Politica MT

Deputado Nininho fala sobre a atuação da Frente Parlamentar de Suinocultura

Foto: JLSIQUEIRA / ALMT

No período de 2015-2018 o deputado estadual Ondanir Bortolini (PSD), Nininho, atuou como membro da Frente Parlamentar da Suinocultura. O trabalho desenvolvido pela Frente Parlamentar contou com a parceria da Associação dos Criadores de Suínos de Mato Grosso (Acrismat) e outros agentes públicos e privados que atuam na Cadeia Produtiva Suinícola.

De acordo com os dados coletados para a elaboração do relatório, o Brasil é o 4º maior produtor mundial de suínos, cujo o consumo de 12 Kg  saltou para 15,15 kg / ano/ habitante.

Em Mato Grosso a cadeia produtiva ganha espaço e já ocupa a 5ª posição no ranking nacional. Conforme os números divulgados pelo Instituto de Defesa Agropecuária do Estado de Mato Grosso (Indea-MT), o estado conta com um plantel de 178.712 matrizes, com um rebanho estimado em 2,82 milhões de cabeças, gerando 3.505 empregos diretos e 10.515 empregos indiretos.

Para o deputado Nininho, os dados apontados no relatório são de extrema importância para balizar a produção em diferentes sentidos “com as informações da classe produtora de suínos, temos subsídios para ampliar o segmento desde tecnologia à capacitação de profissionais no mercado de trabalho”, ressaltou o parlamentar.

Leia Também:  Na busca pelo primeiro mandato na AL, Juca do Guaraná quer ‘levar o povo’ para a Casa de Leis

Outro ponto que Nininho destacou é a preocupação do segmento com a sustentabilidade ambiental das regiões que possuem produção extensiva de suínos. “O segmento está preocupado em produzir, mas também, se preocupa em fomentar um manejo adequado para que o meio ambiente não seja afetado, e um dos caminhos é desenvolver um meio dos dejetos passarem por um processo de resíduos como fertilizantes, adubo orgânico e para a geração de energia térmica ou elétrica”, explicou o deputado.

“Quero parabenizar todos os membros que participaram da Frente Parlamentar, em especial a assessoria dos meus colegas e deputados Zeca Viana que atuou como Coordenador Geral e Dilmar Dal Bosco – sub-coordenador geral, os técnicos responsáveis pela elaboração do relatório, a contribuição e parceria da Acrismat e todos os envolvidos para a conclusão dos trabalhos”, concluiu Nininho.

De acordo com dados divulgados pelo Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea) e da Esalq/USP, as expectativas para o setor suinícola do Brasil em 2019 são ótimas, depois de um período desafiador em 2018. A perspectiva positiva está pautada, segundo pesquisadores, nos possíveis incrementos das exportações da carne suína (principalmente a países asiáticos) e redução dos custos de produção (especialmente devido ao aumento na produção nacional de grãos).

Leia Também:  TVAL fará entrevistas com candidatos ao Senado e ao governo de MT

Os interessados em ter acesso ao relatório podem se dirigir ao gabinete do deputado Nininho, localizado no 1º andar da Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso, situada na Avenida André Antônio Maggi, nº 6, setor A, no bairro CPA.

Comentários Facebook

Politica MT

Na busca pelo primeiro mandato na AL, Juca do Guaraná quer ‘levar o povo’ para a Casa de Leis

Para o candidato a deputado estadual pelo MDB em Mato Grosso, Juca do Guaraná Filho, a presença do agente político nos municípios é fundamental. Uma das propostas do Juca do Guaraná, é percorrer, com o Gabinete Itinerante, os 141 municípios do Estado e deixar fixa uma base do Gabinete Itinerante nas principais cidades de Mato Grosso.

“As pautas que vêm de encontro com as necessidades da população precisam ganhar vez na Assembleia Legislativa. Pode ter certeza que se eu conseguir uma das vagas da AL, a população entrará junto comigo”, destacou Juca do Guaraná.  

O emedebista é conhecido por ser o vereador do povo. Juca foi um dos parlamentares que mais teve indicações feitas e atendidas nos último dois anos. Já se somam mais de 10 mil indicações atendidas, em inúmeros bairros e comunidades rurais de Cuiabá. 

Juca do Guaraná Filho sabe bem a importância em ser um bom representante para a população cuiabana. Com muitos projetos de Lei de sua autoria, sancionados, Juca promete, caso eleito, continuar ‘fazendo mais por sua gente’.  Desta forma, criando mais propostas que beneficiem diretamente a homens e mulheres trabalhadores ou inserindo emendas a projetos que sejam, de fato, de interesse para Mato Grosso.  

Leia Também:  TVAL fará entrevistas com candidatos ao Senado e ao governo de MT

Juca do Guaraná Filho nasceu no bairro Pedregal, se candidatou e foi eleito em 2012. Depois, em 2016 e, por fim, em 2020. Sua entrada na política foi, inicialmente, para atender a um pedido do falecido pai, o ex-vereador José Maria Barbosa, mais conhecido como Juca do Guaraná. Assim, decidiu seguir a trajetória política e, hoje, Juca do Guaraná Filho busca seu primeiro mandato como deputado estadual.  

Com esse objetivo, Juca do Guaraná tem mostrado aos eleitores alguns de seus trabalhos na Casa de Leis cuiabana, afirmando que como vereador, criou o Gabinete Itinerante, com o objetivo não só de aproximar o parlamento municipal da comunidade, como ainda levantar as principais necessidades estruturais, em especial, nos bairros carentes da Capital. A ação já percorreu todas as regiões da Capital e já totalizou mais de 10 mil atendimentos. 

Em uma luta sem tréguas, Juca conseguiu sancionar a Lei de Nº 6.509/2020, de sua autoria, estabelecendo atendimento prioritário e, sobretudo, humanitário, aos autistas. A Lei exige que os estabelecimentos públicos e privados passem a estampar, em local visível, o símbolo para a conscientização do autismo, informando que os portadores do Transtorno do Espectro Autista (TEA) e seus acompanhantes têm direito a atendimento prioritário. O êxito foi tão grande que o projeto do vereador Juca do Guaraná acabou servindo de referência para várias outras cidades.

Leia Também:  Na busca pelo primeiro mandato na AL, Juca do Guaraná quer ‘levar o povo’ para a Casa de Leis

Juca também foi autor da Lei que aumentou o tempo para integração nos ônibus coletivos de Cuiabá, fazendo com que os usuários do transporte público tivessem mais tempo para completar seu trajeto, sem perder o tempo de integração e sem precisar pagar outra passagem.   

Esta Lei foi idealizada pelo parlamentar como resultado de uma experiência feita por ele, quando enfrentou um ônibus lotado que demorou aproximadamente 2 horas para fazer a linha que vai do bairro Pedra 90 ao Centro da capital. Ao passar por essa situação, notou que muito dificilmente uma pessoa conseguiria fazer esse mesmo percurso e tantos outros, em apenas 1 hora.  

Com a apresentação de todo trabalho prestado à Cuiabá, é que Juca do Guaraná tem se colocado à disposição da população mato-grossense, para levar esses projetos para todo o Estado.

Fonte: Eleições 2022

Comentários Facebook
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA