Destaque

Modelo cuiabana cai do 12º andar de prédio e morre; família não acredita em acidente

A modelo cuiabana Nayara Vit, 33 anos, morreu após uma sofrer queda do 12º andar do edifício onde morava em Santiago, Capital do Chile, na noite de quarta-feira (07), durante, suposta, briga com o namorado.

A modelo morava há 16 anos no Chile e namorava há 3 anos. Os dois moravam em um condomínio de alto padrão no bairro Las Condes, onde cada um tinha seu apartamento, porém, estariam vivendo no mesmo imóvel há seis meses.

De acordo com informações do primo de Nayara, Sérgio Puga, no dia dos fatos o casal saiu para jantar, no entanto, se desentenderam por motivos de ciúmes e chegaram em casa discutindo.

À família, o namorado teria relatado que Nayara passou correndo pela sala e se jogou pela sacada.

No entanto, os familiares não acreditam no relato do namorado de Nayara e tem acompanhado as investigações e cobrado celeridade dos investigadores chilenos.

O dia dos fatos

De acordo com Puga, Nayara ligou para a mãe, no Brasil, por volta das 20h, quando conversavam animadas e combinavam de passar o natal juntas no Chile devido à saudade.

Leia Também:  Investigação sobre crime do novo cangaço em MT é destaque no Fantástico

O primo ressaltou o fato de que a modelo começou a trabalhar muito nova, viajou o mundo, era independente e o fato de uma ‘briga’ de casal por ‘ciúmes’ não seria motivo para suicídio.

Outro fato em relação à morte, que chama a atenção, é o depoimento da babá da filha de Nayara, que estava no quarto com a criança, e ouviu gritos da vítima durante a discussão. Ouviu ainda um vaso de plantas cair da sacada e instantes depois a modelo sofre a queda.

Quem comunicou a morte à família no Brasil foi o ex-namorado da modelo, pai da filha dela, e não o atual namorado Rodrigo.

“As circunstâncias de sua morte são muito estranhas. Dizem que ela caiu do seu apartamento no 12º andar. Por outro lado, a babá que estava com a filha de Nayara no quarto, informou que ouviu gritos de Nayara momentos antes do fato”, afirmou em postagem nas redes sociais.

Puga informou ainda que a família está tratando com a embaixada brasileira sobre o translado do corpo ao Brasil, que deve ser cremado, como era desejo de Nayara.

Leia Também:  Gasp e Polícia Civil prendem dois homens em flagrante por descarte irregular de lixo

Nayara nasceu e morou em Cuiabá por 15 anos. Filha do casal Allen Marcos Vit e Eliane Marcos Vit e tinha dois irmãos: Gabriel e Guilherme.

A família de Nayara não vive mais em Mato Grosso. O pai é corretor de imóveis em Florianópolis e a mãe reside em no município de Porto união, no Paraná. Os irmãos estão em Campo Grande, Mato Grosso do Sul.

Fonte: Mário Andreazza – Repórter MT

Comentários Facebook

Brasil

Bolsonaro anuncia apoio para 750 mil caminhoneiros comprarem diesel

O presidente Jair Bolsonaro anunciou nesta quinta-feira (21), em Sertânia (PE), que o governo pretende pagar um auxílio a cerca de 750 mil caminhoneiros para compensar o aumento do diesel. Segundo ele, os números relacionados à medida serão informados nos próximos dias. A declaração foi dada durante evento de inauguração do Ramal do Agreste das obras de transposição do Rio São Francisco.

“O preço do combustível lá fora está o dobro do Brasil. Sabemos que aqui é um outro país, mas grande parte do que consumimos em combustível, ou melhor, uma parte considerável, nós importamos e temos que pagar o preço deles lá de fora. Decidimos, então, atender aos caminhoneiros autônomos. Em torno de 750 mil caminhoneiros receberão uma ajuda para compensar o aumento do diesel. Fazemos isso porque é através deles que as mercadorias e os alimentos chegam nos quatro cantos do país”, disse o presidente.

O último reajuste definido pela Petrobras no preço do diesel entrou em vigor no dia 1º de outubro. O combustível acumula alta de mais de 30% este ano. Até a semana passada, o preço médio do produto vendido nos postos era de R$ 4,97, segundo a Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

Leia Também:  Gasp e Polícia Civil prendem dois homens em flagrante por descarte irregular de lixo

Transposição

O Ramal do Agreste, inaugurado pelo presidente Jair Bolsonaro, recebeu R$ 1,6 bilhão em recursos públicos. Maior obra hídrica em andamento no estado de Pernambuco, o trecho tem 70 quilômetros (km) de extensão, entre as cidades de Sertânia e Arcoverde, e vai atender um total de 68 municípios onde vivem cerca de 2 milhões de habitantes.

O governo federal também inaugurou, na Barragem de Campos, a captação definitiva do Ramal de Sertânia, estrutura da Adutora do Pajeú. Com isso, serão atendidas 37 mil pessoas da cidade de Sertânia. O investimento federal nesta obra foi de R$ 10 milhões.

Jornada das Águas

Pela manhã, Jair Bolsonaro participou da inauguração das obras do trecho final do Eixo Norte do Projeto de Integração do Rio São Francisco. A inauguração aconteceu em São José de Piranhas, na Paraíba, durante evento da Jornada das Águas.

A Jornada das Águas começou na segunda-feira (18), em São Roque de Minas, no norte de Minas Gerais, região da nascente do Rio São Francisco, e vai terminar em Propriá, em Sergipe, no dia 28 de outubro.

Leia Também:  Investigação sobre crime do novo cangaço em MT é destaque no Fantástico

A viagem de dez dias, liderada pelo ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, percorrerá os nove estados do Nordeste com anúncios e entrega de obras de infraestrutura, preservação e recuperação de nascentes e cursos d’água, saneamento, irrigação, apoio ao setor produtivo e aos municípios, além de ações de governança, com propostas de mudanças normativas no setor.

Comentários Facebook
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA