Política Cuiabá

Obra inacabada de UBS deixa mais de 3 mil famílias sem atendimento médico

Iniciada em 2017, a obra de construção da Unidade Básica de Saúde do bairro Santa Terezinha, em Cuiabá, já passou por várias paralisações, sendo a última ultrapassando período de quatro meses, segundo o presidente do bairro, Márcio Neris. Com o trabalho inacabado, mais de 3 mil famílias estão sem atendimento médico na região.
O lugar mais próximo para obter qualquer cuidado básico de saúde, o cidadão tem que deslocar até o bairro Parque Cuiabá, há mais de 4 km de distância. Situação considerada pelo presidente do “uma falta de respeito com os moradores”.
A convite do presidente, o vereador Abilio Junior (PSC) esteve essa semana no local e deparou com a obra em fase final de acabamento, sendo alvo de depredação e ainda oferecendo risco à população, especialmente às crianças.
“Da parte interna, o que a gente observa que falta muito pouco para ser concluída. O que a gente não consegue entender por que é que não termina a obra. Agora, na parte de fora do prédio, a nossa revolta é ainda maior, porque tem um buraco enorme, alagado, com mais de 1 metro de profundidade, que oferece muito perigo às pessoas, principalmente crianças, que podem brincar por aqui, cair, machucar e até mesmo correr risco de afogamento. Isso é muito grave e preocupante”, salientou Abilio, que registrou imagens que apontam a profundidade do buraco deixado pelos trabalhadores da obra.
Diante da situação, Abilio se comprometeu com o presidente de cobrar diretamente da Secretaria de Saúde, providencias imediata para a conclusão da obra. “Não podemos deixar que os moradores fiquem prejudicados, sem atendimento, tendo que deslocar a outro bairro para conseguir uma consulta médica. Vamos lutar para que a obra seja entregue efetivamente à comunidade”, frisou.
O presidente salientou sobre a importância da ação de fiscalização do vereador. “A gente tem esperança de que a obra seja concluída. Espero que com o apoio do vereador, com essa cobrança dele, a Prefeitura termine logo essa obra tão importante pra gente”, disse Neris.

Fotos Relacionadas
Imprimir Voltar Compartilhar:  

Comentários Facebook

Política Cuiabá

CCJR analisa novos projetos nesta quarta

A Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR) da Câmara Municipal de Cuiabá fará mais uma reunião remota na manhã desta quarta-feira (22), a partir das 10h30, para analisar nove projetos de lei de autoria dos próprios parlamentares.

A comissão é presidida pelo vereador Lilo Pinheiro (PDT), tendo como vice-presidente Juca do Guaraná Filho (MDB) e Wilson Kero Kero (Podemos) como membro.

Dentre a pauta, consta o projeto de lei de autoria do vereador Misael Galvão (PTB), presidente do legislativo cuiabano, que apresenta um substitutivo ao processo legislativo nº 1.136/2019 em tramitação na Casa de Leis. O processo em destaque dispõe sobre a classificação de atividades de baixo risco para o desenvolvimento de atividade econômica no município de Cuiabá, em consonância com a Lei Federal que institui a declaração de direitos e liberdade econômica.

Outro projeto que será analisado pela CCJR é o projeto de lei de autoria do vereador Marcelo Bussiki (DEM) que dispõe sobre a isenção das taxas de concursos públicos e processos seletivos municipais aos prestadores de serviço voluntário e dá outras providências.

Será analisado ainda o projeto que torna obrigatório a instalação de dispositivos de sinalização com tradução para dois idiomas em órgãos e prédios da administração municipal, de autoria do vereador Adilson Levante (PSB).

Jean Estevan / Câmara Municipal de Cuiabá

Comentários Facebook
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA