Cuiabá

Empresário de MT morre vítima de infarto aos 39 anos

O empresário Bruno Galindo Placheski, 39 anos, sobrinho do ex-prefeito Chico Galindo, morreu na madrugada desta segunda-feira (22) vítima de um infarto, em Cuiabá.

Ele teria começado a passar mal em casa, no final de domingo (21), e foi reanimado por uma sobrinha que é médica. Em seguida, o empresário – que tinha histórico de hipertensão, foi levado para um hospital da Capital, porém, não resistiu.

Bruno era dono da empresa Ideal Terceirização e deixa esposa e três filhos.

Fonte: Repórter MT

Comentários Facebook
Leia Também:  Hemocentro precisa de doadores de sangue voluntários para manter atendimento a pacientes

Cuiabá

Polícia Civil prende traficante e fecha comércio de cocaína

Um traficante de drogas que atuava na região do bairro Altos da Serra em Cuiabá foi preso em flagrante pela Polícia Civil, na manhã de sexta-feira (21.01), em mais uma ação de combate ao tráfico de drogas desencadeada pela Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE).

O suspeito de 33 anos foi flagrado com porções de entorpecentes e diversos apetrechos relacionados ao comércio ilícito, sendo autuado em flagrante por tráfico de drogas.

Após recebimento de denúncia sobre um comércio de drogas no bairro Altos da Serra II, os policiais foram até o endereço, fazendo o monitoramento da região, momento em que flagraram o suspeito chegando em um veículo Volkswagen Gol.

Os policiais realizaram a abordagem do investigado e em buscas na residência localizaram porções de cocaína e ácido bórico, balança de precisão, copo de liquidificador com resquícios de entorpecentes, tesoura e outros apetrechos utilizados para embalo da droga como plásticos, tubo de linha, e uma colher.

Todo material ilícito foi apreendido e o suspeito encaminhado à DRE, onde após ser interrogado pelo delegado André Rigonato, foi autuado em flagrante por tráfico de drogas. As porções de entorpecentes e demais apetrechos apreendidos na casa foram encaminhados à Politec, sendo o resultado positivo para cocaína e ácido bórico.

Leia Também:  Hemocentro precisa de doadores de sangue voluntários para manter atendimento a pacientes

O delegado destacou a importância do combate ao tráfico doméstico, que ocorre dentro de bairros, aumento a criminalidade e trazendo transtornos para os moradores da região. “Mais um traficante foi retirado de circulação graças ao empenho dos servidores da DRE envolvidos nas ações de combate ao tráfico realizadas rotineiramente pela especializada”, disse o delegado.

Comentários Facebook
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA