Destaque

Mulher desaparecida é encontrada morta; Marido é o principal suspeito

Fonte: Repórter MT

O corpo de Maria Regina Reis Padilha, 45 anos, foi encontrado em estado de decomposição num terreno, no Bairro Jardim Glória, no município de Nobres (a 146 km de Cuiabá). Ela estava desaparecida há 16 dias e o principal suspeito de ter cometido o crime é o marido dela.

Nas redes sociais, familiares e amigos apontam que C.A.P. matou Regina.

“Esse monstro assassinou brutalmente a minha prima Maria Regina Reis Padilha. Venho pedir ajuda de todos vocês, meus amigos do Facebook, que compartilhem para que a polícia coloque as mãos nesse monstro covarde”, escreveu uma prima, adicionando duas fotos do suposto assassino ao pedido.

Familiares também disseram que C.A.P. havia informado que Maria tinha viajado e por isso não dava notícias. O acusado, no entanto, também desapareceu.

O corpo da vítima foi encontrado por vizinhos, que sentiram o mau cheiro que vinha de um terreno baldio que fica próximo onde o casal morava.

O corpo foi encaminhado para perícia, onde exame de necropsia busca identificar a causa da morte.

Leia Também:  Homem é espancado por populares após agredir mulher em MT

O caso é investigado pela Polícia Civil de Nobres, que o suposto autor do assassinato.

Comentários Facebook

Agricultura

Mulheres líderes do agro realizam visita técnica à Brasília

Lideranças femininas do setor agropecuário de Mato Grosso embarcaram hoje (10.08) para uma visita técnica em Brasília. Ao longo dos próximos dias, um grupo com 40 mulheres visitará a Confederação Nacional de Agricultura e Pecuária (CNA), a sede do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), o Instituto Pensar Agro (IPA), entre outras instituições na capital federal.

As atividades fazem parte da programação da Academia de Liderança – Mulheres Líderes do Agro, a primeira organizada pelo Senar-MT exclusivamente ao público feminino. Ao todo, serão três encontros, de julho a setembro. Nesta segunda etapa, que ocorre em Brasília, as mulheres conhecerão mais sobre a atuação das instituições visitadas, seus representantes e a estrutura dos poderes executivo, legislativo e judiciário.

A Academia de Liderança reúne produtoras rurais, lideranças sindicais e mulheres que trabalham no setor agropecuário. O objetivo é formar líderes que possam atuar nas mais diversas esferas que envolvem a agropecuária no estado e impulsionar ainda mais o seu desenvolvimento.

No primeiro módulo, que ocorreu em Cuiabá, as participantes aprenderam mais sobre atuação política no agro e autoconhecimento e propósito. Além disso, tiveram a oportunidade de conhecer as áreas de atuação de cada uma das instituições do Sistema Famato: o Senar-MT, Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), Instituto Agrihub, a Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Mato Grosso (Famato) e os Sindicatos Rurais.

Leia Também:  IPCA: deflação foi puxada por combustíveis; preços de alimentos sobem

Essa é a primeira visita técnica da Academia de Liderança, após o início da pandemia de Covid-19. “Esse momento foi muito aguardado, a pandemia adiou o nosso projeto, mas finalmente conseguimos realizá-lo e estamos muito felizes em poder reunir e fortalecer as mulheres do nosso setor”, afirmou o superintendente do Senar-MT, Francisco Olavo Pugliesi de Castro, mais conhecido como Chico da Pauliceia.

Comentários Facebook
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA