Destaque

Detran e Batalhão de Trânsito começam hoje Operação Motociclista Vivo

O Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso (Detran-MT) e o Batalhão de Trânsito da Polícia Militar darão início nesta segunda-feira (28.01) à Operação Motociclista Vivo, que busca a conscientização dos motoristas e a redução dos riscos de acidentes envolvendo motocicletas.

As ações serão concentradas em blitzes educativas e fiscalizatórias, com a verificação de condições de regularidade e circulação dos veículos e condutores e também conscientização para normas de conduta e direção defensiva.

“Nosso objetivo, durante as abordagens, exclusivamente aos motociclistas, é observar se está tudo correto com o veículo, o que inclui itens de segurança, como farol, placas, lacres e a documentação. Além disso, o motorista deve estar utilizando o capacete e portar a carteira de habilitação”, explicou a gerente de fiscalização do Detran, Kerollain Pacheco.

Esse tipo de ação, segundo a gerente, é determinante para a redução no número de acidentes. As blitzes serão realizadas nos dias 28, 29 e 31 de janeiro e 4, 6 e 7 de fevereiro. Na primeira semana, serão realizadas na Avenida Beira Rio (dia 28, às 15h), no Sesi Papa (dia 29, às 20h) e na Avenida Isaac Póvoas (dia 31, às 21h).

Leia Também:  PRF apreende 30 quilos de drogas na BR 364 em Rondonópolis

“A fiscalização influencia diretamente na segurança e fluidez do trânsito, contribuindo para a efetiva mudança de comportamento dos usuários da via, e de forma específica, do condutor infrator, a partir da imposição de sanções, propiciando a eficácia da norma jurídica”, pontuou o presidente da autarquia, Gustavo Vasconcellos.

Em 2018, foram registrados 17.973 acidentes em todo o Estado, sendo 9.407 envolvendo motocicletas, o que corresponde a um índice de 52% do total de ocorrências, segundo dados da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp).

Já os registros do Sistema de Informações Hospitalares do SUS (SIH/SUS), da Secretaria Municipal de Saúde, apontaram que somente em Cuiabá, de janeiro a julho de 2018, foram registradas 1.326 internações por acidentes. Deste número, aproximadamente 80% das internações foram no Pronto-Socorro do município, o que gerou um custo de R$ 1 milhão em procedimentos hospitalares.

“Para se ter uma ideia, o Ministério da Saúde apontou que em Cuiabá, somente em 2015, houve 98 acidentes com vítimas fatais e deste total, 56 envolveram motociclistas. E quando a vítima não é fatal, os motociclistas ocupam o maior índice de gastos com internações e tratamentos de longo período nas unidades hospitalares”, concluiu a gerente de fiscalização.

Leia Também:  Homem morre após colisão entre moto e carro em Rondonópolis

Leia mais

52% dos acidentes de trânsito em Mato Grosso envolvem motocicletas

Comentários Facebook

Agricultura

Mulheres líderes do agro realizam visita técnica à Brasília

Lideranças femininas do setor agropecuário de Mato Grosso embarcaram hoje (10.08) para uma visita técnica em Brasília. Ao longo dos próximos dias, um grupo com 40 mulheres visitará a Confederação Nacional de Agricultura e Pecuária (CNA), a sede do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), o Instituto Pensar Agro (IPA), entre outras instituições na capital federal.

As atividades fazem parte da programação da Academia de Liderança – Mulheres Líderes do Agro, a primeira organizada pelo Senar-MT exclusivamente ao público feminino. Ao todo, serão três encontros, de julho a setembro. Nesta segunda etapa, que ocorre em Brasília, as mulheres conhecerão mais sobre a atuação das instituições visitadas, seus representantes e a estrutura dos poderes executivo, legislativo e judiciário.

A Academia de Liderança reúne produtoras rurais, lideranças sindicais e mulheres que trabalham no setor agropecuário. O objetivo é formar líderes que possam atuar nas mais diversas esferas que envolvem a agropecuária no estado e impulsionar ainda mais o seu desenvolvimento.

No primeiro módulo, que ocorreu em Cuiabá, as participantes aprenderam mais sobre atuação política no agro e autoconhecimento e propósito. Além disso, tiveram a oportunidade de conhecer as áreas de atuação de cada uma das instituições do Sistema Famato: o Senar-MT, Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), Instituto Agrihub, a Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Mato Grosso (Famato) e os Sindicatos Rurais.

Leia Também:  Ministro diz que desemprego cairá para 8% antes do fim do ano

Essa é a primeira visita técnica da Academia de Liderança, após o início da pandemia de Covid-19. “Esse momento foi muito aguardado, a pandemia adiou o nosso projeto, mas finalmente conseguimos realizá-lo e estamos muito felizes em poder reunir e fortalecer as mulheres do nosso setor”, afirmou o superintendente do Senar-MT, Francisco Olavo Pugliesi de Castro, mais conhecido como Chico da Pauliceia.

Comentários Facebook
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA