Tecnologia

Drones pequenos cabem na palma da mão e são controlados por smartphone

A palavra “drone” define toda aeronave que pode ser controlada sem um ser humano a bordo. Esse tipo de veículo geralmente é guiado remotamente, por controles remotos ou computadores, ou até mesmo sem a necessidade de intervenção humana por meio de um piloto automático. Seus tamanhos e funcionalidades variam, indo desde aviões grandes até drones pequenos, que podem ser pilotados dentro de casa.

Leia também: Smartband ou Smartwatch? Conheça cada um e saiba qual combina mais com você

Esse tipo de tecnologia foi produzida inicialmente com propósitos militares, tendo como principal inspiração os mísseis teleguiados alemães criados na Segunda Guerra Mundial e os aeromodelos usados como recreação na época. Na última década, esses veículos foram amplamente utilizados como armas na guerra contra o terrorismo. Já o uso civil dessa tecnologia começou a ser explorado por fotógrafos e cinegrafistas devido às imagens impressionantes que é possível captar com o equipamento. Para isso, drones pequenos
que não interferem no tráfego aéreo, são fáceis de manusear e guardar, começaram a ser produzidos em massa.


Os drones pequenos possuem as mesmas funcionalidades que os modelos antigos, com a vantagem de caberem na palma da sua mão
Divulgação Squalo

Os drones pequenos possuem as mesmas funcionalidades que os modelos antigos, com a vantagem de caberem na palma da sua mão

Os mini drones

A tendência antigamente era produzir aeronaves que, apesar de pequenas, ainda tinham um tamanho considerável e chamavam a atenção. Além da dificuldade de se manusear esse tipo de veículo, o seu preço é extremamente elevado. Foi para suprir a necessidade de um equipamento barato, mais fácil de usar e que melhor se encaixe no uso civil que os mini drones surgiram no mercado.

O equipamento continua com as mesmas funções que os modelos antigos possuíam; com ele é possível gravar vídeos em 360 graus e vídeos em HD. Mas a grande diferença se encontra no seu tamanho: Essa nova tecnologia cabe na palma da mão do usuário!

Leia também: Você sabe o que é tecnologia wearable? Ela pode mudar sua vida!

Os pequenos aparelhos começaram então a se tornar hobbie ou instrumento de trabalho de muitas pessoas. Eles funcionam para registrar uma viagem, se divertir com os amigos e a família no final de semana, ou aprimorar um projeto que inclua vídeos e fotos.

Alguns produtos, como o  Elfie JJRC H37
e o  Quad-Drone
possuem vantagens a mais: é possível sincronizar esses equipamentos com o celular, facilitando o seu manuseio e permitindo que as imagens captadas pelo drone sejam visualizadas em tempo real. Aparelhos com giroscópio podem inclusive controlar a aeronave apenas com a inclinação do smartphone.



Mini Drone Elfie JJRC H37 - Preto; por R$ 429.90 ou em até 12x de R$35,83 sem juros

Divulgação Squalo

Para garantir que a qualidade da imagem mantenha um padrão elevado, as mini aeronaves possuem uma série de estabilizadores, tornando o voo mais fluído e dinâmico. Suas asas são dobráveis, o que permite que o equipamento seja guardado em qualquer lugar – inclusive no bolso -, e seu exterior é formado por um escudo ABS altamente resistente.

Leia também: Tecnologia de uma casa inteligente ajuda no dia a dia

Ambos os produtos também possuem um controle remoto, permitindo que um voo dinâmico seja realizado em quaisquer circunstâncias. A bateria também é de alta qualidade, sendo recarregada por completo em apenas 40 minutos.

Mini Drone Elfie JJRC H37
e o  Quad-Drone
são vendidos no Brasil pelo site oficial da Squalo por preços que vão desde R$ 169.90 até R$ 429.90.



Quad-Drone Câmera Embutida Estabilizador Compacto Resistente com Conexão a Smartphones - Branco; por R$ 169.90 em até 12x de R$14,16 sem juros

Divulgação Squalo

Esses drones pequenos
são uma boa opção para quem deseja comprar a tecnologia pela primeira vez ou até mesmo para quem já está familiarizado mas procura maior comodidade.

Comentários Facebook

Brasil

WhatsApp lança recursos premium para atrair empresas

O WhatsApp anunciou o lançamento de novas bibliotecas de funcionalidades, conhecidas como APIs, baseadas em serviços de nuvem – quando o processamento dos aplicativos é feito em tempo real por servidores e enviado via internet para o usuário – com foco específico no uso empresarial do aplicativo. A novidade foi apresentada pelo presidente-executivo da Meta, antiga Facebook e dona do WhatsApp, Mark Zuckerberg.

A rede social de troca de mensagens instantâneas tem atraído cada vez mais usuários corporativos, e tem lançado diversas atualizações que visam aprimorar a relação entre clientes e empresas, como a possibilidade de transferir dinheiro dentro da própria plataforma.

Zuckerberg disse que a oferta significa que “qualquer empresa ou desenvolvedor pode acessar facilmente nosso serviço, projetar diretamente no WhatsApp para personalizar sua experiência e acelerar o tempo de resposta aos clientes usando nosso seguro WhatsApp Cloud API hospedada pela Meta.”

A Meta, que comprou o WhatsApp por 19 bilhões de dólares em 2014, disse que as empresas não poderão enviar mensagens para as pessoas no WhatsApp, exceto se elas pedirem para ser contatadas.

Fonte: Agência Brasil | Foto: Freepik

Comentários Facebook
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA