Cuiabá

PM prende homem por roubo a uma loja de fast-food

A Polícia Militar prendeu, na madrugada desta quarta-feira (06.10), um homem de 27 anos por roubo a uma loja de fast-food, no bairro Bandeirantes, em Cuiabá.

A vítima, uma funcionária do restaurante, contou aos policiais que o suspeito entrou na loja armado, colocando a mão na cintura e levou o seu aparelho celular. Ao fazer diligências no entorno da Avenida tenente-coronel Duarte e região, os policiais localizaram o suspeito fugindo a pé. O homem foi reconhecido após os policiais terem acesso às imagens das câmeras de segurança do estabelecimento comercial.

O suspeito foi preso e confessou o roubo. O aparelho celular não foi localizado, mas a vítima reconheceu o suspeito. A PM encaminhou o homem para a Delegacia.

 

Comentários Facebook
Leia Também:  Investigação sobre crime do novo cangaço em MT é destaque no Fantástico

Cuiabá

Prefeito de Cuiabá é afastado do cargo por supostas irregularidades na Saúde

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, foi afastado do cargo, por determinação do Poder Judiciário de Mato Grosso, em meio a investigações que, segundo denúncias da Procuradoria-Geral de Justiça, apontam “ilícitos perpetrados no âmbito da Secretaria Municipal de Saúde”.

Originada no Núcleo de Defesa do Patrimônio Público e da Probidade Administrativa, a investigação sobre improbidade administrativa e ilegalidades na Secretaria Municipal de Saúde resultou na deflagração, hoje (19), da Operação Capistrum.

As medidas cautelares determinadas pela Justiça estão sendo cumpridas pela Polícia Civil. Entre elas, busca, apreensão e sequestro de bens em desfavor do prefeito Emanuel Pinheiro e de sua esposa, Márcia Aparecida Kuhn Pinheiro; do chefe de gabinete, Antônio Monreal Neto; da secretária adjunta de Governo e Assuntos Estratégicos, Ivone de Souza; e do ex-coordenador de Gestão de Pessoas Ricardo Aparecido Ribeiro.

Prisão temporária é decretada

Tanto o prefeito como o chefe de gabinete e a secretária foram afastados da função pública. Monreal Neto, inclusive, teve prisão temporária decretada.

Após ter sido notificado de seu afastamento, o prefeito Emanuel Pinheiro divulgou, no site da prefeitura, uma nota oficial na qual diz ter recebido “com surpresa” a decisão que gerou o afastamento de suas funções.

Leia Também:  Investigação sobre crime do novo cangaço em MT é destaque no Fantástico

Ele acrescentou que se manifestará posteriormente e reitera estar “à disposição das autoridades competentes” e que vai “colaborar para o pronto esclarecimento dos fatos”.

Outro lado

Veja abaixo, na íntegra, a nota divulgada pelo prefeito:

“O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, informa que recebeu notificação judicial na manhã de hoje (19) sobre investigação do Ministério Público do Estado de Mato Grosso.

Recebeu com surpresa decisão que gerou afastamento de suas funções em razão de apuração por contratação irregular de servidores da Saúde em Cuiabá.

Amparado pela transparência, o gestor púbico posteriormente irá se manifestar à população e imprensa.

Reitera que está à disposição das autoridades competentes e vai colaborar para o pronto esclarecimento dos fatos.”

Fonte: Agência Brasil | Foto: Assessoria

Comentários Facebook
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA