Mato Grosso

Novo titular quer buscar mais recursos e convênios para o Estado

O novo titular do Escritório de Representação de Mato Grosso (Ermat), em Brasília, Carlos Fávaro, afirmou que pretende ampliar as funções da unidade e ir além das obrigações básicas de dar apoio logístico e estrutural nas viagens dos representantes do Estado à capital federal.

A nomeação de Fávaro deve ser publicada no Diário Oficial ainda nesta semana.

“Nosso desafio é fazer uma boa interlocução. Manter contatos com os ministérios aqui em Brasília em busca de recursos e convênios para Mato Grosso. Não mais apenas gerir uma pequena frota de carros para atender o governador, seus secretários ou membros da Procuradoria Geral do Estado (PGE), quando estão em Brasília, ou receber pacientes mato-grossenses encaminhados ao Hospital Sara Kubistchek”.

De acordo com ele, que exerceu o cargo de vice-governador e secretário de Meio Ambiente na gestão passada, a articulação política visando melhorias para o Estado será mais uma função a ser executada por sua equipe “pequena, enxuta, mas aguerrida e sempre com o foco voltado para esta direção”.

“Naturalmente, o escritório tem este papel, fundamental, de auxiliar o governador e os secretários estaduais em Brasília, mas não podemos deixar o cotidiano de lado. Também não podemos nos esquecer que o trabalho social desenvolvido é de suma importância, mas temos que ir além disso. Atuar para fazer com que os interesses de Mato Grosso falem mais alto aqui em Brasília”.

Leia Também:  Homem é espancado por populares após agredir mulher em MT

“Temos esta grande oportunidade. Para que isso aconteça, vamos manter um estreito relacionamento com a Casa Civil, para que tenhamos trânsito rápido com as outras secretarias estaduais”, afirmou.

O novo titular do Ermat afirmou que já tem trabalhado para estreitar o relacionamento com a bancada mato-grossense em Brasília, visando debater pautas prioritárias e de interesse de Mato Grosso e, simultaneamente, estudar alternativas para solucioná-las.

“É bom deixar claro que não temos nenhuma pretensão nos sobressair à nossa bancada. Ao contrário, vamos trabalhar sempre juntos, em consonância, pois o nosso compromisso maior é com o nosso Estado”, finalizou.

Ermat 

O Escritório de Representação do Estado de Mato Grosso (Ermat) possui diversos papeis. Um deles é a organização da agenda do governador, quando em visita a Brasília, e o apoio logístico a ele e ao seu staff nestas situações.

Também é da competência do Ermat representar e assessorar o Executivo mato-grossense junto ao Governo Federal, Congresso Nacional, instituições públicas e privadas e organismo internacionais, na articulação de ações de interesse de Mato Grosso.

Leia Também:  Jovem de 16 anos tenta atravessar rio e morre afogado

Outra função é articular e acompanhar a tramitação e o desenvolvimento de programas, projetos, convênios, termos de cooperação e emendas parlamentares de interesse de Mato Grosso, que envolvam recursos federais.

O escritório ainda atua em eventos e negociações relacionados à sua função em Brasília e, quando autorizado pelo governador, junto às embaixadas e representantes de outros países, colaborando na divulgação das potencialidades de Mato Grosso.

Além disso, o Ermat trabalha sempre em consonância com os órgãos e entidades dos governos Estadual e Federal, facilitando a integração entre os poderes Executivo, Legislativo e Judiciário com seus pares em âmbito Federal, sem deixar de lado seu papel social de apoiar pacientes em tratamento de saúde em Brasília.

Comentários Facebook

Agricultura

Mulheres líderes do agro realizam visita técnica à Brasília

Lideranças femininas do setor agropecuário de Mato Grosso embarcaram hoje (10.08) para uma visita técnica em Brasília. Ao longo dos próximos dias, um grupo com 40 mulheres visitará a Confederação Nacional de Agricultura e Pecuária (CNA), a sede do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), o Instituto Pensar Agro (IPA), entre outras instituições na capital federal.

As atividades fazem parte da programação da Academia de Liderança – Mulheres Líderes do Agro, a primeira organizada pelo Senar-MT exclusivamente ao público feminino. Ao todo, serão três encontros, de julho a setembro. Nesta segunda etapa, que ocorre em Brasília, as mulheres conhecerão mais sobre a atuação das instituições visitadas, seus representantes e a estrutura dos poderes executivo, legislativo e judiciário.

A Academia de Liderança reúne produtoras rurais, lideranças sindicais e mulheres que trabalham no setor agropecuário. O objetivo é formar líderes que possam atuar nas mais diversas esferas que envolvem a agropecuária no estado e impulsionar ainda mais o seu desenvolvimento.

No primeiro módulo, que ocorreu em Cuiabá, as participantes aprenderam mais sobre atuação política no agro e autoconhecimento e propósito. Além disso, tiveram a oportunidade de conhecer as áreas de atuação de cada uma das instituições do Sistema Famato: o Senar-MT, Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), Instituto Agrihub, a Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Mato Grosso (Famato) e os Sindicatos Rurais.

Leia Também:  TCE rejeita denúncia e libera prefeitura a gastar R$ 1,8 milhão com insulfilm

Essa é a primeira visita técnica da Academia de Liderança, após o início da pandemia de Covid-19. “Esse momento foi muito aguardado, a pandemia adiou o nosso projeto, mas finalmente conseguimos realizá-lo e estamos muito felizes em poder reunir e fortalecer as mulheres do nosso setor”, afirmou o superintendente do Senar-MT, Francisco Olavo Pugliesi de Castro, mais conhecido como Chico da Pauliceia.

Comentários Facebook
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA