Agricultura

Jovens do meio rural e pesqueiro são qualificados para produzir e organizar atividade

Neste mês, em Itajaí aconteceu a formatura de uma turma de jovens que participa do projeto “Capacitação e Ater Continuada para jovens do Meio Rural e Pesqueiro de Santa Catarina”. O projeto tem foco na produção, organização e protagonismo e tem como beneficiários diretos 300 jovens. É executado em 11 Centros de Treinamento da Epagri (Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina) com cursos de 220 horas.

Na Apresentação dos Projetos e Solenidade de Formatura da turma de Jovens do Mar, foram apresentados quatorze projetos voltados para modernização das embarcações a fim de aumentar a produtividade e competitividade, inovação tecnológica, melhoria da renda dos pescadores, aumento da segurança, humanização do trabalho, agregação de valor de produtos da pesca artesanal e turismo de pesca. O valor total dos projetos apresentados é de R$ R$ 453 mil. Aproximadamente cem pessoas, entre formandos, familiares, técnicos e representantes de instituições parceira participaram da solenidade

Concluída essa etapa, no início de 2019, os jovens apresentarão os projetos à Secretaria de Agricultura e Pesca de Santa Catarina a fim de obter recursos financeiros para viabilizar os projetos que idealizaram. Todo o processo terá o acompanhamento técnico da Epagri.

Leia Também:  Mulheres líderes do agro realizam visita técnica à Brasília

Em novembro, houve o “Encontro Estadual de Jovens do Mar”, no Balneário Piçarras, com o tema “Filhos do Mar, a força da pesca”, que reuniu cerca de 200 pescadores e maricultores com o objetivo de contribuir para este público, ao valorizar e fortalecer sua identidade profissional. Na programação, rodas de conversas, painel, palestra motivacional e gincana cultural.

As rodas de conversa discutiram temas mediados por especialistas nas seguintes áreas: Políticas Públicas, Gênero e geração, Cooperativismo e associativismo, Cenário atual da pesca artesanal de SC e as perspectivas de futuro e Identificação de espécies marinhas e defeso do camarão.

‘É importante apoiar projetos de qualificação e educação da juventude, ampliando as possibilidades deles de atuarem como protagonistas e empreendedores no desenvolvimento socioeconômico das comunidades rurais e pesqueiras”, avalia a Ana Medeiros, chefe de Divisão no Departamento de Integração e Mobilidade Social sobre a parceria do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento com a Epagri.

Mais informações à Imprensa
Coordenação Geral de Imprensa
agricultura.gov.br

Comentários Facebook

Agricultura

Mulheres líderes do agro realizam visita técnica à Brasília

Lideranças femininas do setor agropecuário de Mato Grosso embarcaram hoje (10.08) para uma visita técnica em Brasília. Ao longo dos próximos dias, um grupo com 40 mulheres visitará a Confederação Nacional de Agricultura e Pecuária (CNA), a sede do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), o Instituto Pensar Agro (IPA), entre outras instituições na capital federal.

As atividades fazem parte da programação da Academia de Liderança – Mulheres Líderes do Agro, a primeira organizada pelo Senar-MT exclusivamente ao público feminino. Ao todo, serão três encontros, de julho a setembro. Nesta segunda etapa, que ocorre em Brasília, as mulheres conhecerão mais sobre a atuação das instituições visitadas, seus representantes e a estrutura dos poderes executivo, legislativo e judiciário.

A Academia de Liderança reúne produtoras rurais, lideranças sindicais e mulheres que trabalham no setor agropecuário. O objetivo é formar líderes que possam atuar nas mais diversas esferas que envolvem a agropecuária no estado e impulsionar ainda mais o seu desenvolvimento.

No primeiro módulo, que ocorreu em Cuiabá, as participantes aprenderam mais sobre atuação política no agro e autoconhecimento e propósito. Além disso, tiveram a oportunidade de conhecer as áreas de atuação de cada uma das instituições do Sistema Famato: o Senar-MT, Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), Instituto Agrihub, a Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Mato Grosso (Famato) e os Sindicatos Rurais.

Leia Também:  Agricultura leva feira de pequenos produtores e Vitrine Tecnológica para a 48ª Exposul

Essa é a primeira visita técnica da Academia de Liderança, após o início da pandemia de Covid-19. “Esse momento foi muito aguardado, a pandemia adiou o nosso projeto, mas finalmente conseguimos realizá-lo e estamos muito felizes em poder reunir e fortalecer as mulheres do nosso setor”, afirmou o superintendente do Senar-MT, Francisco Olavo Pugliesi de Castro, mais conhecido como Chico da Pauliceia.

Comentários Facebook
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA