Política Cuiabá

Janeiro Roxo: Câmara de Cuiabá alerta à população para a prevenção da hanseníase

No chamado “mês roxo” de combate a Hanseníase, a Câmara de Cuiabá alerta à população para a prevenção da doença, tendo em vista que Mato Grosso lidera o ranking dos estados com maior índice de casos detectados.
Conforme dados do Ministério da Saúde, Mato Grosso registrou no ano passado 3.895 notificações da doença em todo o Estado. O número corresponde a 16% do total registrado no país, que foi de 23.005 casos.
De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde (SES), em 2017 a taxa de detecção da doença no Estado foi de 105,2 casos para cada 100 mil habitantes com registro de 3.477 casos novos da doença.&nbsp
“No ano de 2017 Mato Grosso foi o primeiro entre os 27 estados da federação, e como este ano nos já estamos com 20% de casos maior que 2017, a gente crê que vamos ficar em primeiro novamente. Tecnicamente, isso significa que as equipes estão capacitadas e estão detectando os pacientes que estão doentes, realizando busca ativa e fazendo diagnostico precoces”, pontuou Cícero Fraga Melo, Coordenador do Programa Estadual de Controle a Hanseníase.
A hanseníase é uma doença infecciosa causada por uma microbactéria, a qual entra no organismo pelas vias respiratórias e se instala na pele e nos nervos.
Na pele, manifesta-se como manchas brancas, rosas e vermelhas que podem ser apresentar de forma mais elevada ou também como caroços vermelhos.
Outros sintomas são nariz entupido, pois atinge a mucosa nasal, e diminuição da sensibilidade, tanto nas manchas, quanto em braços e pernas, mesmo na ausência de lesões.
O tratamento e acompanhamento da doença é oferecido gratuitamente nas unidades básicas de saúde e em referências. O tratamento da doença é realizado com a Poliquimioterapia (PQT), uma associação de antibimicrobianos, recomendado pela Organização Mundial de Saúde (OMS).&nbsp
Essa associação diminui a resistência medicamentosa do bacilo, que ocorre com frequência quando se utiliza apenas um medicamento, o que acaba impossibilitando a cura da doença.

Imprimir Voltar Compartilhar:  

Comentários Facebook

Política Cuiabá

CCJR analisa novos projetos nesta quarta

A Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR) da Câmara Municipal de Cuiabá fará mais uma reunião remota na manhã desta quarta-feira (22), a partir das 10h30, para analisar nove projetos de lei de autoria dos próprios parlamentares.

A comissão é presidida pelo vereador Lilo Pinheiro (PDT), tendo como vice-presidente Juca do Guaraná Filho (MDB) e Wilson Kero Kero (Podemos) como membro.

Dentre a pauta, consta o projeto de lei de autoria do vereador Misael Galvão (PTB), presidente do legislativo cuiabano, que apresenta um substitutivo ao processo legislativo nº 1.136/2019 em tramitação na Casa de Leis. O processo em destaque dispõe sobre a classificação de atividades de baixo risco para o desenvolvimento de atividade econômica no município de Cuiabá, em consonância com a Lei Federal que institui a declaração de direitos e liberdade econômica.

Outro projeto que será analisado pela CCJR é o projeto de lei de autoria do vereador Marcelo Bussiki (DEM) que dispõe sobre a isenção das taxas de concursos públicos e processos seletivos municipais aos prestadores de serviço voluntário e dá outras providências.

Será analisado ainda o projeto que torna obrigatório a instalação de dispositivos de sinalização com tradução para dois idiomas em órgãos e prédios da administração municipal, de autoria do vereador Adilson Levante (PSB).

Jean Estevan / Câmara Municipal de Cuiabá

Comentários Facebook
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA