Destaque

Idosa é dada como morta e no velório apresenta sinais vitais

Uma situação inusitada e de grande consternação foi registrada no município de Guiratinga (distante 328 km ao sul) na sexta-feira (8). A morte da dona Caluzinha, como era conhecida, por volta das 07h20, logo correu pela cidade, parentes foram avisados e cerca de duas horas depois começou o velório, no salão da igreja. Mas, cerca de 8 horas após confirmado o falecimento, a idosa apresentou sinais vitais e foi levada de volta ao hospital, ainda dentro do caixão.

Parentes da idosa sentiram, no período da tarde durante o velório, o seu corpo quente, mas acharam que era por conta da alta temperatura. Então, sem qualquer alarde, uma parente chamou outra, que havia ido de Cuiabá para a despedida, que também observou sinal de vida. Em seguida, procuraram um médico que foi até ao local junto com uma enfermeira. Para surpresa e consternação de todos, o médico examinou e constatou sinais vitais na idosa.

De volta ao hospital, que cerca de 8 horas havia confirmado o seu óbito, dona Caluzinha foi atestada como viva. Várias manobras médicas foram utilizadas e só por volta das 19h00 de sexta-feira, ela faleceu.

Leia Também:  Município intensifica fiscalização quanto a exigência do passaporte da vacina e demais protocolos de biossegurança

A idosa, muito conhecida em Guiratinga, foi enterrada neste sábado (9). Os familiares e amigos consternados com a morte vivem um momento duplamente de dor e lastimam pelo o ocorrido.

Em um primeiro momento, os parentes de dona Caluzinha quando observaram o seu corpo quente, prefiraram procurar a ajuda de profissional, mas a chegada do médico e a retirada da idosa dada como morte, levada no caixão, para o hospital deixaram todos polvorosos.

Católica, dona Caluzinha sofria de Alzheimer há cerca de 20 anos. Tinha uma saúde debilitada, porém era muito bem cuidada pela família.

Em Guiratinga, desde sexta-feira não há outro assunto senão o fato da idosa não ter morrido. Assim, o assunto ganhou repercussão e chegou a Cuiabá e no país. Um familiar de dona Caluzinha que estava indo para o seu primeiro velório, quando soube da notícia de que não teria mais velório porque ela ainda estava viva, parou em Rondonópolis e trocou as lágrimas por sentimento de alívio e tomou uma boa cerveja.

Artista nacional, nascido em Guiratinga, Ataíde Arcoverde também deu voz ao sentimento de dor e a perplexidade vivenciada pelas pessoas que estavam no velório.

Leia Também:  Polícia cumpre 19 mandados em segunda fase de operação contra grupo criminoso envolvido em roubos e adulteração de veículos

Veja o vídeo

A família lamenta ainda mais porque na preparação para o corpo chumaços algodão foram colocados no nariz e boca dela, o que pode também ter atrapalhado a sua respiração.

Fonte: Noelma Oliveira – Gazeta Digital | Foto: Prefeitura de Guiratinga

Comentários Facebook

Brasil

Bolsonaro anuncia apoio para 750 mil caminhoneiros comprarem diesel

O presidente Jair Bolsonaro anunciou nesta quinta-feira (21), em Sertânia (PE), que o governo pretende pagar um auxílio a cerca de 750 mil caminhoneiros para compensar o aumento do diesel. Segundo ele, os números relacionados à medida serão informados nos próximos dias. A declaração foi dada durante evento de inauguração do Ramal do Agreste das obras de transposição do Rio São Francisco.

“O preço do combustível lá fora está o dobro do Brasil. Sabemos que aqui é um outro país, mas grande parte do que consumimos em combustível, ou melhor, uma parte considerável, nós importamos e temos que pagar o preço deles lá de fora. Decidimos, então, atender aos caminhoneiros autônomos. Em torno de 750 mil caminhoneiros receberão uma ajuda para compensar o aumento do diesel. Fazemos isso porque é através deles que as mercadorias e os alimentos chegam nos quatro cantos do país”, disse o presidente.

O último reajuste definido pela Petrobras no preço do diesel entrou em vigor no dia 1º de outubro. O combustível acumula alta de mais de 30% este ano. Até a semana passada, o preço médio do produto vendido nos postos era de R$ 4,97, segundo a Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

Leia Também:  Município intensifica fiscalização quanto a exigência do passaporte da vacina e demais protocolos de biossegurança

Transposição

O Ramal do Agreste, inaugurado pelo presidente Jair Bolsonaro, recebeu R$ 1,6 bilhão em recursos públicos. Maior obra hídrica em andamento no estado de Pernambuco, o trecho tem 70 quilômetros (km) de extensão, entre as cidades de Sertânia e Arcoverde, e vai atender um total de 68 municípios onde vivem cerca de 2 milhões de habitantes.

O governo federal também inaugurou, na Barragem de Campos, a captação definitiva do Ramal de Sertânia, estrutura da Adutora do Pajeú. Com isso, serão atendidas 37 mil pessoas da cidade de Sertânia. O investimento federal nesta obra foi de R$ 10 milhões.

Jornada das Águas

Pela manhã, Jair Bolsonaro participou da inauguração das obras do trecho final do Eixo Norte do Projeto de Integração do Rio São Francisco. A inauguração aconteceu em São José de Piranhas, na Paraíba, durante evento da Jornada das Águas.

A Jornada das Águas começou na segunda-feira (18), em São Roque de Minas, no norte de Minas Gerais, região da nascente do Rio São Francisco, e vai terminar em Propriá, em Sergipe, no dia 28 de outubro.

Leia Também:  Polícia cumpre 19 mandados em segunda fase de operação contra grupo criminoso envolvido em roubos e adulteração de veículos

A viagem de dez dias, liderada pelo ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, percorrerá os nove estados do Nordeste com anúncios e entrega de obras de infraestrutura, preservação e recuperação de nascentes e cursos d’água, saneamento, irrigação, apoio ao setor produtivo e aos municípios, além de ações de governança, com propostas de mudanças normativas no setor.

Comentários Facebook
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA