Mato Grosso

Desenvolve MT muda a realidade de empreendedores estrangeiros

Joanave Alexis é um sobrevivente. Quando o furacão Matthew assolou o Haiti, em 2016, trouxe uma triste realidade para o empreendedor de 39 anos. O comércio de roupas, que era a fonte de renda de sua família teve que ser deixado para trás. Mas das dificuldades, “Alexis”, como é conhecido, fez uma motivação para o empreendedorismo e assim está reconstruindo sua vida no Brasil, mais precisamente em Cuiabá.

Alexis é um dos microempreendedores atendidos pela agência de fomento do Estado, a Desenvolve MT. Como a concessão de crédito a estrangeiros pelos bancos convencionais é mais burocrática, a instituição foi a solução que o haitiano encontrou para mudar sua vida.

Um dia, saindo do trabalho que tinha como cozinheiro em um restaurante no bairro São Gonçalo Beira Rio, passou por um trailer exposto com uma placa de venda. Isso despertou a curiosidade do profissional, que logo se informou sobre como poderia adquiri-lo. O investimento poderia ser pago em 12x de R$ 1 mil, mas Alexis não tinha recursos para isso. 

Foi então que o dono do trailer indicou a Desenvolve MT e com pouca burocracia, o profissional conseguiu uma linha de crédito no valor de R$ 17 mil, que além de pagar pelo trailer, também deu a ele o capital de giro do qual necessitava. Assim surgiu a Pastelaria e Lanchonete Bom Jesus, no bairro Planalto.

Bastante religioso, Alexis conta que o nome do local se deve a sua capacidade de acreditar que Deus está acima de todas as coisas. “Nada foi fácil, mas a gente tem Deus na vida e eu também sou honesto”, contou o imigrante, que faz questão de pagar em dia o financiamento, já que tem planos futuros para o crescimento de seu negócio.

Leia Também:  Mãe chega em casa e encontra homem nu deitado ao lado da filha; suspeito foi detido por tentativa de estupro

Como o movimento de clientes às vezes é fraco, principalmente porque no bairro existem outros comerciantes, Alexis já buscou uma solução: quando terminar de pagar o financiamento, pretende investir em um carro para locomoção do trailer, certamente com uma nova linha de crédito concedida pela Desenvolve MT. Também pretende oferecer mais produtos, como pizzas.

A linha de crédito mais ofertada para empreendedores como o haitiano é o microcrédito. No caso específico de estrangeiros, a Desenvolve MT tem como exigência que o beneficiário possua visto de permanência no país. Tendo este documento, o cliente deve apresentar outros documentos e comprovações necessárias para a análise de crédito.

O microcrédito tem como limite o valor de R$ 20 mil, podendo ser disponibilizado tanto para pessoa física, quanto para jurídica. Além disso, o parcelamento do financiamento pode ser realizado em 36 meses com três meses de carência.

Quem atendeu Alexis e acompanhou sua trajetória até então foi o agente de fomento da Desenvolve MT, Julio Pereira, que trabalha na agência desde 2009. O servidor conheceu um pouco mais sobre a vida de seu cliente e percebeu como a concessão de crédito teve o poder de mudar a realidade e ajudar na construção de sonhos.

“Como sempre atuei na concessão de crédito atendendo diretamente pessoas como o Alexis, eu percebi que essa é uma atividade gratificante. Geralmente essas pessoas personificam a Desenvolve MT e criam um laço afetivo com você. Quando eles te veem na rua, apertam sua mão, abraçam e aí você tem a percepção de que o trabalho que a gente faz ali pode mudar a vida das pessoas”, destacou o servidor.

Leia Também:  Médica veterinária morre em grave acidente na BR-163

Apesar de ser o dono do próprio negócio, Alexis continua exercendo o ofício de cozinheiro e conciliando as duas atividades. Com fé, bom humor e sem nunca deixar de lado o sorriso no rosto, o estrangeiro não deixa de acreditar em uma vida melhor para si, para sua esposa e para seus filhos. 

BALANÇO

Ao todo, a Desenvolve MT realizou nos últimos quatro anos 701 operações de crédito, totalizando mais de R$ 31,4 milhões disponibilizados ao micro e pequeno empresário. No ano passado, foram realizadas quase 180 operações de crédito, em um total de R$ 8,4 milhões injetados na economia local.Assim como o Microcrédito, a agência também oferece linhas de crédito específicas para as áreas de turismo, agronegócio, transporte, indústria e agroindústria e inovação. 

Para conhecer mais sobre os produtos oferecidos, o atendimento presencial é realizado de segunda à sexta-feira, das 9h às 18h, no Edifício Top Tower, Av. Historiador Rubens de Mendonça, nº 2368, salas 1 e 2 (térreo), Bosque da Saúde, Cuiabá/MT. Mais informações pelo telefone: (65) 3613-7900 ou pelo site www.desenvolve.mt.gov.br.

 

 

Comentários Facebook

Agricultura

Mulheres líderes do agro realizam visita técnica à Brasília

Lideranças femininas do setor agropecuário de Mato Grosso embarcaram hoje (10.08) para uma visita técnica em Brasília. Ao longo dos próximos dias, um grupo com 40 mulheres visitará a Confederação Nacional de Agricultura e Pecuária (CNA), a sede do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), o Instituto Pensar Agro (IPA), entre outras instituições na capital federal.

As atividades fazem parte da programação da Academia de Liderança – Mulheres Líderes do Agro, a primeira organizada pelo Senar-MT exclusivamente ao público feminino. Ao todo, serão três encontros, de julho a setembro. Nesta segunda etapa, que ocorre em Brasília, as mulheres conhecerão mais sobre a atuação das instituições visitadas, seus representantes e a estrutura dos poderes executivo, legislativo e judiciário.

A Academia de Liderança reúne produtoras rurais, lideranças sindicais e mulheres que trabalham no setor agropecuário. O objetivo é formar líderes que possam atuar nas mais diversas esferas que envolvem a agropecuária no estado e impulsionar ainda mais o seu desenvolvimento.

No primeiro módulo, que ocorreu em Cuiabá, as participantes aprenderam mais sobre atuação política no agro e autoconhecimento e propósito. Além disso, tiveram a oportunidade de conhecer as áreas de atuação de cada uma das instituições do Sistema Famato: o Senar-MT, Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), Instituto Agrihub, a Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Mato Grosso (Famato) e os Sindicatos Rurais.

Leia Também:  Mãe chega em casa e encontra homem nu deitado ao lado da filha; suspeito foi detido por tentativa de estupro

Essa é a primeira visita técnica da Academia de Liderança, após o início da pandemia de Covid-19. “Esse momento foi muito aguardado, a pandemia adiou o nosso projeto, mas finalmente conseguimos realizá-lo e estamos muito felizes em poder reunir e fortalecer as mulheres do nosso setor”, afirmou o superintendente do Senar-MT, Francisco Olavo Pugliesi de Castro, mais conhecido como Chico da Pauliceia.

Comentários Facebook
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA