APROSOJA

Fethab 2 e Funrural são debatidos na Região Oeste durante Circuito Aprosoja

Fortalecimento Institucional

Fethab 2 e Funrural são debatidos na Região Oeste durante Circuito Aprosoja

Com novo formato proposto pela atual diretoria, produtores têm oportunidade de bate papo sobre temas do setor


Ascom Aprosoja

10/05/2018

O Fethab 2 e o Funrural foram os principais assuntos questionados pelos produtores rurais durante o Circuito Aprosoja, entre os dias 30 de abril a 04 de maio, na Região Oeste. Realizado pela Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja), em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar-MT), o evento está em sua 13ª edição.
 
Diferente de outros anos, ao invés de realizar uma palestra com foco mais institucional, o presidente da Aprosoja, Antonio Galvan, resolveu abrir o espaço para um bate papo com os associados sobre as principais ações da entidade. 
 
Neste bate papo, além de questionamentos ao próprio presidente Galvan e/ou membros da diretoria, os agricultores podem esclarecer dúvidas em relação às três palestras do Circuito. São elas: “A importância da parceria entre o Sistema Famato/Senar e os Sindicatos Rurais”, com o analista do Senar, Gustavo Mocci; “Segurança nas Propriedades Rurais: Orientação e Prevenção”, sempre com algum membro da Polícia Militar da Região; e "A importância da representatividade de classe na Política Brasileira", com o diretor executivo do Instituto Pensar Agro (Ipa), João Henrique Hummel. 
 
“Acreditamos que dessa forma podemos realmente entender as principais demandas e anseios dos produtores rurais. É uma forma também que temos de nos aproximarmos mais deles. E tem dado muito certo”, avalia Galvan. 
 
Sobre o Fethab 2, o presidente lembra a cada evento que, a assembleia geral de associados da Aprosoja decidiu por entrar com uma ação judicial contra o Governo de Mato Grosso por desvio de finalidade na aplicação dos recursos do fundo. “E também volto a questionar, durante o Circuito, se todos que estão presentes são favoráveis a entrar com a ação”, lembra o presidente. 
 
Sobre o Funrural, Galvan ressalta que no dia 17 deste mês, o Supremo Tribunal Federal (STF) julgará a modulação sobre o passivo do fundo, e que após isso, a Aprosoja convocará uma nova assembleia de associados para decidir o posicionamento da entidade. 
 

Fonte: Ascom Aprosoja


Assessoria de Comunicação

Contatos: Telefone: 65 3644-4215

Email: comunicacao@aprosoja.com.br

Comentários Facebook

APROSOJA

Soja mato-grossense será reconhecida como sustentável por meio de programa da Aprosoja

Fortalecimento Institucional

Soja mato-grossense será reconhecida como sustentável por meio de programa da Aprosoja

Em missão na Europa, comitiva aprova pontos para que Soja Plus seja certificador da procedência dos grãos do Estado


28/11/2018

Em breve, os produtores rurais de Mato Grosso que participam do programa Soja Plus serão reconhecidos formalmente pela Europa como sustentáveis. Em reunião em Bruxelas, na Bélgica, na última quarta (21), o benchmarking do Soja Plus foi aprovado junto à Federação Europeia dos Fabricantes de Rações (Fefac) fazendo com que ele possa ser submetido à plataforma ITC.

“Desta forma, conseguiremos com que o programa Soja Plus seja uma espécie de certificação de sustentabilidade da soja mato-grossense. É um passo importante para os agricultores do Estado, que produzem soja e milho obedecendo rigorosas leis ambientais e trabalhistas”, afirma Antonio Galvan, presidente da Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja).

Em janeiro de 2017, foi assinado em Lisboa (Portugal) um Memorando de Entendimento (MoU, na sigla em inglês) entre a Aprosoja, a Fefac, a Associação Brasileira de Indústria de Óleos Vegetais (Abiove), a Federação Europeia de Óleo Vegetal e Proteínas (Fediol) e a Iniciativa para Comércio Sustentável (IDH). O documento reconheceu o programa Soja Plus como o caminho mais adequado para se reconhecer que a soja mato-grossense é sustentável.

Durante a viagem à Europa, a comitiva brasileira também se reuniu com autoridades políticas da União Europeia. Houve reunião na Embaixada Brasileira em Bruxelas e também no Parlamento Europeu. O objetivo era apresentar aos europeus como a soja é produzida em Mato Grosso. No discurso, o presidente da Aprosoja pediu respeito ao Brasil e ao agricultor brasileiro.

“Aparentemente, sustentabilidade para os europeus é não desmatar, nem desflorestar. E o conceito é muito mais amplo. Deixamos claro que no Brasil trabalhamos com leis rígidas e seguimos o que está definido nelas. Na legislação brasileira, há a possiblidade de desmatamento legal e ainda há muitos estados novos que estão crescendo e precisarão desta área. Nós temos soberania”, frisou Galvan.

O representante da associação acredita que, muito além da sustentabilidade, o interesse da Europa é comercial. “As organizações não-governamentais (ONGs), fomentadas pelos grandes varejistas, levam uma informação distorcida do Brasil para a Europa e, com isso, fazem pressão para que os preços sejam interessantes para eles”, contou. Em outras duas reuniões, em Paris e em Berlim, o contato foi com representantes de indústria de reações, associados da Fefac.

Soja Plus – Desenvolvido em 2011, por iniciativa da Aprosoja, o Soja Plus tem por finalidade a melhoria contínua das condições sociais, de trabalho e ambiental nas fazendas produtoras de soja. Até hoje, foram realizados 240 cursos da Norma Regulamentadora 31, que trata da qualidade de vida no trabalho, e é o pontapé inicial para a entrada no Soja Plus. Até o final do ano de 2018, serão mais de 3600 pessoas capacitadas. São mais de 1200 propriedades que fazem parte do Soja Plus em Mato Grosso.

Participaram da missão na Europa também o vice-presidente da Aprosoja, Fernando Cadore, o delegado por Sorriso, Thiago Stefanello, o diretor executivo, Wellington Andrade, a gerente de Sustentabilidade, Marlene Lima, o senador José Medeiros, o consultor técnico, Wanderlei Dias Guerra, e o diretor geral do Serviço Florestal Brasileiro, Raimundo Deusdara Filho.

 

Fonte: Ascom Aprosoja


Assessoria de Comunicação

Contatos: Telefone: 65 3644-4215

Email: comunicacao@aprosoja.com.br

Comentários Facebook
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA