deputado Dilmar sempre foi grande parceiro de Juruena e que os recursos dessas obras vão ser grande marco para o município. “A recepção que o governador teve conosco, através desse pedido do nosso deputado Dilmar, que é do nosso partido, só nos deixa gratificados, uma reunião produtiva, onde levamos para Juruena obras estruturantes, nós temos nosso trabalho como gestor, correr atrás e beneficiar a população e não podemos deixar de falar do trabalho e da atenção que o deputado Dilmar tem com nosso município, só temos a agradecer o governador Mauro Mendes, por se sensibilizar com o pedido do deputado Dilmar e atender essas nossas demandas”, finalizou Samuel.

Fonte: ALMT

Comentários Facebook

Politica MT

Projeto de lei institui a “hora do colinho” na saúde pública mato-grossense


O tempo de “colo” mostra melhoria de indicadores como tempo de sono e ganho de peso

Foto: Ronaldo Mazza / Secretaria de Comunicação Social

Dr. Gimenez explica que o mesmo projeto foi implantado com sucesso no estado da Paraíba

Foto: MARCOS LOPES / ALMT

O Projeto de Lei nº 990/2021, de autoria do deputado estadual Dr. Gimenez (PV), institui a “hora do colinho” na rede de saúde pública de Mato Grosso. O objetivo é oferecer acolhimento afetivo a bebês recém-nascidos órfãos ou que por algum motivo estejam privados da presença materna durante a hospitalização.  

Conforme o parlamentar, o projeto será implementado por meio do Protocolo Operacional Padrão (POP), oferecido pela equipe multiprofissional competente. Poderão participar profissionais treinados pelas unidades hospitalares cadastrados ao projeto.  

“Após tantos anos trabalhando com crianças, posso dizer que, sem sombra de dúvida, o amor cura, pois a resposta do bebê será muito positiva ao tratamento depois desse momento de relaxamento proporcionado pela equipe de profissionais. A humanização ajuda a diminuir o estresse e reduz as sensações de eventuais dores”.  

Leia Também:  Deputado quer Programa de Percurso de Pacientes para portadores de neoplasia maligna de mama

A orientação é que o governo estadual faça convênio com os municípios para a efetivação do POP, ampliando a abrangência para a rede municipal de saúde. Além de capacitação, essas unidades poderão criar uma sala específica, tecnicamente preparada e apta com ambiente silencioso, acolhedor e conforto para a recepção dos bebês recém-nascidos órfãos.

Os estabelecimentos de saúde que adotarem o projeto “hora do colinho” estarão autorizados a firmar convênios público-privados locais, nacionais ou internacionais de capacitação, treinamento, divulgação, publicidade e cooperação técnica pertinente ao uso do Protocolo.

Dr. Gimenez explica que Mato Grosso seria um dos pioneiros na implantação da proposta que vem sendo estudada pelo Ministério da Saúde para uso via Sistema Único de Saúde (SUS). “Muitas crianças ficaram órfãs durante a pandemia, o que nos sensibilizou muito e então veio a ideia de criar o projeto, afinal, a mão que cuida também é o colo que acalenta”.

Ele explica que o tempo de colo deve ser ajustado de acordo com a demanda do bebê. A técnica aprimora a respiração e promove a expansão da caixa torácica do recém-nascido, auxiliando o funcionamento do intestino e do estômago. 

Leia Também:  Comissão de Educação discute ciclo de formação humana e resultados do Ideb

“Nós avaliamos os dados preliminares da Maternidade Frei Damião, na Paraíba, onde esse projeto já foi implementado com muito sucesso e é realmente animador observar que de fato o tempo de “colo” mostra melhoria de indicadores como tempo de sono e ganho de peso, além da redução do refluxo e do tempo de internação”.  

Fonte: ALMT

Comentários Facebook
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA