Destaque

Mulher é assassinada com tiro no pescoço após discussão

Uma mulher, que foi identificada como, Daniely Santana da Silva Cruz, de 20 anos, morreu após ser atingida por disparos de arma de fogo, nessa sexta-feira (24), em um bar de Tapurah (433 km de Cuiabá).

Segundo a Polícia Civil, houve um desentendimento entre a vítima e o assassino. O criminoso teria saído do bar com uma pistola 9mm e efetuado diversos disparos contra o estabelecimento, um deles atingiu Daniely no pescoço e uma pessoa que estava do seu lado foi atingida de raspão.

As pessoas que estavam no bar saíram correndo para fora, incluindo Daniely, por estar ferida acabou caindo no chão em seguida.

A vítima foi levada até o hospital de Tapurah, mas não resistiu aos ferimentos.

Em conversa com a Polícia Civil, as testemunhas informaram que o bandido atirou para o alto e depois em direção à janela do bar onde o tiro atingiu Daniely.

O assassino, de 35 anos, fugiu em uma Honda Bros, mas foi localizado em seu local de trabalho, uma fazenda da região. Ao ser abordado pelos policiais, o criminoso disse não lembrar de nada.

Leia Também:  Mulheres líderes do agro realizam visita técnica à Brasília

A pistola utilizada foi encontrada em seu quarto e foi apreendido com ele um rifle. Ele foi autuado em flagrante pelo crime de homicídio.

Fonte: Diogo Coelho – Repórter MT

Comentários Facebook

Agricultura

Mulheres líderes do agro realizam visita técnica à Brasília

Lideranças femininas do setor agropecuário de Mato Grosso embarcaram hoje (10.08) para uma visita técnica em Brasília. Ao longo dos próximos dias, um grupo com 40 mulheres visitará a Confederação Nacional de Agricultura e Pecuária (CNA), a sede do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), o Instituto Pensar Agro (IPA), entre outras instituições na capital federal.

As atividades fazem parte da programação da Academia de Liderança – Mulheres Líderes do Agro, a primeira organizada pelo Senar-MT exclusivamente ao público feminino. Ao todo, serão três encontros, de julho a setembro. Nesta segunda etapa, que ocorre em Brasília, as mulheres conhecerão mais sobre a atuação das instituições visitadas, seus representantes e a estrutura dos poderes executivo, legislativo e judiciário.

A Academia de Liderança reúne produtoras rurais, lideranças sindicais e mulheres que trabalham no setor agropecuário. O objetivo é formar líderes que possam atuar nas mais diversas esferas que envolvem a agropecuária no estado e impulsionar ainda mais o seu desenvolvimento.

No primeiro módulo, que ocorreu em Cuiabá, as participantes aprenderam mais sobre atuação política no agro e autoconhecimento e propósito. Além disso, tiveram a oportunidade de conhecer as áreas de atuação de cada uma das instituições do Sistema Famato: o Senar-MT, Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), Instituto Agrihub, a Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Mato Grosso (Famato) e os Sindicatos Rurais.

Leia Também:  Um em cada cem nascidos tem cardiopatia congênita em todo o mundo

Essa é a primeira visita técnica da Academia de Liderança, após o início da pandemia de Covid-19. “Esse momento foi muito aguardado, a pandemia adiou o nosso projeto, mas finalmente conseguimos realizá-lo e estamos muito felizes em poder reunir e fortalecer as mulheres do nosso setor”, afirmou o superintendente do Senar-MT, Francisco Olavo Pugliesi de Castro, mais conhecido como Chico da Pauliceia.

Comentários Facebook
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA