Politica MT

Deputado Claudinei levanta as principais demandas da Unemat de Rondonópolis


Foto: SAMANTHA DOS ANJOS FARIAS

A secretária de Ciência, Tecnologia e Inovação (Seciti) de Rondonópolis, Neiva Terezinha de Cól, apresentou ao deputado estadual Delegado Claudinei (PSL), no dia 7 de outubro, um panorama dos principais projetos desenvolvidos, o processo construtivo da nova sede da Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat) no município e as principais necessidades para oferecer mais cursos e incrementos na área da educação à população rondonopolitana e região.

Inicialmente, Neiva esclareceu que a Seciti também possui departamentos pertencentes às secretarias de Educação, Assistência Social e de Desenvolvimento Econômico da Prefeitura de Rondonópolis. Ela acrescenta que cada setor tem as suas responsabilidades e que para a execução dos cursos oferecidos pela Unemat contaram com parcerias e termos de convênios firmados. “Hoje, temos 14 turmas conveniadas com o município e oito cursos sendo implantados em Rondonópolis”, explica.

Estrutura

Na oportunidade, a secretária mostrou ao deputado o andamento das obras da nova sede da Unemat. “Temos toda a parte de estruturação física. Não queremos parar por aí, queremos buscar por mais cursos. Nós temos os laboratórios, salas para o desenvolvimento de projetos, informática. Um dos nossos objetivos é também incentivar a formação profissional nas áreas de costura e de panificação”, comenta.

Leia Também:  Seduc nega inscrição de 78% dos candidatos PCD; Lúdio faz novo pedido de anulação ao MPE

Ela abordou sobre o programa que promove projetos inovadores que chegou a ter investimentos, mas a pandemia de covid-19 não permitiu a implantação de ações e que há planos para que, ainda este ano, sejam iniciados os trabalhos. Também, discutiu sobre a Feira de Ciência que envolve a participação de estudantes de escolas municipais, estaduais e de nível superior, como, também, de profissionais da iniciativa privada que desejam apresentar projetos.

Outro aspecto que Neiva expôs ao deputado foi a qualificação profissional ser um dos propósitos da Seciti para garantir o devido encaminhamento ao mercado de trabalho, em que frisou sobre o Ministério do Trabalho ter favorecido a atuação de 23 jovens nas secretarias da gestão municipal. “Esse é um presente legal que recebemos do Ministério do Trabalho. Como eles estão atuando com algumas empresas que precisam contratar o jovem aprendiz, mas não conseguem acomodar dentro do espaço, eles disponibilizaram em parceria com o município ou estado esses jovens”, salientou.

Investimentos

Investimentos de mais cursos para a Unemat é um dos interesses apontados por Neiva. Ela conta que toda a parte de estruturação física da instituição teve com a iniciativa da gestão municipal com o envolvimento de cinco empresas privadas. “Não fomos nós que construímos os prédios, fizemos as articulações com as empresas. São blocos de salas de aulas, administrativos, auditório, refeitório, laboratórios voltados para área da saúde”, detalhou.

Leia Também:  Bazar Solidário Assembleia Social bate recorde de arrecadação

Com a vontade de ampliar os cursos, o deputado Claudinei se dispôs a verificar a possibilidade de apoiar com emendas parlamentares no próximo ano. Com isso, a secretária adiantou que um dos cursos de interesse seria de enfermagem, fisioterapia, química. Também, colocou que uma emenda para a construção de laboratório de robótica dentro do Centro Tecnológico seria de suma relevância.

“As emendas parlamentares desse ano já foram fechadas. Esse encontro foi bastante produtivo e nos permitiu ver a realidade e os propósitos da Secretaria e vamos querer somar no próximo ano, com emendas. Vamos avaliar tudo que nos foi passado e sabemos que o que for decidido vai favorecer toda a população e região”, posicionou Claudinei.  

Neiva adiantou que as obras do campus da Unemat têm a previsão de finalizar no final deste ano. “Quanto mais apoio tivermos, melhor ainda, e quem ganha é o município e muito mais a população que vai receber o serviço”, concluiu.

Fonte: ALMT

Comentários Facebook

Politica MT

Comissão de Meio Ambiente ouve coordenador de comitê ambiental do Tribunal de Contas


Foto: JLSIQUEIRA / ALMT

A Comissão de Meio Ambiente, Recursos Hídricos e Recursos Minerais recebeu, na tarde desta terça-feira (7), o secretário-geral de Controle Externo do Tribunal de Contas do Estado (TCE/MT), Roberto Carlos Figueiredo, que apresentou ações do Comitê Interno de Gestão Ambiental (Ciga), do qual é coordenador na corte estadual.

O convidado destacou a atuação feita pelo Ciga em sete municípios e também as observações encaminhadas para os órgãos competentes após análise do comitê. Entre os apontamentos elaborados pelo Tribunal de Contas está o chamamento dos chefes de executivo e legislativo municipais para contribuírem no enfrentamento às queimadas florestais por meio da disponibilização de maquinário pesado e operador para a abertura de aceiros, com reembolso do combustível gasto por parte do governo estadual. 

As observações também continham a necessidade de urgente realização de campanhas voltadas à conscientização da população para a não utilização da técnica de queima de expansão (fogo contra fogo). “O tribunal esteve presente lá naquele momento e constatou algumas observações do que precisava ser feito de imediato”, explica Roberto Carlos Figueiredo. “Nós viemos aqui na Assembleia também defender que o plano do governo para 2022 tem de ser feito ouvindo o pantaneiro”, completou.

Leia Também:  Pedido de vistas adia votação de PLC que impede extinção da MTI

O titular da Secretaria de Assessoria Parlamentar do TCE, Carlos Brito, argumentou que o trabalho de acompanhamento de investimentos e diálogo com diferentes poderes permite que seja feita um planejamento mais efetivo de gestão ambiental no estado.

No encontro, o presidente da Comissão de Meio Ambiente, deputado Carlos Avallone (PSDB), mostrou satisfação com as ações tomadas pelo governo do estado e pelo TCE para evitar impactos maiores causados pelos incêndios no Pantanal. “Sem dúvidas, o Ciga já influenciou o trabalho este ano. Em 2021, houve uma união impressionante da comunidade e poder público, investimento de 63 milhões do estado no combate ao fogo, compra de equipamentos, treinamentos. O resultado foi uma diminuição de 85% neste ano em relação ao ano passado nos incêndios”, ressaltou o parlamentar. 

Foto: JLSIQUEIRA / ALMT

Além de outros representantes do TCE/MT, também participou da reunião o deputado Gilberto Cattani (PSL).

Fonte: ALMT

Comentários Facebook
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA