Mato Grosso

Empaer começa a temporada de venda de alevinos em Livramento

Começa nesta sexta-feira (18.01), na Estação de Piscicultura da Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer), localizada no município de Nossa Senhora do Livramento (42 km ao Sul de Cuiabá), a venda de alevinos de tambacu, tambatinga, e pirapicu. O engenheiro de pesca da Empaer, Enock Alves dos Santos, fala que Mato Grosso tem uma produção de 64 mil toneladas de peixe por ano, cultivados em tanques.

De acordo com Enock, para garantir rentabilidade e sucesso na atividade, o produtor tem que observar alguns fatores importantes, como a qualidade da água, solos com teor de argila abaixo de 20% e topografia com inclinação de 2% de desnível dos tanques, permitindo um abastecimento e escoamento por gravidade. Ele enfatizou também a construção de viveiros, que devem ter uma profundidade de 1,5 metro na parte rasa e 1,8 metro na parte mais funda do viveiro, podendo chegar até 2 metros.

Segundo Alves não existe forma ou dimensão ideal para viveiros de cultivo de peixe, tudo depende das condições do terreno, dimensão e o poder aquisitivo do produtor. Outro ponto importante para criação em cativeiro é o manejo, alimentação e nutrição dos peixes, qualidade e oxigênio da água, temperatura, densidade por metro quadrado e controle no cultivo de alevinos.

Leia Também:  Prefeito de Pedra Preta morre aos ao 74 anos de idade

O chefe da Estação de piscicultura, Antônio Claudino da Silva Filho, fala que a empresa comercializa alevinos para recria e engorda em cativeiro há mais de 30 anos. A previsão é de venda durante cinco meses (janeiro a maio). Ele explica que serão comercializados alevinos medindo de três a cinco centímetros por R$ 230,00 o milheiro, de cinco a oito cm por R$ 280,00 e de oito a dez centímetros por R$ 330,00.

“A Empaer prioriza o atendimento aos agricultores familiares e disponibiliza no momento da compra toda tecnologia de reprodução com informações desde o momento da soltura dos alevinos nos tanques ou represas até o abate”, esclarece Antônio.

Com mais de 400 matrizes das espécies de tambaqui, pacu e pirapitinga, cerca de 250 matrizes estão aptas para reprodução e foram produzidas na própria estação, que tem 39 tanques de reprodução, sendo 12 de pesquisa e 27 para recria.

Para realizar a compra acima de 10 mil alevinos é necessário fazer reserva e encomendar pelo telefone: (65) 99606 0281. A comercialização dos alevinos será realizada toda sexta-feira e o transporte é por conta do produtor.

Leia Também:  Mulher quebra garrafa de pinga e é espancada pelo marido em MT

Comentários Facebook

Destaque

Senar-MT lança mais dois cursos que qualificam profissionais para atuar no setor de máquinas agrícolas

Já estão disponíveis no portfólio do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso (Senar-MT) mais dois cursos. O objetivo destes dois novos produtos é qualificar pessoas que vão atuar no setor de máquinas e implementos agrícolas. Aplicação de sólidos utilizando distribuidor autopropelido e Operação de escavadeira hidráulica são os dois novos cursos. Além destes, a instituição oferece mais de 350 outros cursos para capacitar e qualificar o homem do campo.

O Aplicação de sólidos utilizando distribuidor Autopropelido será numa modalidade híbrida e a carga horária será de 24 horas, distribuída em dois módulos – 16 horas de conteúdo EaD e 08 horas presencial.

Este treinamento surgiu em função da necessidade de aprimorar os conhecimentos dos profissionais que já atuam na atividade de operação de máquinas agrícolas. O objetivo é aplicar mais essa tecnologia que é a de aplicar sólidos utilizando o autopropelido.

O conteúdo programático inclui assuntos como:

– Fertilizantes e corretivos com distribuidor autopropelido

– Aspectos legais e de segurança na aplicação de fertilizantes e corretivos

– Aplicação de corretivos e fertilizantes com distribuidor autopropelido

– A agricultura de precisão na distribuição de fertilizantes e corretivos

Leia Também:  Sistema Fecomércio-MT inicia segunda etapa do projeto ‘Movimenta’ em Rondonópolis e Jaciara

– Barra de luzes e o piloto automático na agricultura de precisão

– Distribuidor de corretivos e fertilizantes autopropelido

– Cabine do distribuidor

– Parâmetros da aplicação de corretivos e fertilizantes

– Revisão dos componentes do distribuidor de corretivos e fertilizantes do distribuidor

– Configuração do distribuidor conforme o produto a ser aplicado

– Regulagens e calibrações do distribuidor

– Aplicação do produto

Já a Operação de escavadeira hidráulica é presencial com carga horária de 40 horas. O objetivo é que o participante aprenda a operar a escavadeira hidráulica de acordo com a recomendação do manual do operador. É importante destacar que a escavadeira é uma máquina de grande utilidade para o setor rural e da construção civil e para ser manuseada precisa de profissionais qualificados. O curso capacitará o operador a exercer o trabalho com eficácia e respeito às Normas de Segurança.

Conteúdo programático inclui assuntos como:

– Legislação

– Normas regulamentadoras da atividade

– Saúde e Segurança do Trabalho

– Conceito e histórico da escavadeira hidráulica

– Configuração de uma escavadeira: carro superior e inferior

– Utilização dos implementos de escavadeira hidráulica

Leia Também:  Homem morre atropelado por carreta após ‘pegar beirão’ em cidade de MT

– Importância da cabine do operador

– Verificação dos níveis dos sistemas

– Componentes da escavadeira hidráulica

– Deslocamento operacional da escavadeira hidráulica;

– Operação de escavação

– Movimentação de carga

Crédito: Aline Lima

Colheita de Talentos – Após concluir os cursos do Senar-MT, os participantes têm seus currículos cadastrados no Colheita de Talentos, que é plataforma do Senar-MT que tem como objetivo aproximar as empresas do agro e produtores rurais interessados em contratar profissionais qualificados e as pessoas qualificadas pelo Senar-MT.

Parcerias – para realizar as aulas práticas nos Centros de Treinamentos do Senar-MT conta com dezenas de parceiros. Dentre eles,os abaixo relacionados.

Centro Oeste Máquinas – Massey Ferguson.

Terra Premium – New Holland.

Agrofito – Case.

Jorge Máquinas Agrícolas – Plataforma.

Guimáquina – Jacto.

Grupo Vamos – Fendt.

Fazenda Guarita – Joel Strobel.

Rota Oeste – PC Deer.

Sotreq – PC Caterpillar.

IMA Rondonópolis.

Fazenda Red River – Ronaldo Alves Batista Pinto.

Comentários Facebook
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA