Brasil

Hackers pedem R$ 250 milhões para liberar sistema de prefeitura

A Prefeitura de Itapemirim teve seu sistema de processamento digital hackeado no início desta semana. Ele só foi retomado na tarde de quarta-feira. Segundo o município, os criminosos chegaram a pedir R$ 250 milhões em bitcoins pelo resgate dos dados roubados.

Um boletim de ocorrência foi feito pela prefeitura, e o ataque cibernético é investigado pela Polícia Civil. O sistema hackeado servia para a tramitação digital de processos, segundo o município.

O valor do resgate foi divulgado apenas na quarta-feira pela prefeitura após uma reunião de representantes do município com o Superintendente Regional da Polícia Federal no ES, o delegado Eugênio Ricas.

Os hackers deixaram uma mensagem em inglês no sistema do município, pedindo para que o pagamento do resgate fosse feito em criptomoedas. O ataque aconteceu na noite do último domingo.

Na quarta-feira, o sistema foi retomado, segundo anunciou a prefeitura pelas redes sociais. Os técnicos do município conseguiram retomar as atividades do sistema graças a um backup.

Fonte: IG – Último Segundo

Comentários Facebook
Leia Também:  Um em cada cem nascidos tem cardiopatia congênita em todo o mundo

Brasil

TSE começa a julgar aplicação da lei de proteção de dados nas eleições

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) começou a analisar nesta terça-feira (9) a aplicação da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) nos registros de candidaturas às eleições de outubro. Os ministros avaliam a restrição de dados dos candidatos no sistema DivulgaCand, que contém a lista de bens declarados, como imóveis e aplicações financeiras.

O julgamento é motivado pelo processo no qual um politico que concorreu às eleições de 2020 pediu a exclusão de seus dados da plataforma após receber ameaças durante o processo eleitoral.

Ao analisar o caso, o presidente do TSE, ministro Edson Fachin, defendeu a manutenção do registro dos dados, mas somente para informações que comprometam a vida privada dos candidatos. Para o ministro, as regras não podem dificultar a fiscalização das candidaturas.

Em seguida, um pedido de vista do ministro Alexandre de Moraes suspendeu o julgamento. A data para retomada ainda não foi definida.

Comentários Facebook
Leia Também:  Professor preso por importunação fez aluna desfilar de legging
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA